Canadá faz dever de casa contra o Panamá

No confronto dos invictos no Grupo C das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014, os canadenses frearam o entusiasmo dos panamenhos com uma importante vitória, que embola a chave e complica a vida de Honduras, outra postulante a uma vaga no Hexagonal Final. Antes da partida, o técnico trinitino do Canadá, Stephen Hart, 52 anos, desde 7 de dezembro de 2009 na seleção, estava animado para a partida:

“Creio que o apoio da torcida será fantástico. Há muitos comentários na cidade sobre este jogo, e o Canadá tem tido muitos torcedores no estádio. Acho que vamos ver um mar vermelho hoje”, disse Hart, que completou elencando a partida contra o “melhor time do grupo” como “de extrema importância”.

O técnico panamenho Julio César Dely Valdés, 45 anos, ex-atacante da seleção entre 1990-05 e figura folclórica no país – desde 2010 no cargo –, também esperava um ótimo jogo: “Sabemos da importância da partida e o que está em jogo. Assim como fizemos nas partidas contra Honduras e Cuba, vamos entrar em campo pensando na vitória”. Dely Valdés também falou sobre o adversário: “Conhecemos a qualidade do Canadá e sabemos que será um jogo difícil, mas estamos preparados para voltar ao Panamá com um resultado que nos permita pensar em classificação ao Hexagonal Final”, avisou.

O jogo

O bonito estádio BMO Field (21.859 lugares), casa da seleção canadense, em Toronto, contava com 17.586 torcedores, todos esperançosos de que o Canadá conseguisse se aproximar cada vez mais do Hexagonal Final, que não disputa há 16 anos – a última vez foi nas eliminatórias 1998, em que foi o lanterna, com seis pontos em dez jogos (1v, 3e, 6d). Logo nos minutos iniciais, a torcida anfitriã ficou perto de comemorar um gol.

O meia Will Johnson, 25 anos, do Real Salt Lake (Estados Unidos), cobrou escanteio pela direita e colocou a bola no meio da área. A defesa panamenha não conseguiu impedir a subida do zagueiro Kevin McKenna, 32, do Colônia (Alemanha), que esteve livre de marcação, mas errou o alvo por muito! Se acertasse a cabeçada, dificilmente o goleiro Jaime Penedo, 30 anos, do Municipal (Guatemala), faria a defesa!

O Canadá passou a exercer o domínio da partida, mas demorou a ter outra chance clara de marcar. Aos 33 minutos, o atacante Simeon Jackson, 25 anos, do Norwich (Inglaterra), invadiu a área pelo lado esquerdo e dividiu com o zagueiro Luis Henríquez, 30, do Luch Poznan (Polônia). A bola espirrou e caiu no peito do atacante Dwayne de Rosario, 34 anos, do DC United (Estados Unidos), que dominou com estilo e finalizou de dentro da área.

O chute saiu muito fraco, mas Jaime Penedo, que saíra do gol, não conseguiu segurar e deu rebote. Porém, o atacante Olivier Occean, 30 anos, do Eintracht Frankfurt (Alemanha), na frente do goleiro, finalizou rasteiro, com a bola passando perto da trave esquerda do Panamá! Três minutos depois, Will Johnson teve direito à cobrança de falta pela direita…

Ele colocou a bola em direção à segunda trave, mas Jaime Penedo saiu para tirar de soco, errando o tempo de bola. Sem goleiro, Kevin McKenna ganhou mais uma vez a disputa pelo alto e finalizou em direção ao gol, com a bola batendo na trave e indo pela linha de fundo! Quase! Na volta do intervalo, foi o Panamá que ficou perto de marcar o seu gol.

Já dentro da área, um atleta tocou para o meia Alberto Quintero, 24 anos, do Chorrillo (Panamá), que estava perto da pequena área, mas voltou a tempo de aproveitar o passe dado mais atrás e finalizou girando. Ele pegou mal, mas o lance deu certo, pois o atacante Blas Pérez, 31, do FC Dallas (Estados Unidos), estava logo à frente do goleiro Lars Hirschfeld, 33, do Valerenga (Noruega).

Ele também tentou, mas não conseguiu acertar a bola, que bateu no meia Atiba Hutchinson, 29 anos, do PSV Eidhoven (Holanda), sobrando para Olivier Occean dar um chutão e salvar o Canadá! Aos 21 minutos, o zagueiro Jean Carlos Cedeño, 27 anos, do Alianza FC (Panamá), foi sair jogando, mas perdeu a bola para Atiba Hutchinson, que caminhou em direção à grande área, tocando na direita para Dwayne de Rosario! Ele finalizou depois de ajeitar o corpo, numa boa defesa de Penedo, que espalmou corretamente, para o lado!

Aos 32 minutos, o Canadá foi esperto… Os donos da casa sofreram falta na entrada da área, pelo lado direito, junto à linha de fundo. Com Simeon Jackson ainda no chão, o árbitro costa-riquenho Jeffrey Solis se dirigiu ao local da infração, provavelmente para preparar a barreira do Panamá e autorizar a cobrança.

Porém,  Atiba Hutchinson aproveitou a falta de marcação dos zagueiros dos visitantes e cobrou a falta rapidamente, encontrando Dwayne de Rosario completamente livre dentro da pequena área. Ele apenas levantou um pouco a perna direita e desviou para as redes, sem reação de Jaime Penedo, que olhou para o árbitro imaginando que ele voltaria a cobrança! Ele não o fez, e o Canadá marcou 1 a 0 no placar! Que desatenção…

Pouco depois, o ataque do Panamá trocou passes com liberdade na entrada da área canadense. O meia Armando Cooper, 24 anos, do Godoy Cruz (Argentina), serviu Blas Pérez, já dentro da área, que conseguiu dominar a bola e abriu o jogo na direita, para o lateral Román Torres, 26, do Millonarios (Colômbia).

Com força, Torres já chegou finalizando com força, mas a bola passou direto pela linha de fundo, relativamente perto do gol! Quase que ela toca no zagueiro David Edgar, 25 anos, do Burnley (Inglaterra), no que certamente seria gol do Panamá! Canadá 1 a 0 sobre o Panamá, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

O técnico do Panamá, Julio César Dely Valdés, lamentou a desatenção de seus atletas: “Foi um jogo disputado, mas no primeiro tempo tivemos problemas com as bolas alçadas na área. Na jogada do gol do Canadá, um lance infantil de nossos jogadores, não podemos tomar gols desse jeito em eliminatórias. A pressão vinda do Canadá foi normal, mas melhoramos no segundo tempoe tentamos tocar a bola com mais calma”, disse Dely Valdés.

O veterano Dwayne de Rosario também falou sobre a partida: “Foi um dia especial para nós, numa vitória que nos ajuda muito na tabela de classificação. Todos os atletas atuaram bem, estivemos sólidos na defesa e fiquei feliz por ter marcado aquele gol diante de nossa torcida”, afirmou.

Na quarta rodada da chave, Panamá e Canadá voltaram a se enfrentar, no último dia 11 de setembro de 2012, na casa dos panamenhos, que conseguiram uma importante vitória por 2 a 0 e retomaram a liderança do Grupo C, com nove pontos, contra sete de Honduras e Canadá – Cuba está eliminada, com zero pontos. As duas rodadas finais da 3ª Fase, em 12 e 16 de outubro de 2012, serão emocionantes! Nada está definido!

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede