Samoa Americana perde clássico samoense; Tonga derrota Ilhas Cook

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Por Matheus Laboissière

Espécie de final da Fase Preliminar das Eliminatórias Oceania, o confronto entre Samoa Americana e Samoa Ocidental teve o melhor público da competição até o momento. Empurrados pelos torcedores anfitriões, Samoa Ocidental levou a melhor e está classificada. No jogo preliminar, Tonga conseguiu vencer Ilhas Cook, se despedindo com pelo menos uma vitória. Boa leitura!

Samoa Ocidental vence e avança

Samoa Ocidental x Samoa Americana

A primeira grande decisão da história de Samoa Americana. A chance inédita de atingir uma etapa posterior de uma competição oficial. O momento histórico estava registrado nos rostos de cada um dos atletas samoenses, como mostram as imagens do vestiário de Samoa Americana, em que o atacante Faimalo Tupai, do Pago Youth A (Samoa Americana), discursa, procurando erguer o ânimo de seus companheiros momentos antes do jogo.

O caráter decisivo da partida também se percebe pelo público presente ao estádio de Futebol Toleafoa Joseph Blatter (3.500 lugares). 1.500 torcedores acompanharam a partida, bastante disputada, mesmo diante da diferença de qualidade entre as duas equipes. A primeira boa chance foi dos donos da casa.

O meia Jared Curtis, atleta do Wellington Olympic (Nova Zelândia), fez lançamento longo para o campo de ataque. O meia Shaun Easthope conseguiu o desvio de cabeça, colocando a bola na passada do atacante Luke Gosche. Ele ganhou do meia Liatama Amisone, do Pago Youth A, na corrida, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Nicky Salapu, que conseguiu um leve desvio, salvando Samoa Americana! Na sobra, Amisone tirou de cabeça, para escanteio.

Samoa Ocidental continuava pressionando o adversário. O meia Silao Malo evitou a marcação do zagueiro Justin Manao, do Pacific Lutheran University (Estados Unidos), e tocou para o companheiro de posição Lionel Taylor, que defende o Kiwi (Samoa Ocidental). Ele tinha espaço para progredir com a bola dominada, mas decidiu experimentar de longe, procurando acertar o canto esquerdo de Salapu! A bola ia para fora, mas o goleiro de 31 anos tocou nela e mandou a escanteio.

Agora aparecendo pela esquerda, Silao Malo jogou a bola na área, com Nicky Salapu conseguindo dar um toquinho providencial, que tirou a pelota da cabeça do craque do time, Desmond Faauiaso, do Team Tanaki (Nova Zelândia)! Na sobra, a bola ainda tocou em Liatama Amisone, sobrando nas mãos do goleiro de Samoa Americana! Ufa! A defesa dos visitantes continuava falhando nas bolas áreas…

Em outra jogada pelo alto, o zagueiro Andrew Stefano recebeu cruzamento na segunda trave e finalizou, entre os defensores Daru Taumua e Liatama Amisone, sobrando para Salapu saltar e agarrar a bola de uma vez só, sem dar rebote! Grande defesa, pois a pelota entraria no cantinho! Pouco depois, Samoa Ocidental chegou de novo, novamente com Silao Malo. Ele experimentou de longe, obrigando Nicky Salapu a fazer defesa em dois tempos!

Na última chance dos anfitriões no primeiro tempo, o iluminado Silao Malo chutou de fora da área mais uma vez, mas novamente Nicky Salapu conseguiu impedir a abertura do marcador, numa fotográfica defesa, tirando a bola do ângulo direito de seu gol!

No segundo tempo, a partida continuou igual como na etapa inicial. Os raros ataques de Samoa Americana não conseguiam frear o ímpeto ofensivo de Samoa Ocidental, que levava muita vantagem nas bolas pelo alto. Em novo cruzamento para a área, foi a vez de Desmond Faauiaso finalizar sozinho, sem qualquer marcação, na pequena área, mas jogar a pelota pela linha de fundo!

Silao Malo era outro que deitava e rolava sobre seu marcador, Liatama Amisone. Pela direita, ele driblou o adversário com certa facilidade, invadiu a área, pela diagonal, e finalizou forte. As mãos de Salapu salvaram Samoa Americana, cedendo mais um escanteio a Samoa Ocidental!

Pouco depois, Samoa Americana esteve bem perto de repetir o tão conhecido ditado do “quem não faz… Leva!”. O atacante Diamond Ott, de 30 anos, recebeu lindo passe em profundidade, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Kilisimasi Toetu. Caprichosamente, a bola rolou devagar, aumentando a tensão naqueles segundos. Se a bola entrasse, Samoa Americana estaria muito perto da inédita e até então impossível classificação. Porém, a pelota beijou a trave e ficou com Andrew Stefano, que saiu jogando calmamente! O banco de Samoa Americana foi ao desespero com a perda do tão sonhado gol!

E o duro golpe veio no finalzinho da partida, aos 45 minutos. Desmond Faauiaso fez boa jogada pela direita e, mesmo cercado por três adversários, encontrou o espaço necessário para servir Silao Malo, que invadiu a área e tocou por baixo de Nicky Salapu, de primeira, para fazer 1 a 0 Samoa Ocidental! Os reservas e a torcida foram à loucura, era o gol da classificação!

Imagem de Amostra do You Tube

Agora, Samoa Ocidental, que somou sete pontos, com cinco gols marcados e três contra, segue em busca do improvável sonho de disputar a Copa do Mundo de 2014. A equipe jogará no Grupo A, ao lado de Vanuatu, Nova Caledônia e Tahiti. A estreia dos samoenses ocorre no próximo dia 3 de junho de 2012, diante dos tahitianos, em Suva, capital de Fiji, sede da Copa das Nações da Oceania, a Copa América do continente, que também vale como 2ª Fase das eliminatórias.

Por sua vez, resta a Samoa Americana, que termina a competição em terceiro, com quatro pontos e saldo de gols zerado, a três gols, o orgulho de ter ido tão longe e quebrado em 100% os prognósticos, que apontavam três derrotas na Fase Preliminar, todas por goleada. Espera-se que a Federação de Futebol de Samoa Americana (FFAS, em inglês) mantenha a política de contratar técnicos estrangeiros, sempre contando com o apoio dos Estados Unidos, para continuar evoluindo no futebol. A defesa ainda precisa melhorar muito!

Tonga vence Ilhas Cook e assume segundo lugar

Tonga x Ilhas Cook

No jogo preliminar da grande final, entre as duas seleções já eliminadas da competição, apenas 250 pessoas estiveram presentes ao estádio de Futebol Toleafoa Joseph Blatter (3.500 lugares), que não puderam ver muita qualidade dentro de campo.

Além da falta de técnica dos atletas de Tonga e Ilhas Cook, a chuva que caiu em Apia, capital de Samoa Ocidental, atrapalhou e muito o desenvolvimento das jogadas. Logo no início do jogo, Tonga levou vantagem com a poça de água e quase abriu o placar.

Um chutão da defesa de Tonga foi muito forte, com a bola ficando mais para o goleiro Tony Jamieson, do Nikao Rarotonga (Ilhas Cook). Até o zagueiro Nikorima Te Miha, que defende o Puaikura Rarotonga (Ilhas Cook), ficou tranquilo no lance, nem indo na bola, mesmo com dois atacantes de Tonga se aproximando. Porém, a pelota parou de rolar assim que encontrou uma poça de água, ficando mais para Tonga.

O atacante Malakai Savieti dominou a bola e finalizou, à queima-roupa do goleiro, que ficara no meio do caminho. E a água mais uma vez interferiu no lance, provocando o escorregão do tonganês, que finalizou muito mal, longe do gol, na entrada da área! Em outro lance, Ilhas Cook contou com grande ajuda de um zagueiro providencial: a poça de água!

O meia Timote Maamaaloa deixou o zagueiro Terriahoroa Framhein no chão, todo encharcado, e mandou a bola para a área. Malakai Savieti dominou bonito, no peito, e tocou para o jovem atacante Kinitoni Falatao, de apenas 17 anos. Dentro da área, o tonganês tirou do goleiro, o que acabou virando um passe para Savieti, que tocou para o gol vazio!

Porém, a bola não ultrapassou a linha do gol, pois parou em cima dela, por causa de uma poça d’água, permitindo a recuperação de Jamieson, que fez a defesa! Inacreditável! Aos 27 minutos, Tonga venceu até a natureza e abriu o marcador!

Após confusão na entrada da área de Ilhas Cook, a bola sobrou para Timote Maamaaloa, que experimentou de fora da área, em chute forte, mas rasteiro. Tony Jamieson até saltou em direção à bola, mas não foi capaz de fazer a defesa! 1 a 0 Tonga! Pouco depois, quase que os donos do placar aumentaram a vantagem.

A cobrança de lateral colocou a bola dentro da área. Depois de muita disputa pela esfera de jogo, a pelota sobrou para o atacante Lafaele Moala, do Lotoha´apai SC (Tonga), que finalizou fraco, mas em direção ao canto direito de Jamieson. A bola saiu em tiro de meta, mas passou raspando a trave! Aos 35 minutos, jogada de bola parada resultou no empate de Ilhas Cook.

Falta cobrada pelo meia George Tuka Tisam, do Nikao Rarotonga, contou com a sorte de a bola ter batido no meia Grover Harmon, atleta do Tupapa Rarotonga (Ilhas Cook). O toque serviu como tabelinha com o goleiro Kaneti Felela, do Marist (Tonga), que ainda tocou na bola, no reflexo, com ela sobrando para o mesmo Harmon balançar as redes de Tonga!

No segundo tempo, Tonga voltou no ataque. A equipe recuperou a posse de bola no meio-campo, armando uma boa jogada. Malakai Savieti tocou para o atacante Kinitoni Falatau, que saiu de um marcador, invadiu a área e finalizou, para defesa parcial de Tony Jamieson, que mandou para escanteio. Só dava Tonga! Em outra jogada ofensiva, o meia Siosifa Moimoi fez lindo lançamento para Lafaele Moala. Jamieson sentiu que dava para chegar antes e deixou o gol em direção a bola, mas calculou mal o tempo de bola. Moala driblou o goleiro, mas adiantou um pouco a pelota, o suficiente para o zagueiro Miitamariki Joseph, do Tupapa Rarotonga, se jogar de carrinho em direção a ela e mandar para escanteio, quase em cima da linha!

Já nos acréscimos finais, aos 46 minutos, Ilhas Cook não segurou o empate e saiu derrotada. O meia Fineasi Palei carregou a bola até a entrada da área, sem ser incomodado pela defesa cookense. Ele serviu Kinitoni Falatau, que chutou fraquinho, no contrapé de Jamieson, que já caíra para o lado oposto, ao invés de esperar pela finalização. Mesmo tocando na bola, o goleiro de Ilhas Cook não conseguiu fazer a defesa, além de mandar a pelota para as próprias redes!

Imagem de Amostra do You Tube

A vitória apertada deu a segunda colocação para Tonga, que, com quatro pontos, ultrapassou Samoa Americana, levando vantagem nos gols marcados (4 contra 3). Já Ilhas Cook segurou a lanterna, com apenas um ponto, quatro gols anotados, mas seis sofridos.

Eliminatórias Asiáticas | Eliminatórias Concacaf | Eliminatórias Sul Americanas 

Eliminatórias Africanas | Eliminatórias Oceania

Siga o Plano Tático no Twitter: https://twitter.com/PlanoTatico

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede