Tailândia segura Arábia Saudita; Líbano quase vence Kuwait

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Por Matheus Laboissière

A situação dos sauditas no Grupo D da 3ª Fase das Eliminatórias Asiáticas está cada vez mais difícil. Diante da Tailândia, os visitantes não saíram de um empate sem gols. Já os libaneses chegaram a estar ganhando a partida a quatro minutos do fim. Porém, um gol contra, a favor do Kuwait, manteve os árabes na segunda posição. Boa leitura!

Tailândia empata em casa e continua na briga

Tailândia x Arábia Saudita

O enorme estádio Rajamangala (65.000 lugares), em Bangcoc, capital da Tailândia, estava abarrotado de esperança por um resultado positivo, o que significaria uma mão na Fase Final das eliminatórias. Entretanto, o adversário era a tradicional, porém, conturbada, Arábia Saudita, que precisava de um bom resultado para ultrapassar a própria Tailândia.

A primeira chance de marcar foi dos anfitriões. Em grande jogada do atacante Teerasil Dangda, 23, do Muangthong United (Tailândia), ele se livrou de dois atletas adversários com apenas um toque. A defesa ficou esperando a iniciativa de Dangda, que, ao invés de tocar para um companheiro aberto na direita, preferiu arriscar de fora da área. Porém, ele pegou torto e a bola foi para a linha de fundo!

A resposta dos sauditas veio por meio de um lançamento longo. Um jogador tocou de cabeça para o experiente meia-atacante Mohammed Noor, de 33 anos do Al-Ittihad (Arábia Saudita), que caía pelo flanco esquerdo. Ele caminhou com a bola dominada, cortou para dentro, driblando o meia Adul Lahso, 25, do Chonburi (Tailândia). Com espaço, ele chutou dali mesmo, mas o goleiro Sintaweechai Hathairattankool, também do Chonburi, fez boa defesa, sem dar rebote.

Num outro lance, a Arábia Saudita perdeu uma grande chance de inaugurar o placar. Um cruzamento vindo da direita foi desviado por um zagueiro tailandês, que se esticou todo. A bola sobrou para um jogador saudita, que vinha de trás. Ele chutou rasteiro, de primeira, e a pelota só não ultrapassou a linha porque o experiente zagueiro Niweat Siriwong, de 34 anos e 96 partidas pela seleção – joga no Pattaya United (Tailândia) –, salvou a equipe da casa, mandando para longe! Ufa!

No segundo tempo, os visitantes quase marcaram! Após erro tailandês na saída de bola, o atacante e capitão saudita, Yasser Al-Qahtami, único convocado que atua fora do país, no Al-Ain (Emirados Árabes Unidos), perdeu… Ele recebeu passe dentro da área, driblou com maestria o adversário e, quase na pequena área, chutou. Só que a bola saiu fraquinha, para tranquila defesa de Hathairattankool! Enquanto a torcida tailandesa comemorava, Al-Qahtami levava as mãos à cabeça em sinal de desespero por ter perdido chance tão clara.

Só dava Arábia Saudita! Em mais um cruzamento, vindo da direita, o mesmo Al-Qahtami mergulhou antes que o zagueiro Siriwong pudesse afastar o perigo, conseguindo uma boa cabeçada. Porém, Hathairattankool estava bem posicionado e nem deu rebote. Logo depois, os anfitriões tiveram uma falta de frente para o gol do goleiro Waleed Ali, 25, do Al-Shabab (Arábia Saudita). Porém, o Datsakorn Thonglao, 27, do Muangthong United (Tailândia) mandou para fora, perto da trave direita! Quase!

Imagem de Amostra do You Tube

Com a igualdade sem gols, a Arábia Saudita encara o resultado como derrota, pois teve maior volume de jogo e chegou mais perto de marcar. A Tailândia, mesmo jogando diante da torcida, preferiu dar campo aos sauditas, mas continua bem classificada. Com quatro pontos em três partidas, os tailandeses mantêm a distância de dois pontos para os sauditas e ficam em segundo. A Austrália, que venceu Omã (veja detalhes da partida – texto 1), por 3×0, é líder isolada, com nove.

A próxima rodada, dia 11 de novembro, será crucial para a equipe do técnico holandês Frank Rijkaard, de 49 anos. Ou a Arábia Saudita vence a Tailândia e assume a segunda posição, ou um novo empate, em solo saudita, pode colocar em risco a classificação dos Falcões Verdes!

Líbano e Kuwait empatam e perdem grande chance

Líbano x Kuwait

Num confronto direto pela segunda posição do Grupo B, que tem a Coreia do Sul como grande força, libaneses e kuwaitianos se enfrentaram, no estádio Camille Chamoun Sports City (47.799 lugares), em Beirute, capital do Líbano. O primeiro gol da partida aconteceu logo aos 15 minutos da etapa inicial. O atacante Hassan Maatouk, 24, do Ajman Club (Emirados Árabes Unidos), marcou e deu esperanças à torcida – ele tem 13 gols em 24 partidas pela seleção de seu país.

O empate do Kuwait também ocorreu no início, mas do segundo tempo. Logo aos cinco minutos, o zagueiro Mesaed Al-Enezi, de 28 anos, atleta do Al-Wahda (Emirados Árabes Unidos), deixou tudo igual. Nos minutos finais, o jogo ganhou em emoção! Aos 41, o Líbano teve um pênalti a favor, convertido por Maatouk. Com a vitória parcial, os libaneses ultrapassavam o Kuwait na tabela e assumiam a segunda colocação da chave.

Só que, a dois minutos do fim, o zagueiro Mahmoud Younes, de 27 anos, atleta do Al Ahed (Líbano), jogou contra o próprio patrimônio e deixou os kuwaitianos aliviados com o empate em 2×2.

Imagem de Amostra do You Tube

Agora, a diferença dos árabes continua em um ponto (5 contra 4), mas há possibilidade de ela ser aumentada. O Kuwait recebe o Líbano no próximo dia 11 de outubro de 2011 e tem a chance de, com a vitória, abrir cinco pontos de vantagem a dois jogos do fim da 3ª Fase. Já a Coreia do Sul visita o lanterninha Emirados Árabes Unidos e deve continuar no topo da tabela!

Eliminatórias Asiáticas | Eliminatórias Concacaf | Eliminatórias Sul Americanas

Siga o Plano Tático no Twitter: https://twitter.com/PlanoTatico

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede