Samoa Ocidental começa eliminatórias com vitória

logo-copa-2014

vote no Plano Tático no concurso TOP Blogs

Por Matheus Laboissière

A estreia de Samoa Ocidental nas Eliminatórias da Oceania para a Copa do Mundo de 2014 começou, de certa forma, com o pé direito. Jogando em casa, na cidade de Apia, capital samoense, sede dos jogos da Fase Preliminar do continente, os samoenses derrotaram Ilhas Cook, o que não deixa de ser importante. Porém, não foi tão fácil como parecia. Boa leitura!

Samoa Ocidental vence, mas não convence

Ilhas Cook x Samoa Ocidental

Assim que a bola começou a rolar no estádio Nacional de Futebol, conhecido como Toleafoa Joseph Blater (3.500 lugares), ficou claro que a modalidade ainda não provoca entusiasmo na população da maioria das ilhas da Oceania. Apenas 750 pessoas acompanharam o time da casa em sua estreia pelo qualificatório, roendo as unhas frente à tamanha emoção que tomou conta da partida.

E foram os anfitriões que organizaram a primeira jogada de perigo. O meia Desmond Faaiuaso, que joga no exterior, pelo Team Taranaki (Nova Zelândia), recebeu lançamento em profundidade. Ele ganhou com facilidade do zagueiro Miitamariki Joseph, que defende o Tupapa Rarotonga (Ilhas Cook), ajeitou a bola com dificuldade e bateu.

O chute saiu fraquinho, devagar e reto, mas o goleiro Iona Lupena, que tocou na bola e jogou para escanteio! Pouco depois, o jovem meia Silao Malo, de 21 anos, sem clube, fez ótimo passe para o meia Luke Fereti Gosche. Ele entrou na área, dominou a bola e finalizou mal. A bola ia para fora, mas Iona Lupena fez questão de tocar nela e ceder novo escanteio a Samoa Ocidental.

Por volta dos 20 minutos, do primeiro tempo, os donos da casa finalmente fizeram o primeiro gol. Desmond Faaiuaso disputou a posse da bola com outros dois atletas de Ilhas Cook, um deles o meia Gichin Fuhiniu, e tocou para Luke Fereti Gosche. Livre de marcação, ele invadiu a área e tocou na saída de Lupena, fazendo 1 a 0 Samoa Ocidental! Ilhas Cook pediu impedimento, que não foi marcado pelo árbitro neozelandês Peter Leary.

Alguns minutos mais tarde, o zagueiro Tahiri Elikana, que joga no Avatiu Rarotonga (Ilhas Cook), fez lambança das grandes, recuando a bola de cabeça para Lupena. O passe ficou curto, o que Desmond Faaiuaso aproveitou e já ia driblando, quando o goleiro de Ilhas Cook o calçou dentro da área, cometendo pênalti! Silao Malo bateu como informa o figurino, à meia-altura, no canto, mas telegrafou demais o local da cobrança, permitindo ao goleiro adversário se recuperar e fazer a defesa, mandando a escanteio!

Aos 36 minutos, o duro golpe de quem não faz os gols. Falta cobrada pelo zagueiro Paavo Tariu Mustonen, do Nikao Rarotonga (Ilhas Cook), era para fácil defesa do goleiro Kilisimali Toetu. Entretanto, o samoense bateu roupa, largando a bola nos pés do atacante Campbell Bell, do Tupapa Rarotonga (Ilhas Cook), que teve toda a calma do mundo para tirar do goleiro e tocar para o gol vazio!

Um minuto depois, Samoa Ocidental retomou o comando do placar. Tahiri Elikana tinha espaço para dominar a bola, mas ela bateu em seu peito e escapou do domínio do zagueiro de Ilhas Cook, ficando com o meia Lionel Taylor, que joga no Kiwi (Samoa Ocidental). Ele observou Luke Fereti Gosche livre à sua frente fez o passe. Aí ficou fácil para o meia driblar Miitamariki Joseph, que ficou no chão, invadir a grande área e finalizar na saída de Lupena! 2 a 1 Samoa Ocidental!

Todavia, Ilhas Cook conseguiria novo empate, aos 40 minutos do segundo tempo. Paavo Tariu Mustonen deu um balão em direção a Campbell Bell, que estava na direita. O zagueiro Charles Bell (não devem ser parentes, não é mesmo?) tentou acompanhar o adversário para tirar a bola, mas perdeu na velocidade. Bell entrou na área e tocou na saída do goleiro de Samoa Ocidental, que ficou no meio do caminho! Bonito gol, com muita frieza! Os visitantes comemoraram muito, inclusive o banco de reservas!

Entretanto, a surpresa-mor estava guardada para os acréscimos. Por volta dos 47 minutos, o zagueiro Jarrel Sale, do Gruz Azull (Samoa Ocidental), dominou muito bem chutão da defesa, já dentro da área. Ele fez o zagueiro Nathan Tisan, do Nikao Rarotonga, de bobo e tocou para o zagueiro Albert Bell, que havia entrado no segundo tempo. Com habilidade, ele dominou, ajeitou e finalizou no cantinho direito de Lupena, antes que Miitamariki Joseph pudesse colocar o corpo à frente! 3 a 2 Samoa Ocidental, no sufoco!

Imagem de Amostra do You Tube

A bastante comemorada vitória foi muito importante para a sequência de Samoa Ocidental na competição. O técnico da equipe, Tunoa Lui, o mesmo que comando Samoa Americana na histórica goleada de 31 a 0 a favor da Austrália, nas eliminatórias para a Copa de 2002 (veja mais detalhes do ocorrido), disse, em entrevista após a partida, que gostou do que viu em seus habilidosos jogadores e afirmou ainda que acredita na classificação à próxima fase do qualificatório, que levará apenas uma das quatro equipes.

A avaliação do neozelandês Shane Rufer, que comanda Ilhas Cook, não foi muito diferente. Ele só lamentou as falhas da defesa, que resultaram na derrota, mas parece ter se surpreendido positivamente com os dois gols marcados por sua seleção. Na próxima rodada, que seria disputada na noite passada, Ilhas Cook enfrentaria Samoa Americana, enquanto Samoa Ocidental mediria forças com Tonga.

Eliminatórias Asiáticas | Eliminatórias Concacaf

Eliminatórias Sul Americanas | Eliminatórias Africanas

Redes Sociais

Siga o Plano Tático no Twitter: https://twitter.com/PlanoTatico

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede