Estados Unidos dá o troco e vence Jamaica

Os estadunidenses estavam possessos por perderem de 2 a 1 para os jamaicanos, na casa do adversário (veja tudo o que ocorreu no jogo), pela terceira rodada do Grupo A da 3ª Fase das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014. Portanto, no jogo da volta, os Estados Unidos queriam é vencer, como bem afirmou o técnico alemão Jürgen Klismann, 48 anos:

“Não vamos perder, mas a pressão sempre está presente. Obviamente queríamos obter pontos na Jamaica e estar numa melhor posição do que agora. Necessitamos fazê-lo amanhã à noite, e estamos focados nisso”. O experiente ex-atacante deu a receita: “Não fazer faltas. E ter mais organização na barreira, quem vai subir na hora da cobrança?”, explicou.

Por sua vez, o ex-atacante, o jamaicano Theodore Whitmore, 40 anos, também tinha sua estratégia: “Não queremos ficar na defesa e dar tempo de bola para os Estados Unidos. Temos de mostrar que não estamos assustados, não importa aonde joguemos. É o mesmo sistema de jogo”, disse.

O jogo

O estádio Columbus Crew (20.145 lugares, oficialmente) contou com um público gigante, de 23.881 torcedores, que sabiam da importância de uma vitória contra os jamaicanos. A primeira jogada de perigo aconteceu logo aos cinco minutos. O meia Graham Zusi, 26 anos, do Sporting Kansas City (Estados Unidos), fez boa jogada pela direita, mas quase perdeu a bola. Ela sobrou para o lateral Steve Cherundolo, 33, do Hannover 96 (Alemanha), que devolveu o passe…

Zusi invadiu a área, driblou um adversário e chutou meio sem ângulo, no que a bola bateu no travessão e saiu em tiro de meta! Bom drible no lateral Adrian Mariappa, 25 anos, do Reading (Inglaterra), que foi ao chão! Aos 12 minutos, o atacante Herculez Gómez, 30 anos, do Santos Laguna (México), desviou cruzamento de primeira, mas o zagueiro Nyron Nosworthy, 31, do Watford (Inglaterra), conseguiu bloqueá-lo!

Aos 20 minutos, outra bola na trave para os Estados Unidos… Steve Cherundolo recebeu passe na direita, preparou-se para o chute e disparou da entrada da área. No meio do caminho, a bola desviou no atacante Ryan Johnson, 27, do Toronto (Canadá), enganando o goleiro Dwayne Miller, 25, do Syrianska (Suécia). Ele ainda conseguiu um leve toque na bola, que bateu na trave! No lance seguinte, os estadunidenses se aproximaram ainda mais do gol…

O lateral Fabian Johnson, 24 anos, do Hoffenheim (Alemanha), recebeu passe na esquerda, dentro da área e livre de marcação. Ele chutou cruzado, a bola bateu em Nyron Nosworthy e subiu. Na direita, dentro da área, Graham Zusi estava no lugar certo e finalizou de primeira, obrigando a Dwayne Miller fazer uma grande defesa e mandar a escanteio! Quase! Naquele momento, os Estados Unidos dominavam a partida, enquanto a Jamaica só se limitava a defender…

Aos 30 minutos, os donos da casa mostraram um repertório vasto. O meia Danny Williams, 23 anos, do Hoffenheim, percebeu que tinha muito espaço e disparou de longe. A bola voou em direção ao ângulo direito de Miller, mas explodiu novamente na trave      , pela terceira vez no jogo! Aos 38 minutos, Graham Zusi, que fazia grande partida, fez cruzamento da direita, encontrando a cabeça de Herculez Gómez. Ele fez carga sobre o zagueiro Lovel Palmer, 28, do Portland Timbers (Estados Unidos), e conseguiu o desvio. Porém, Miller tocou com a ponta dos dedos e tirou a bola da direção do gol, mas já não valia nada, pois o árbitro hondurenho José Pineda marcara falta de Gómez.

No segundo tempo, os Estados Unidos balançaram as redes jamaicanas. Aos dez minutos, Gómez teve cobrança de falta central e mandou a bola no canto esquerdo de Dwayne Miller, que tocou nela de leve. O chute era defensável, mas o goleiro da Jamaica não conseguiu alcançar a bola o suficiente para tirá-la do gol! 1 a 0 Estados Unidos! Após levar o gol, a Jamaica tentou pressionar, mas levou perigo apenas num chute de fora da área, aos 34 minutos, que o goleiro estadunidense Tim Howard, 33 anos, do Everton (Inglaterra), conseguiu espalmar para o lado!

Depois de algumas chances para os visitantes nos minutos finais, os Estados Unidos conseguiram segurar o placar até com alguma facilidade e saíram com uma importante vitória!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

Com os três pontos garantidos, Jürgen Klismann falou um pouco de sua época de jogador: “Eu já disputei eliminatórias. Quando vencemos a Copa de 1990, quase não nos classificamos nas eliminatórias, o que ocorreu apenas no último jogo, numa vitória de 2 a 1 sobre País de Gales. Aos 43 minutos do segundo tempo, eles perderam uma chance clara de gol, que poderia tirar a Alemanha do Mundial. Estou tentando explicar aos jogadores que não há jogo perdido. Perdemos pontos na Jamaica e isso foi muito importante para que eles entendessem que a partida de hoje ganhou um caráter de vida ou morte. E eles responderam bem”, encerrou.

Theodore Whitmore não estava satisfeito com o resultado: “Não estamos surpresos com a situação de jogo hoje, mas estou desapontado com o placar. Devemos levar em consideração que o que nos fez perder este jogo foi a falta de recursos financeiros. Quando você olhar para o elenco dos Estados Unidos, você percebe que eles cansaram contra nós no primeiro jogo, voaram para Columbus em seguida e ainda treinaram duas vezes antes do jogo de hoje”.

No entanto, o final da entrevista foi de esperança: “Mas ainda estamos na briga e temos de pensar positivo. Tomara que possamos conseguir alguns recursos, o que nos ajudarão a levar onde queremos ir”, encerrou.

Após quatro rodadas, o Grupo A está bastante disputado. A liderança é da Guatemala, que tem sete pontos, mesmo número de Estados Unidos e Jamaica, que levam desvantagem no saldo de gols (2 contra 2 contra 1). Aliás, estadunidenses e guatemaltecos estão rigorosamente empatados, inclusive em gols-pró. Na quinta e penúltima rodada, em 12 de outubro de 2012, os Estados Unidos visitam Antígua & Barbuda, que está praticamente eliminada com um ponto, na casa do adversário. No outro jogo, a Guatemala recebe a Jamaica, num jogo que pode decidir um dos classificados.

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede