Mudanças na Concacaf para eliminatórias Brasil-2014

10

Por Matheus Laboissière

A Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe) decidiu, na última sexta-feira, 7 de maio, informar à FIFA de que pretende mudar o formato das Eliminatórias do continente para a próxima Copa do Mundo. A intenção da entidade é que as seleções joguem mais vezes, a fim de que o futebol da região se desenvolva mais.

Veja também: Somente oito continuam no páreo

“Em resposta às necessidades de nossos membros, estamos propondo um novo sistema que promoverá mais oportunidades de jogo às seleções, além de ter uma eliminatória mais justa e competitiva, disse ao site oficial da Concacaf o presidente da entidade, Jack Warner.

A imprensa especula que os moldes serão parecidos com os da América do Sul. As 12 seleções que passarem pelas fases iniciais disputariam as três vagas diretas e a quarta vaga contra o quinto colocado da América do Sul em jogos de ida e volta, por pontos corridos.

A ideia, portanto, é que a quarta fase, na qual seis seleções jogam em ida e volta entre si, deixe de desistir. A terceira fase, atualmente dividida em três grupos de quatro, classificando-se os dois primeiros de cada grupo para o hexagonal final, se transforme num só grupo de 12 seleções.

Confira os países que participaram da terceira fase nas Eliminatórias para a África do Sul:

Grupo 1: EUA = 15 pts;  Trinidad & Tobago = 11; Guatemala = 5; Cuba = 2.

Grupo 2: Honduras = 12; México = 10; Jamaica-10 e Canadá = 2.

Grupo 3: Costa Rica = 18; El Salvador = 10; Haiti = 3 e Suriname = 2.

Com isso, as seleções mais fracas, por exemplo, El Salvador, que jogou apenas quatro partidas para chegar à fase acima, poderá desenvolver mais o futebol local se entrar mais vezes em campo.

Foto: Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede