República Dominicana surpreende Suriname, Granada empata no final

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Suriname recebeu a República Dominicana querendo vencer para não ficar tão longe de El Salvador na tabela de classificação. Entretanto, o país perdeu a grande chance e também está praticamente fora das Eliminatórias Concacaf. Granada e São Vicente & Granadinas jogaram ontem, sábado, 15 de outubro, e não saíram do empate. A Guatemala, claro, agradeceu e muito o resultado e já pode focar a 3ª Fase das eliminatórias. Boa leitura!

Suriname derrapa nas próprias pernas

 Suriname x República Dominicana

Os três pontos a favor de Suriname eram algo normal de ocorrer, já que os surinameses haviam empatado em solo dominicano, por 1×1 (veja detalhes – texto 1), na segunda rodada. Outra vantagem é que a República Dominicana já estava matematicamente eliminada, pois não conseguiria alcançar os 12 pontos de El Salvador, mesmo se vencesse

A torcida não compareceu em grande número ao acanhado estádio André Kamperveen (6.000 lugares). Apenas 1.200 torcedores pagaram ingresso e viram os visitantes abrirem o placar logo aos nove minutos. O jovem zagueiro Friso Mando, de 21 anos, do Leo Victor Paramaribo (Suriname), foi apertado pela marcação adversária. Ele, então, recuou a bola para o goleiro Obrendo Huiswoud, do SV Voorwaarts Paramaribo (Suriname). Mas o passe saiu todo errado…

O atacante Jonathan Faña, do Puerto Rico Islanders (Porto Rico), pegou a bola, na entrada da área, driblou o goleiro e o meia Stefano Baneti, do Inter Moengotapoe (Suriname) e mandou para as redes! Que habilidade! Após o gol, os donos da casa correram atrás do prejuízo e tiveram chances de empatar, mas as finalizações eram muito ruins, para sorte do goleiro da República Dominicana, Miguel Lloyd, do West Connection (Trinidad & Tobago).

Aos 18 minutos, Suriname fez boa jogada pelo flanco direito. Após cruzamento, o atacante Milton Pinas, do SV Notch Moengo (Suriname), apareceu livre na área, mas furou na hora de colocar a bola para dentro! Que falha! Dois minutos depois, o atacante Stefano Rijssel, do Leo Victor (Suriname), tentou resolver sozinho. Ele driblou dois zagueiros dominicanos dentro da área, girou, mas chutou fraquinho, para tranquila defesa de Lloyd!

Aos 23, os visitantes quase dobraram a vantagem. Jonathan Faña recebeu passe na esquerda e percebeu a ultrapassagem, por trás dos zagueiros, do meia Rafael Flores, do Pantoja (República Dominicana). O atleta recebeu a bola livre, de frente para Huiswoud. Flores preferiu cruzar ao invés de finalizar, o que atrasou o lance de ataque, permitindo o reposicionamento da defesa surinamesa!

Com 31 minutos, Stefano Rijssel fez boa tabelinha com um companheiro e recebeu bola na grande área, livre de marcação. Só com o goleiro à frente, o atacante surinamês poderia ter feito o gol, mas se atrapalhou com a bola e perdeu tempo. Mesmo assim, ele conseguiu cruzar, mas um zagueiro estava fechando pelo meio e tirou a bola para escanteio.

1º Tempo

 Imagem de Amostra do You Tube

No segundo tempo, não demorou muito para a República Dominicana ampliar o marcador! Aos dois minutos, o meia Giovanni Waal, do Leo Victor (Suriname), foi em direção à bola após um chutão vindo da defesa dominicana. Ele preferiu recuar para Huiswoud, mas pegou mal na bola! O meia Erick Ozuna, do Club Barcelona Atlético (República Dominicana), aproveitou e tocou na saída do goleiro! Que lambança!

Suriname tinha mais volume de jogo, mas os jogadores de ataque continuavam pecando nas finalizações, assim como no primeiro tempo. Por sua vez, a República Dominicana é quem chegava com mais perigo. Aos 14 minutos, o meia Kerbi Rodríguez, do FK Modrica (Bósnia Herzegovina), decidiu fazer jogada individual. Na entrada da área, ele driblou um marcador e foi até a linha de fundo, com o intuito de cruzar para Faña. Porém, o surinamês se recuperou e, de carrinho, mandou para escanteio!

Aos 31 minutos, Faña matou a defesa de Suriname. Num ótimo passe, o lateral Cesar Ledesma, do FC Biel-Bienne (Suíça), ficou livre no flanco direito. Ele caminhou com a bola e observou o goleiro Obrendo Huiswoud saindo para tentar fechar o ângulo. Ele tocou para o lado, encontrando Erick Ozuna, que tinha o gol vazio à sua frente. Ele só rolou para marcar o terceiro da República Dominicana, fora de casa!

Quatro minutos depois, finalmente Suriname conseguiu finalizar com maestria! O zagueiro Naldo Kwasie, do Inter Moengotapoe (Suriname), permaneceu na área após cobrança de escanteio e se deu bem. Ele aproveitou mais um péssimo chute do ataque anfitrião e, de calcanhar, surpreendeu os dominicanos, mandando a bola para as redes! Golaço! Na parte final da partida, Suriname tentou chegar ao segundo gol na animação, mas a defesa dominicana se saiu bem com a pequena pressão e garantiu a vitória dos visitantes por 3×1.

2º Tempo

 Imagem de Amostra do You Tube

Mesmo com os três pontos, a República Dominicana está matematicamente eliminada das Eliminatórias Concacaf. Com apenas quatro pontos em quatro partidas, a distância para El Salvador, líder do Grupo A, é de oito pontos, faltando duas rodadas (seis pontos em disputa) para o fim. A situação de Suriname é um pouco melhor, mas a eliminação está bem perto de ocorrer.

Com sete pontos, cinco atrás dos salvadorenhos, Suriname terá de vencer os dois jogos diante de El Salvador, sendo o primeiro em 11 de novembro de 2011, em casa. Se não vencer, os salvadorenhos avançam à 3ª Fase. Na outra partida da chave, a República Dominicana se despede de sua casa, num amistoso diante de Ilhas Cayman, na esperança de terminar na segunda posição, já que enfrenta novamente os caimaneses na última rodada, enquanto Suriname joga diante de El Salvador.

Granada quase perde para granadinos

 Granada x São Vicente e Granadinas

Num último suspiro para ainda permanecer com chances de classificação, Granada recebeu São Vicente & Granadinas, no estádio Queen´s Park (20.000 lugares). Entretanto, os granadinos, que também precisavam dos três pontos pelo mesmo motivo, fizeram o primeiro gol da partida.

Apenas no segundo tempo, aos 17 minutos, o jovem atacante Myron Samuel, de apenas 18 anos, jogador do Avenues United FC (São Vicente & Granadinas), venceu o goleiro Josh Charles, do AFC Wimbledon (Inglaterra), e colocou os visitantes na frente. Já nos acréscimos, por volta dos 47 minutos, o iluminado atacante Clive Murray, de 20 anos, do Paradise (Granada), empatou para os anfitriões. Ele foi o primeiro a balançar as redes a favor de Granada em uma edição de Copa Ouro, em 2011 (veja detalhes).

Com o empate em 1×1, as duas seleções se juntam a Belize, todas matematicamente eliminadas. Quem, claro, gostou muito do resultado foi a Guatemala, líder suprema do Grupo E, com 12 pontos em quatro rodadas. No próximo dia 11 de novembro, os centro-americanos recebem Granada, apenas para comemorar o avanço.

Depois do dia 15 de novembro, data do último compromisso pela 2ª Fase, os guatemaltecos começarão a focar nos jogos da etapa seguinte. A Guatemala ficará no Grupo A, ao lado de Estados Unidos, Jamaica e do vencedor do Grupo F, cuja definição está entre Haiti e Antígua & Barbuda, com vantagem para este último.

Eliminatórias Asiáticas | Eliminatórias Concacaf | Eliminatórias Sul Americanas

Siga o Plano Tático no Twitter: https://twitter.com/PlanoTatico

Últimas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede