Suriname segura dominicanos e El Salvador goleia fora

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Após demonstrar muita fragilidade diante de Ilhas Cayman e mesmo assim vencer, Suriname conseguiu a recuperação ao arrancar um ponto em San Cristobál, capital da República Dominicana. Já El Salvador passeia com tranquilidade no Grupo A e deve ser a seleção classificada à 3ª Fase das Eliminatórias Concacaf! Boa leitura!

República Dominicana não consegue vencer

República Dominicana x Suriname

A derrota para El Salvador, na primeira rodada, por 3×2 (veja detalhes do jogo – texto 1), de fato era esperada. Porém, diante de uma fraca equipe como Suriname, os dominicanos precisavam vencer para não ficar muito atrás dos salvadorenhos. Por esta razão, 2.300 torcedores lotaram o acanhado estádio Panamericano (2.800 lugares), e fizeram muita pressão durante toda a partida.

Desde o início do primeiro tempo, os anfitriões ficavam no campo de ataque de Suriname, criando muitas chances. O camisa 9 Jonathan Faña, de 24 anos, perdeu a primeira grande oportunidade de abrir o placar. Ele recebeu lançamento do meio-campo e apareceu livre na entrada da área, só com o goleiro Obrendo Huiswoud à frente. Porém, Faña teve a infelicidade de escorregar e não conseguiu dar sequência ao lance.

Aos 26 minutos, Suriname foi ao ataque. Em bom toque de bola desde o campo de defesa, Giovanni Waal e Stefano Rijssel fizeram tabelinha na entrada da área, com Rijssel invadindo a área, pelo flanco direito. Quando se preparava para cruzar, o zagueiro Cesar Garcia o calçou dentro da área, no que o juiz hondurenho Raul Castro marcou pênalti! Na primeira partida, diante de El Salvador, outro zagueiro, Jhoan Cruz, também fez pênalti.

O jovem zagueiro Friso Mando, de 21 anos, foi o encarregado da cobrança e bateu muito bem, no canto oposto ao qual o goleiro Miguel Lloyd saltou, abrindo o placar para os visitantes! Foi dele o gol da vitória diante de Ilhas Cayman, na rodada inaugural (veja matéria sobre a partida – texto 2). Um pouco afoita por causa do placar em desvantagem, a República Dominicana foi ao ataque, mas sem organização.

O lance em que o zagueiro Jhoan Cruz fez boa jogada, driblando um marcador e tocou para o meia Kervin Severino, de 30 anos, trabalhar a bola, é um exemplo disso. Ao invés de Severino rodar o lance, esperando uma falha de marcação da defesa de Suriname, ele optou por resolver sozinho e chutou de fora da área, longe do gol!

No segundo tempo, os dominicanos voltaram a repetir a tática desastrosa de chutar de fora da área. Desta vez foi Cesar Garcia que experimentou, provavelmente esperando se redimir do pênalti cometido, mas sem sucesso. A primeira boa jogada dos anfitriões ocorreu num lançamento do atacante Domingo Peralta da esquerda para a direita.

A bola encontrou a cabeça de um dominicano, que desviou para o meio da área. Ela se ofereceu para Jonathan Faña balançar as redes, mas o goleiro surinamês, Obrendo Huiswoud fez grande defesa, à queima-roupa, em dois tempos! Pouco depois, Peralta fez outra grande jogada, ao passar a bola para o atacante Fernando Casanova. Ele se livrou do meia Fabian Van Dijck e observou a passagem de um companheiro, que finalizou mal!

Pouco depois, aos 23 minutos, a República Dominicana alcançou o empate. Em excelente cruzamento do meia Edwards Espinal, de 28 anos, do Pro Verceli (Itália), a bola foi na direção de um companheiro, no que o zagueiro afastou o perigo, mas momentaneamente.

A pelota encontrou o meia Erick Ozuna, de 20 anos, que emendou um chutaço do flanco direito, sem deixar a bola tocar o gramado, mesmo meio sem ângulo, sem chances para Obrendo Huiswoud! Golaço! O gol foi bastante comemorado por torcedores e atletas! Com o empate, os dominicanos sentiram que eram capazes de conseguir a virada e foram para cima!

Em contra-ataque veloz, pelo flanco esquerdo, o meia Inoel Navarro, de 24 anos, recebeu ótimo passe e não demorou a cruzar. A bola encobriu Huiswoud, indo ao encontro de Domingo Peralta, que só conseguiu desviar para as redes do lado de fora! Que chance!

 Imagem de Amostra do You Tube

Com o empate, a República Dominicana perde contato com o líder El Salvador, que já tem seis pontos, e marca seu primeiro pontinho nestas eliminatórias. Já Suriname alcançou os quatro pontos e permanece em segundo, dois atrás dos salvadorenhos. Na próxima rodada, em 7 de outubro de 2011, os dominicanos recebem os salvadorenhos, enquanto Suriname vai até Ilhas Cayman em busca da segunda vitória, esperando um improvável tropeço de El Salvador.

El Salvador cumpre prognóstico contra Ilhas Cayman

Ilhas Cayman x El Salvador

2.200 torcedores compraram ingressos para acompanhar a seleção da casa diante de um forte El Salvador, o que nem de longe lotou o estádio Truman Bodden (10.000 lugares). O objetivo dos caimeneses era perder de pouco, mas não foi possível. Até que Ilhas Cayman segurou os salvadorenhos no primeiro tempo, com o marcador apontando 0×0. Na etapa final, o jogo teve outra história, mais condizente com o poderio de ambos.

El Salvador começou a segunda etapa no ataque, dando muito trabalho ao goleiro de Ilhas Cayman, Ramon Seally, do Bodden Town (Ilhas Cayman) veja matéria sobre um feito do clube. Logo aos quatro minutos, a estrela de Seally se apagou. O atacante Rodolfo Zelaya recebeu cruzamento e desviou, de cabeça, para o meio da área. Antes que Ramon Seally saísse para fazer a defesa, Christian Bautista mergulhou a balançou as redes caimanesas!

Aos 17 minutos, outra jogada aérea pegou a defesa de Ilhas Cayman cochilando. Seally não conseguiu se antecipar novamente e viu o zagueiro Luiz Anaya cabecear, livre, para o gol vazio! 11 minutos depois, os anfitriões conseguiram diminuir. O atacante Mark Ebanks, do Future Sporting Club (Ilhas Cayman), bateu pênalti – que existiu – e devolveu esperança à torcida, que comemorou muito! Dagoberto Portillo, goleiro salvadorenho, não teve qualquer culpa.

Mas a superioridade de El Salvador, principalmente na bola aérea, se fez mais uma vez presente. Em cobrança de escanteio, o zagueirão Luiz Anaya apareceu de novo livre dentro da área para aumentar a vantagem dos visitantes para 3×1. E, claro, o quarto gol salvadorenho só poderia sair por via aérea. Outro zagueiro, Moisés García, subiu sem nenhuma marcação de Ilhas Cayman e fechou a contagem em 4×1!

 Imagem de Amostra do You Tube

Com mais três pontos, os salvadorenhos assumiram isoladamente a liderança do Grupo A, com 100% de aproveitamento. Apesar de ter levado três gols, contra um de Suriname, por exemplo, El Salvador é franco favorito a ficar com a vaga à 3ª Fase das eliminatórias, haja vista a superioridade em relação aos surinameses, segunda força do grupo. Na rodada 3, no próximo dia 7 de outubro de 2011, os salvadorenhos viajam até San Cristóbal para encarar a República Dominicana, enquanto Suriname visita Ilhas Cayman por mais uma vitória.

Últimas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede