Síria e China goleiam fora e estão na 3ª Fase

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Das outras duas seleções que garantiram a classificação hoje de manhã, horário de Brasília, apenas os sírios chegaram para o segundo jogo com um placar apertado. Já os chineses estavam classificados, em razão dos placar elástico conseguido no jogo de ida.

Síria confirma favoritismo e despacha Tadjiquistão

mohand1966_olombi

Mesmo com um resultado magro na partida de ida, disputada em solo jordaniano, por causa dos confrontos políticos que assolam a Síria, apenas 2×1 em cima do Tadjiquistão, a volta tornou-se apreensiva para os torcedores. Porém, logo aos seis minutos, o atacante Raja Rafe, que já havia anotado o gol da vitória da Síria no primeiro jogo, voltou a balançar as redes, abrindo o placar para os visitantes.

Ainda na primeira etapa, o mesmo Rafe dobrou a vantagem síria, aos 35 minutos. Com 2×0 de frente, a torcida tadjique começava a perder as esperanças de se classificar para a 3ª Fase, o que seria um feito inédito para o país, que chegou no máximo à segunda etapa, nas eliminatórias para 2010.

No início do segundo tempo, os sírios carimbaram de vez a classificação à fase de grupos, com o lateral-esquerdo Nadim Sabagh, de 26 anos, anotando o terceiro gol dos visitantes. Para fechar de vez o caixão tadjique, a Síria contou com uma ajudinha do próprio adversário. Aos 41 minutos, o zagueiro Farruk Choriev, de 27 anos e jogador do Regar-TadAZ (Tadjiquistão), o melhor clube do país, fez um gol contra e decretou o placar final da partida.

Com os 4×0, a Síria agora espera ter um resultado melhor do que nas eliminatórias anteriores. Sempre que o país esteve em fase de grupos, seja ela na 1ª Fase ou na 3ª, os sírios foram eliminados. Em 2010, por exemplo, em que as Eliminatórias Asiáticas tiveram o mesmo formato da atual, a Síria caiu no Grupo 5, ao lado de Irã, Emirados Árabes Unidos e Kuwait. Acabou em terceiro, empatado em pontos com os Emirados Árabes, que seguiram em frente pelo saldo de gols (zero contra -1). Ambos somaram oito pontos, ao passo que o Irã chegou a 12 e esteve invicto.

Pelo menos, Bahrein e Omã, que eliminaram a Síria nas eliminatórias para 2006 e 2002, respectivamente, não estarão no grupo sírio desta vez, de acordo com a divisão de forças estabelecido pelo Ranking da FIFA. Porém, a Síria poderá cair num grupo junto de Irã, Arábia Saudita e Coreia do Norte, por exemplo, o que seria péssimo para as pretensões de classificação à Fase Final do país. O sorteio será no próximo dia 30 de julho, no Rio de Janeiro.

Imagem de Amostra do You Tube

China impõe novo vexame a Laos

China-vs_-Laos

Os 13.000 torcedores que acompanharam a partida de volta entre Laos e China no estádio nacional New Laos (25.000 lugares) só o fizeram para observar a seleção de seu país em campo, o que costuma ser raro. Depois dos 7×2 que a China decretou em cima de Laos, na ida, de virada, os laocianos queriam apenas se despedir das eliminatórias com um placar favorável, mesmo que fosse um empate.

Porém, aos 24 minutos do primeiro tempo, a estratégia de Laos mais uma vez se perdeu. Qu Bo, atacante do Shaanxi Zhongjian (China) ganhou do zagueiro Ketsada Souksavanh na corrida e tocou na saída do goleiro Chintana Souksavath, que ganhou uma chance na equipe titular, substituindo Sourasay Keosouvandeng, por opção do técnico austríaco Hans-Peter Schaller.

Oito minutos depois, os visitantes ampliaram a já enorme vantagem sobre Laos. Agora no papel de garçom, Qu Bo fez grande jogada pela direita, driblou o lateral Saynakhonevieng Phommapanya e tocou para trás. O meia Yu Hanchao, de 24 anos, apareceu livre dentro da área e só tocou para o gol. Ainda no primeiro tempo, os chineses quase fizeram o terceiro, mais uma vez com Qu Bo, mas Souksavath salvou meio sem querer. Laos sequer assustou o goleiro chinês, Yang Zhi.

Leia também: Clubes da Geórgia querem quebrar recorde

No comecinho do segundo tempo, logos aos dois minutos, Laos diminuiu o placar para 2×1, num bonito gol de Visay Phaphouvanin, atacante que atua pelo time da casa, o Vientiane, da capital do país. Ele recebeu passe de cabeça de Khampheng Sayavutthi, esperou a bola quicar no gramado e emendou um belo chute, de primeira, sem chances para Yang Zhi, que só saltou para aparecer na foto.

Mais tarde, a China teve a chance de ampliar para 3×1, num pênalti cometido por Khonekham Inthammavong. Porém, o meia Yang Hao foi displicente e bateu o penal a-lá Loco Abreu e Elano, a famosa cavadinha, no meio do gol, e perdeu.

100914_lamnao-singto_300_225

Aos 22 minutos, o terceiro gol chinês finalmente saiu. Deng Zhuoxiang, camisa 10 de apenas 22 anos interceptou chute de seu companheiro, girou entre os zagueiros de Laos e bateu fraquinho, no canto esquerdo de Souksavath, que esperava uma finalização no lado oposto. 3×1 China. O quarto gol, aos 38 minutos, também de Zhuoxiang, foi uma verdadeira pintura.

Ele recebeu passe de cabeça de seu companheiro, ultrapassou o marcador e invadiu a área livre de marcação. Souksavath saiu para tentar fechar o ângulo, mas Zhuoxiang foi mais esperto e tocou por cobertura! O penúltimo tento da goleada chinesa saiu aos 43.

O lateral-esquerdo Feng Xiaoting, que entrou no segundo tempo, cruzou para a área de longe. A bola encontrou Yu Hanchao, que dominou e tocou fraco para o gol, marcando seu segundo no jogo. O goleiro Souksavath desta vez aceitou, falhando no lance.

O gol que fechou a goleada de 6×1 a favor da China também pode ser considerado bonito. Yang Xu, atacante de 24 anos driblou o zagueiro Ketsada Souksavanh duas vezes para chutar forte, no ângulo direito de Souksavath, que na pôde fazer para impedir o gol chinês.

Com um placar agregado de 13×3 sobre Laos, a China mais uma vez, assim como em 2010, avança à 3ª Fase das Eliminatórias Asiáticas. A grande diferença é que, nas eliminatórias para a Copa da África do Sul, a China ficou no Pote 2 no sorteio dos grupos, divisão de forças de acordo com a posição dos países no Ranking FIFA. Por esta razão, os chineses caíram no Grupo 1, que tinha a Austrália como principal força, e foram eliminados.

Desta vez, independentemente dos resultados de hoje das eliminatórias, a China será a principal força de seu grupo da 3ª Fase (Pote 1), de acordo com o Ranking da FIFA. Isso quer dizer que os chineses não poderão enfrentar Austrália, Japão, Coreia do Sul e Irã, caso este último confirme a vaga diante de Ilhas Maldivas – goleou por 4×0 na ida –, o que já é lucro para o país. No entanto, os chineses poderão enfrentar a Arábia Saudita, que já está garantida no Pote 2.

Gols e melhores momentos do jogo

Imagem de Amostra do You Tube

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede