Líbano e Jordânia surpreendem; Haiti vence mais uma

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

O Plano Tático cravou, na primeira rodada, que os libaneses seriam o saco de pancadas do Grupo B. Errou! O Líbano é de fato a maior surpresa até aqui, conseguindo a primeira vitória na 3ª Fase das Eliminatórias Asiáticas. A Jordânia também não deixa de surpreender, chegando aos 100% no Grupo A. Já o Haiti, está apenas confirmando o prognóstico! Boa leitura!

Líbano surpreende e derrota Emirados Árabes Unidos

Líbano x Emirados Árabes Unidos

No último dia 17 de julho, libaneses e emirianos se enfrentaram, em amistoso, no Oriente Médio. Os Emirados Árabes golearam por 6×2, sem qualquer dificuldade. Este era o placar mais ou menos esperado para a partida da última terça-feira. Mas não foi isso que aconteceu.

4.000 torcedores ocuparam apenas 8,3% do estádio Cammile Chamoun Sports City (47.799 lugares), em Beirute, capital libanesa, para acompanhar a provável derrota dos donos da casa. Com 15 minutos de bola rolando, o prognóstico se fazia cumprir. Em cobrança de falta do zagueiro Subait Al Junaibi, o companheiro de defesa, Mahmoud Khamis Al Hammadi, desviou na primeira trave, de cabeça, encobrindo o goleiro Ziad El Samad! A pequena torcida emiriana presente ao estádio comemorou!

Aos 37 minutos, o Líbano deu início à reação. De pênalti, o atacante Mohammed Ghaddar, de 27 anos, já retratado em matéria do Plano Tático (veja aqui), cobrou com firmeza, deslocando o goleiro Majid Nasir Hameed, que foi para o lado oposto ao da cobrança. Os outros gols da partida só saíram na etapa final.

Com apenas sete minutos, o Líbano foi ao ataque. O jovem atacante Hassan Maatouk, de 23 anos e do Al Ahed, atual campeão libanês (veja detalhes), fez boa jogada pela direita e serviu Mohammed Ghaddar. No princípio, ele se enrolou todo com a bola, quase perdendo o lance para Mohamed Ahmed, que fazia a marcação. Ghaddar se recuperou e cruzou, da linha de fundo. O atacante Akram Moghrabi estava muito bem posicionado e conseguiu desviar para o fundo das redes, com um chutaço, já que o zagueiro Khalid Lashkari não conseguiu se antecipar ao cruzamento.

A sete minutos do fim, o Líbano chegou ao terceiro! Abbas Atwi e Mohammed Haydar trocaram passes, envolvendo os marcadores emirianos, Walid Abbas e Yousef Jaber. Atwi cruzou para o lado esquerdo da área, na direção do meia Roda Antar, atleta do Shandong Luneng (China), que estava livre. Aí foi só cabecear no contra-pé do goleiro Majid Nasir Hameed para fazer mais um e fechar o placar em 3×1 Líbano!

Imagem de Amostra do You Tube

Os companheiros de Antar o abraçaram tanto, até com Mohammed Haydar dando um beijo no rosto, o que é muito comum em países de origem árabe, que o autor do terceiro gol demonstrou alguma irritação, como se pode atestar pelas imagens. Porém, o importante é que o Líbano se recuperou da goleada para a Coreia do Sul, por 6×0 (veja detalhes – texto 2), e volta a ter amplas chances de classificação.

Com o empate entre Coreia do Sul e Kuwait (veja relato da partida – texto 1), que deixou ambos com quatro pontos, na liderança do Grupo B, o Líbano encosta, com três somados. Na próxima rodada, 11 de outubro de 2011, os sul-coreanos recebem os Emirados Árabes Unidos, lanternas, sem nenhum ponto, enquanto o Kuwait vai até Beirute encarar o Líbano.

Jordânia surpreende China e é 100%

Jordânia x China

Animados com a excelente vitória sobre o Iraque de Zico, por 2×0, na primeira rodada (veja detalhes – texto 1), 19.000 jordanianos quase lotaram o estádio Internacional de Amã (25.000 lugares), na capital do país, de mesmo nome. Os chineses, mesmo não sendo nenhuma maravilha em termos de futebol, eram favoritos para o jogo, que seria complicado a despeito do entusiasmo dos jordanianos.

Dito feito! Os atletas só conseguiram balançar as redes no segundo tempo. E o primeiro gol da partida foi a favor dos anfitriões. Aos quatro minutos, um lançamento longo veio do campo de defesa para o ataque da Jordânia. Pelo lado esquerdo, o jovem atacante Abdullah Deeb, de 24 anos, recebeu passe e partiu para cima do zagueiro Liu Jianye.

Bem marcado, Deeb preferiu recuar a bola para o meia Baha Suleiman, que aparecia livre. Sem cerimônia, ele chegou batendo forte. A bola voou em direção ao canto direito do goleiro Yang Zhi, estufando a rede chinesa! Golaço! Festa total nas arquibancadas e entre os próprios jogadores – o narrador também comemorou. Suleiman aproveitou para agradecer a Alá pelo importante gol.

Sete minutos depois, a Jordânia foi mais uma vez ao ataque. Depois de boa troca de passes, o zagueiro da China, Feng Xiaoting, conseguiu o desarme. Ele recuou para o companheiro, não identificado pelas imagens, que demorou a ir na bola. Com muita raça e disposição, Hasan Mahmoud deu um carrinho para dividir a bola e conseguiu o desarme. Ele correu com a bola dominada, foi à linha de fundo e cruzou.

O zagueiro Li Weifeng tinha tudo para afastar o perigo, mas ele falhou! A bola passou por baixo de suas pernas e sobrou para o meia Ahmad Ibrahim, que tocou para trás, encontrando o atacante Amer Deeb Khalil, que encheu o pé num belo chute rasteiro, sem chances para Yang Zhi! Com 2×0 no placar, a Jordânia só teria de administrar o jogo, que ficara bem tranquilo, certo?

Errado! Apenas um minuto depois, a apreensão dos torcedores jordanianos começou. Em boa troca de passes já dentro da área, o meia Yu Hai, de 24 anos, serviu lindamente o companheiro de faixa de campo, Hao Junmin, entre quatro atletas da Jordânia. Quase na pequena área, Junmin finalizou no canto oposto do goleiro Amer Sabbah, colocando fogo no jogo! Até “faíscas” saíram quando Anas Bani Yaseen segurou a bola dentro do gol, impedindo que a China reiniciasse rapidamente a partida. O árbitro uzbeque Ravshan Irmatov teve de intervir para que o empurra-empurra não se transformasse em agressão.

Imagem de Amostra do You Tube

Mesmo com o placar em aberto, os chineses não conseguiram a igualdade e a partida terminou com vitória jordaniana, por 2×1, para alívio dos torcedores anfitriões. Agora, a Jordânia é a líder do Grupo A, com seis pontos, seguida de China e Iraque, que leva desvantagem nos gols-pró (3 contra 2) e aparece em terceiro. No próximo dia 11 de outubro de 2011, a Jordânia tem tudo para continuar 100%, já que encara a lanterna Cingapura, que ainda não somou pontos, na casa do adversário. China e Iraque, com mando chinês, começam a definir qual tem mais chances de se classificar, num confronto direto.

Haiti vence a segunda, de virada

Curaçao x Haiti

Se as vitórias de Líbano e Jordânia podem ser consideradas surpresas, não se pode dizer o mesmo do triunfo do Haiti sobre Curaçao (ex-Antilhas Holandesas), na casa do adversário. Após a goleada de 5×2 para Antígua & Barbuda (veja detalhes – texto 2), 5.000 torcedores compareceram ao estádio Ergílio Hato (15.000 lugares), para acompanhar a estreia de Curaçao em partidas oficiais, jogando no próprio país.

Até que os anfitriões começaram vencendo, com o gol do atacante Orin De Waard, logo aos 12 minutos. Porém, os profissionais do Haiti empataram aos 37 minutos, com o zagueiro Kevin Pierre Lafrance, que joga no Viktoria Zizkov – recém-promivido à elite da República Checa. Antes que o árbitro costa-riquenho Jeffrey Solis apitasse o fim da primeira etapa, Curaçao passou a comandar o placar pela segunda vez.

O gol foi marcado pelo meia Angelo Zimmerman, que defende o WKE, atual quinto colocado na Topklasse (3ª Divisão) da Holanda. Na etapa final, o Haiti voltou a empatar, mas pela última vez. Aos 13 minutos, o meia James Marcelin, do Portland Timbers (Estados Unidos), decretou 2×2. Três minutos mais tarde, o zagueiro Wilde Donald Guerrier, um dos cinco convocados que atuam no próprio Haiti – pelo America des Cayes –, colocou os visitantes na frente. Aos 30, Angelo Zimmerman resolveu dar uma ajudinha para o Haiti, fazendo contra e fechando o placar em 4×2.

Com seis pontos em duas partidas no Grupo F, o Haiti divide a liderança com Antígua & Barbuda, também 100% até aqui. Na próxima rodada, dia 7 de outubro de 2011, o Haiti volta a enfrentar o saco de pancadas Ilhas Virgens Estadunidenses, fora de casa, enquanto Curaçao recebe Antígua & Barbuda.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede