Coreia do Sul sofre para vencer e Líbano surpreende Kuwait; Namíbia goleia

 logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Por Matheus Laboissière

A favorita Coreia do Sul visitou os Emirados Árabes Unidos, pelo Grupo C das Eliminatórias Asiáticas, e só venceu nos minutos finais. Na mesma chave, o Líbano surpreendeu a todos e derrotou o Kuwait, que não depende mais dele para chegar à Fase Final. Na abertura das Eliminatórias Africanas, a Namíbia foi até Djibuti e passeou frente aos anfitriões. Boa leitura!

Com dificuldade, sul-coreanos somam mais três pontos

Emirados Árabes Unidos

Diferente das três primeiras partidas da 3ª Fase, quando a Coreia do Sul marcou gols mais cedo, o embate diante do então praticamente eliminado Emirados Árabes Unidos parecia reservar três pontos fáceis para os visitantes. Mas não foi o que ocorreu. Os torcedores que acompanharam a partida in loco, no estádio Al-Rashid, em Dubai, demoraram a ver as redes balançarem.

Após um primeiro tempo sem gols, a Coreia do Sul conseguiu marcar, mas somente aos 42 minutos da etapa final. O meia Lee Seung-Ki, de 23 anos, que fazia sua estreia pela seleção principal – ele atua no Gwangju FC (Coreia do Sul) –, fez boa jogada pelo flanco direito. Ele protegeu a bola da marcação do zagueiro Ahmed Ahmad Juma, do Al Shabab Al Arabi. Quando percebeu a ultrapassagem do lateral-esquerdo Lee Yong-Rae, atleta do Suwon Bluewings (Coreia do Sul), Seung-Ki fez ótimo passe na linha de fundo.

Já dentro da área, Yong-Rae observou o atacante Lee Keun-Ho, de 26 anos, do Gamba Osaka (Japão), na segunda trave, livre de marcação. Em ótimo passe, que o zagueiro Fares Juma Al Saadi ainda tentou evitar, dando um carrinho, sem sucesso, Yong-Rae deixou o companheiro na cara do gol. Keun-Ho só teve de empurrar para as redes e comemorar! A imagem ainda mostra o zagueiro Abdullah Mousa só olhando sua equipe levar o gol, já que não acompanhou o atacante sul-coreano, nada podendo fazer para impedir a abertura do placar!

Quando todos achavam que a fatura estava liquidada, a Coreia do Sul ainda conseguiu marcar o segundo. Aos 28 minutos, o jovem atacante Sun Heong-Min, de apenas 19 anos, atleta do Hamburgo (Alemanha), recebeu passe na entrada da área. Ele tentou chutar no gol de Majed Nasser, goleiro emiriano, mas pegou fraco na bola.

Porém, em razão de a fase estar boa, o chute acabou virando um passe nos pés do famoso atacante Park Chu-Young, de 26 anos, capitão da equipe e jogador do Arsenal (Inglaterra). Entre dois marcadores, ele se antecipou e, de primeira, se jogou na bola e conseguiu desviá-la, no contrapé de Nasser, que ficou desconsolado diante do gol sofrido!

 Imagem de Amostra do You Tube

Com a terceira vitória em quatro rodadas, a Coreia do Sul fica muito próxima da vaga à Fase Final das Eliminatórias Asiáticas. A equipe tem dez pontos, anotou 11 gols e sofreu apenas dois. Por outro lado, os Emirados Árabes Unidos fazem péssima campanha e já estão matematicamente eliminados. Com quatro derrotas nas quatro partidas disputadas, os emirianos não podem mais alcançar o Líbano, segundo colocado, que tem sete, a duas rodadas do fim (seis pontos em disputa).

É importante lembrar que os Emirados Árabes Unidos alcançaram a Fase Final no qualificatório para a Copa de 2010, após ficarem em segundo lugar no Grupo 5, que tinha Irã, Síria e Kuwait, com oito pontos somados. A título de curiosidade, os emirianos terminaram na lanterna do Grupo B da 4ª Fase, que era composto por Coreia do Sul, Coreia do Norte, Arábia Saudita e Irã, com apenas um ponto em dez jogos, a pior campanha dentre os dez finalistas.

Na próxima rodada, dia 15 de novembro de 2011, a Coreia do Sul visita a grande surpresa das eliminatórias, o Líbano, enquanto o Kuwait recebe os eliminados emirianos precisando da vitória para continuar sonhando com a vaga.

Líbano vai até o Kuwait e volta com três pontos

Kuwait x Líbano

O jogo entre libaneses e kuwaitianos reservou a grande surpresa da quarta rodada das Eliminatórias Asiáticas.  Poucos poderiam imaginar que os donos da casa, o Kuwait, perderiam a partida em pleno estádio Al-Sadaqua Walsalam (21.500 lugares), popularmente conhecido como estádio da Paz e Amizade.

O gol da vitória libanesa surgiu no início do segundo tempo. Por volta dos 12 minutos, o atacante Mahmoud El Ali, do Al Ahed (Líbano), saiu da área para fazer a jogada do gol. Ele encontrou, no flanco esquerdo, o jovem meia Ahmed Zreik, de 21 anos, também do Al Ahed. Este conseguiu achar espaço entre o meia kuwaitiano Mohammad Rashed, atleta do Al-Qadsia, e o zagueiro Fahad Awadh, do Al-Kuwait (Kuwait), e tocou para Ali Atwi, do Al Ahed.

Com muita habilidade, ele surpreendeu a defesa kuwaitiana, principalmente o meia Talal Al-Amer, do Al Qadsia, que estava em sua marcação e esperava para dar o bote. Num toque de primeira, Atwi serviu seu companheiro de posição e time, Mahmoud El Ali, que ficou de frente para o goleiro Nawaf Al-Khaldi. Com um bonito toquinho, El Ali tirou a bola do adversário e comemorou muito o gol!

A emoção foi tanta que Ahmed Zreik rasgou a camisa de El Ali ao tentar puxá-lo para comemorar a vitória parcial! A pequena parcela de torcedores libaneses presentes ao estádio estava eufórica, enquanto os kuwaitianos lamentavam…

Imagem de Amostra do You Tube

A vitória foi extremamente importante para as pretensões do Líbano que, antes do início da 3ª Fase, era apontado, inclusive pelo Plano Tático, como um dos sacos de pancada desta etapa das eliminatórias. Os surpreendentes libaneses somam agora sete pontos, três a menos que a líder Coreia do Sul, mas dois à frente do Kuwait, a duas rodadas do fim.

Nada está definido, até porque ambos encaram Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos. Libaneses e kuwaitianos poderão definir a classificação no saldo de gols, já que se espera que os dois percam da Coreia do Sul, além de perder pontos para os Emirados Árabes Unidos. Hoje, o Líbano tem saldo negativo de três gols, enquanto o Kuwait está a zero.

Namíbia vence e já pode pensar na 2ª Fase

Djibuti x Namíbia

Na abertura das Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2014, a Namíbia fez valer o favoritismo diante de Djibuti e saiu praticamente classificada à Fase de Grupos. Com um futebol muito superior aos donos da casa, não demorou muito para a Namíbia inaugurar o marcador.

Logo aos 15 minutos, o atacante Rudolf Bester, melhor jogador do atual plantel namibiano, de 23 anos, fez 1 a 0 sobre Djibuti. Ele é atleta do famoso Orlando Pirates (África do Sul), atual campeão nacional, no saldo de gols (veja a história completa aqui). Já no segundo tempo, com apenas cinco minutos de bola rolando, os visitantes chegaram à vantagem de dois tentos, por meio do atacante Lazarus Kaimbi, que pertence ao Jomo Cosmos (África do Sul), mas está emprestado ao Osotspa Saraburi FC (Tailândia), até 30 de junho de 2012.

Aos 14 minutos, os torcedores de Djibuti presentes ao estádio El Hadj Hassan Gouled (10.000 lugares) lamentaram ainda mais terem aparecido para acompanhar o jogo. Tudo porque Rudolf Bester marcara o terceiro gol da Namíbia. Ainda deu tempo de o atacante Sydney Uri-Khob, do Ramblers Windhoek (Namíbia), time da capital, fechar a goleada em 4 a 0 a favor dos visitantes!

A vitória fora de casa encaminha muito bem a já esperada classificação da Namíbia. No próximo dia 15 de novembro, os torcedores namibianos podem ir tranquilamente ao estádio Sam Nujoma, em Windhoek, a fim de comemorar o avanço para a 2ª Fase. Confirmando a vaga, a Namíbia terá pela frente Nigéria, Malaui e o vencedor do confronto entre Ilhas Seicheles e Quênia, no Grupo F.

Imagem de Amostra do You Tube

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede