Jamaica vence Guatemala; México joga para o gasto e derrota Guiana

Nas eliminatórias Concacaf, os jamaicanos, que começam a disputa na 3ª Fase, não tiveram muitas dificuldades para vencer a Guatemala, que precisou passar pela 2ª Fase. Já o México encontrou tanta facilidade diante de Guiana, que se acomodou na partida, permitindo aos visitantes organizar algumas jogadas, provando que Guiana tem dificuldade técnica, mas não é de todo ruim. Boa leitura!

Jamaicanos começam sonho do Mundial com vitória

O técnico local Theodore Whitmore, 39 anos, está no comando da seleção principal desde 2009 (trabalhou antes na seleção como auxiliar e técnico interino) e vem introduzindo uma renovação no elenco, sonhando poder levar seu país de volta à uma Copa do Mudo, depois da primeira e única participação, em 1998, sob o comando do brasileiro Renê Simões (leia sobre a seleção da Jamaica aqui). Diante da Guatemala, os jamaicanos levavam vantagem no quesito experiência internacional. Apenas cinco jogadores dos Reggae Boyz atuam no próprio futebol do país, enquanto seis defendem clubes ingleses, não necessariamente da Premier League.

Já a maioria dos comandados do técnico uruguaio Ever Almeida, 63 anos, desde 2010 no comando da seleção, defende clubes da própria Guatemala, com quatro exceções, em equipes de Colômbia, Chile, México e Estados Unidos. Como era de esperar, os primeiros movimentos no quase vazio estádio Independence Park (35 mil lugares), em Kingston, capital da Jamaica, foram dos donos da casa. Aos 11 minutos, o atacante Luton Shelton, 26 anos, do Karabükspor (Turquia), levou vantagem sobre o zagueiro Luis Rodríguez, 29 anos, do Malacateco (Guatemala), que lhe puxou a camisa.

A bola sobrou com o meia Jevaughn Watson, 28 anos, do Houston Dynamo (Estados Unidos), que tentou girar sobre o zagueiro Erwin Morales, 26 anos, do Comunicaciones (Guatemala), mas também foi puxado. Luton Shelton se recuperou na jogada e adentrou a grande área, mas não conseguiu finalizar. Aos 22 minutos, a Jamaica recuperou a posse de bola e o meia Dane Richards, 28 anos, do New York Red Bulls (Estados Unidos), foi lançado pelo companheiro de posição, Rodolph Austin, 27 anos, do Brann (Noruega). Richards correu o máximo que pôde, mas o goleiro Ricardo Jerez Jr, 26 anos, do USAC (Guatemala), estava esperto e saiu da área para colocar a bola, de carrinho, para a lateral! Bom lance da Jamaica!

A Guatemala tinha suas jogadas ofensivas anuladas por uma equipe mais veloz e bem preparada fisicamente, no que os visitantes passaram a tomar sufoco na segunda metade da etapa inicial. Aos 37 minutos, Dane Richards recebeu passe dentro da área e bateu colocado, mas a bola passou por cima, levando certo perigo. Com 40 minutos, a defesa guatemalteca sucumbiu.

Em cobrança de lateral no meio-campo, a bola rapidamente chegou para o meia Demar Phillips, 28 anos, do Aalesunds (Noruega). Com muito espaço pela frente, o atleta resolveu experimentar dali mesmo. Como no futsal, ele rolou a bola para frente e emendou um forte chute, que veio na direção de Ricardo Jerez Jr. Porém, o goleiro falhou, pois deixou a bola quicar poucos centímetros antes de onde estava, deixando-a entrar no gol! 1 a 0 Jamaica, aproveitando a passividade do zagueiro Elías Vásquez, 18 anos, do Comunicaciones, que conscientemente deixou a bola passar!

Nos acréscimos, aos 46 minutos, Luton Shelton mostrou habilidade e visão de jogo e finalizou colocado, da entrada da área. O goleiro Ricardo Jerez Jr foi na bola, que passou perto, mas foi para fora!

Lances do 1º tempo

Imagem de Amostra do You Tube

Na etapa final, não demorou quase nada para os donos da casa marcarem mais uma vez. Logo que a bola voltou a rolar em Kingston, os jamaicanos armaram jogada pela esquerda, com Luton Shelton. Ele evitou a marcação adversária e serviu muito bem o companheiro de ataque Ryan Johnson, 27 anos, do Toronto FC (Canadá), que estava no meio da área, livre de marcação. Ele dominou, ajeitou a pelota e tocou na saída de Ricardo Jerez Jr, aumentando a vantagem! 2 a 0 Jamaica!

Depois de levar dois gols, os visitantes foram para cima, mas a defesa jamaicana e o goleiro Donovan Ricketts, 35 anos, do Montreal Impact (Canadá), souberam se defeder bem e evitar jogadas perigosas do adversário. Aos 12 minutos, Rodolph Austin teve uma grande chance. Em jogada individual, ele saiu da marcação adversária e experimentou de fora da área. O forte chute do meia jamaicano explodiu no travessão, só porque Jerez Jr. tocou levemente na bola! Quase!

Aos 14 minutos, Rodolph Austin cobrou falta mais uma vez no travessão, levando azar na finalização, num momento em que a Jamaica esfriou a vontade da Guatemala e tomou conta da partida. Com 18 minutos, foi a vez de Jevaughn Watson finalizar com força, para defesa parcial do goleiro guatemalteco, que não teve culpa de espalmar para a frente, dada a velocidade do chute frontal do meia jamaicano! Os donos da casa continuavam pressionando, mas a defesa da Guatemala conseguia se dar bem nas jogadas adversárias. No entanto, o time visitante falhava na hora de se aproximar da grande área jamaicana.

Aos 43 minutos, a Jamaica reclamou de penalidade máxima. A bola foi levantada na direção do atacante Ricardo Fuller, 32 anos, do Stoke City (Inglaterra), que estava dentro da área. Mesmo com dois guatemaltecos na marcação, o atleta jamaicano ia levando vantagem, mas teve claramente a camisa puxada pelo atacante Mario Rodríguez, 30 anos, do Municipal (Guatemala). Porém, o árbitro panamenho Roberto Moreno não quis marcar o pênalti! No último lance da partida, os visitantes fizeram o gol de honra…

Carlos Ruiz, a grande estrela da equipe centro-americana, cobrou falta no travessão. No rebote, o atacante Dwight Pezzarossi, 33 anos, sem clube, estava livre e tocou de cabeça, encobrindo Donovan Ricketts! 2 a 1 Jamaica, PLACAR FINAL!

Lances do 2º tempo

Imagem de Amostra do You Tube

Com a vitória, os jamaicanos ficam na segunda posição do Grupo A, um gol de saldo atrás dos Estados Unidos, que venceu Antígua & Barbuda em casa, por 3 a 1. No entanto, os problemas da Jamaica continuam a aparecer. A equipe perde muitas chances de gols durante os jogos, além de levar gols nos minutos finais, em momento de total desconcentração. Na segunda rodada, a Jamaica vai encarar Antígua & Barbuda, fora de casa, no próximo dia 12 de junho de 2012 (terça-feira). No mesmo dia, a Guatemala recebe os estadunidenses, esperando um bom resultado, quem sabe uma vitória.

México apenas treina e vence Guiana

Era clara a diferença técnica entre mexicanos, cujo alguns atletas convocados pelo técnico local José Manuel de la Torre, 46 anos, atuam no futebol europeu, como o atacante Chicharito Hernández, 24 anos, do Manchester United (Inglaterra), e os jogadores do técnico guianense Jamaal Shabazz, cuja base é o próprio futebol nacional e de Trinidad & Tobago, com seis jogadores atuando no futebol inglês, mas por equipes sem expressão – a maior delas é o Charlton Athletic, defendido pelo zagueiro Leon Cort, 32 anos.

“Não será uma partida fácil, pois não é um nível em que os jogadores e até mesmo eu trabalhamos antes. Será um grande desafio e estamos preparados para ele”, disse Shabazz antes da partida.

O jogo, disputado no belíssimo estádio Azteca (104 mil lugares), na Cidade do México, capital do país, começou como se esperava. Os donos da casa pressionavam a todo momento, e restava ao goleiro Ronson William, 24 anos, do Alpha United (Guiana), apenas cobrar os tiros de meta a cada minuto, agradecendo aos céus pelo México não ter balançado as redes. Aos 11 minutos do primeiro tempo, não teve jeito…

O México precisou utilizar os dois lados do campo para tentar entrar na área de Guiana, mas não conseguiu. O meia Pablo Barrera, 24 anos, do West Ham United (Inglaterra), estava na direita e mandou a bola mais uma vez para a grande área. Porém, o zagueiro Walter Moore, 27 anos, do Charlotte Eagles (Estados Unidos), colocou a cabeça na bola e desviou. Na sobra, o zagueiro Carlos Salcido, 32 anos, do Tigres de UANL (México), emendou um chute forte de primeira e sem deixar a bola tocar a grama, da entrada da área, que Ronson William não conseguiu defender, pois tinha muitos jogadores à sua frente! 1 a 0 México!

Aos 15 minutos, o México tocou bola com extrema facilidade na entrada da área de Guiana, sem ser incomodado. Chicharito Hernández estava sem condições de finalizar e meteu o calcanhar na bola, que chegou limpa para o atacante Giovani dos Santos, 23 anos, do Tottenham Hotspur (Inglaterra). Ele bateu forte e rasteiro, num chute cruzado, sem chances para William! 2 a 0 México! Aos 22 minutos, a defesa de Guiana tentou sair jogando perdeu a bola, que sobrou para Chicharito Hernández. O atleta do Manchester United experimentou de fora da área, mas a bola explodiu no travessão, numa bela finalização colocada do mexicano!

Aos 30 minutos, Giovani do Santos imprimiu grande velocidade ao lance e serviu Herández, que finalizou fraco, em fácil defesa para Ronson William. No segundo tempo, não demorou muito para o México marcar o terceiro. Logo aos seis minutos, o meia Andrés Guardado, 25 anos, récem contratado pelo Valencia (Espanha), fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a primeira trave. Um zagueiro guianense tenta dar um chutão e fura, e a bola ainda resvala no zagueiro John Rodrigues, de 27 anos, depois do pulo de Hernández, enganando Ronson William! 3 a 0 México!

Aos 12 minutos, a Guiana teve a primeira chance de finalizar no gol. O meia Kayode McKinnon, 32 anos, do Antigua Barracuda (Antígua & Barbuda) – joga nos Estados Unidos –, cobrou falta frontal no canto direito do goleiro José Corona, 31 anos, do Cruz Azul (México), que foi no cantinho fazer a defesa, sem rebote! Boa chance dos visitantes… A esta altura, os mexicanos relaxaram demais na partida, permitindo a Guiana criar algumas chances de fazer o gol, mostrando que, apesar da qualidade técnica menor e preparo físico pior, os guianenses não são totalmente ingênuos.

Aos 16 minutos, Guiana recuperou posse de bola no meio campo e partiu no contra-ataque. O atacante Gregory Richardson, 29 anos, do Puerto Rico Islanders (Porto Rico), recebeu bom passe na direita e foi em direção à linha de fundo. Ele cruzou e tinha a intenção de colocar a bola na segunda trave, mas o zagueiro Héctor Moreno, 24 anos, do Espanyol (Espanha), colocou o pé na bola e desviou para as próprias redes, enganando Corona, que já saía para fazer a fácil defesa! 3 a 1 México, num gol histórico para Guiana, que alcança a 3ª Fase das eliminatórias pela primeira vez na história!

Aos 25 minutos, Guiana quase conseguiu o segundo gol. Em boa jogada novamente pelo lado direito, o experiente meia Ricky Shakes, 27 anos, do Ebbfleet United (Inglaterra ) – veja mais sobre o clube aqui, ganhou a dividida com um zagueiro e cruzou consciente para o atacante Carl Cort, 34 anos, sem clube. Ele emendou um lindo voleio, no que a bola tocou no gramado e subiu, batendo no travessão e saindo! Cort foi ao desespero! Aos 32 minutos, o México voltou a incomodar, mas o chute de Andrés Guardado, pela esquerda, passou por cima do gol, mas perto o suficiente para assustar William!

A dois minutos do fim do tempo regulamentar, o México teve cobrança de falta pela direita. A bola foi alçada da área e ficou mais para John Rodrigues, que meteu a cabeça na bola. Porém, quase ele faz novo gol contra, que não ocorreu graças à defesa de Ronson William, em dois tempos! Quase!

Imagem de Amostra do You Tube

Logicamente, a própria imprensa mexicana tratou de criticar a má partida disputada pelo México, diante de uma Guiana teoricamente muito mais fraca. Os visitantes vieram apenas para se defender e tentar não levar uma goleada, e as constantes jogadas aéreas mexicanas não surtiram efeito e ajudaram Guiana a conseguir seu objetivo. Aos visitantes, a moral aumenta, pois além do gol fora de casa, os guianenses conseguiram criar chances para marcar, o que é importante.

Na próxima rodada, em 12 de junho de 2012 (terça-feira), o Grupo B das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014 terá duas partidas. Os mexicanos visitam El Salvador, num jogo que promete ser movimentado, enquanto Guiana fará sua primeira partida em casa na 3ª Fase, contra a Costa Rica.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede