Honduras goleia Cuba fora de casa e volta ao páreo

Os prognósticos da primeira partida entre Cuba e Honduras, na capital cubana de Havana, se comprovaram. Com uma equipe bem superior, os hondurenhos não tomaram conhecimento do adversário e saíram com três pontos que recolocam Honduras na briga por uma das duas vagas ao Hexagonal Final. Participante da Copa do Mundo 2010, o país só poderia continuar sonhando com o Brasil 2014 se não perdesse pontos para o oponente mais fraco do Grupo C das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014 (veja mais sobre Honduras).

Este era o objetivo da nova estrela do país, o atacante Jerry Bengtson, 25 anos, do New England Revolution (Estados Unidos): “Não vai ser nada fácil, mas acredito que podemos ganhar em Cuba e no Panamá. Além disso, mostraremos força em San Pedro Sula. De lá, mais ninguém vai conseguir tirar um ponto sequer de nós. Agora, o que temos que fazer é trabalhar. Este é o segredo”, sugeriu Bengtson, que tem um motivo especial para voltar à Copa do Mundo: “Fui um dos últimos a ficar de fora do elenco que foi à África do Sul em 2010 e agora quero estar em uma Copa do Mundo. Penso nisso todos os dias e me esforço ao máximo porque tenho certeza de que vou conseguir isso”, encerrou, em entrevista ao site da FIFA.

Porém, o técnico colombiano Luis Fernando Suárez, 52 anos, contratado em 2011, pregava respeito aos cubanos: “Isso de ser favoritos é fácil dizer, mas não existe. Temos que provar que somos melhores dentro de campo, e não ficar falando. Confiamos em nosso trabalho e sabemos que podemos conseguir resultados positivos”, explicou. O comandante também reclamou dos clubes do país, que não quiseram adiantar seus jogos pela liga nacional a fim de que os jogadores convocados tivessem um dia a mais para trabalhar.

Por sua vez, Cuba enfrentava problemas no elenco, em razão de pedidos de dispensa de jogadores. O atacante Alaín Cervantes, 28 anos, do Ciego de Ávila (Cuba), manifestou estar desmotivado e sem forças para seguir atuando na seleção. O experiente zagueiro Yénier Márquez, 33 anos, do Villa Clara (Cuba), também pulou fora, justamente o mais completo jogador da seleção, dentro e fora de campo, segundo a imprensa nacional. O lateral direito Aliannis Urgellés, 27, do Guantánamo (Cuba), igualmente deixou a seleção, mesmo sendo considerado titular.

O jogo

O acanhado estádio Pedro Marrero (28 mil lugares), em Havana, tinha bom público, de 8 mil torcedores, incluindo hondurenhos que estavam apoiando os visitantes. Aos oito minutos do primeiro tempo, Honduras chegou em chute de fora da área do meia Wilson Palacios, 28, do Stoke City (Inglaterra), mas o goleiro Odisnel Cooper, 20, do Camagüey (Cuba), apenas acompanhou, sem perigo.

Aos 18 minutos, o lateral esquerdo Jorge Corrales, 21 anos, fez boa jogada pelo lado do campo e mandou para a grande área. Na primeira trave, o zagueiro Maynor Figueroa, 29 anos, do Wigan (Inglaterra), apareceu no momento certo e atrapalhou o atacante Yaudel Lahera, 21, que mandou para a linha de fundo, em tiro de meta! Aos 23 minutos, o atacante George Welcome, 27, do Motagua (Honduras), recebeu cruzamento na esquerda e cabeceou com total liberdade, mas mandou por cima do gol, sem grande perigo.

Dois minutos depois, o mesmo Welcome recebeu cruzamento da direita e finalizou dividindo com o zagueiro Jorge Luis Clavelo, 30 anos, do Villa Clara, que ergueu a perna e desviou a escanteio! Corte providencial! Aos 32 minutos, Cuba apenas assistiu à jogada do primeiro gol de Honduras…

O zagueiro Emilio Izaguirre, 26 anos, do Celtic (Escócia), fez jogada pela esquerda e mandou para a área. No meio dela estava George Welcome, que desviou de cabeça sem ser atrapalhado para a esquerda, numa bela assistência para  Jerry Bengtson. Sozinho, ele encheu o pé e balançou as redes cubanas! 1 a 0 Honduras! No segundo tempo, aos 17 minutos, Honduras ampliou a vantagem.

O zagueiro Victor Bernárdez, 30 anos, do San Jose Earthquakes (Estados Unidos), cobrou falta de longe, mais pelo lado esquerdo, num chute bem forte. A bola passou por dentro da barreira e fez uma curva antes de estufar as redes de Osdinel Ospina, que se esticou todo, mas não alcançou a bola! Falha do goleiro cubano, que poderia ter colocado mais um jogador na barreira! Com a desvantagem de dois gols, Cuba pareceu desistir da partida e deixou Honduras dominar ainda mais o jogo e tocar bola no campo de ataque.

Aos 48 minutos, Cuba alçou a bola na área, mas não foi exitosa. A defesa de Honduras recuperou a posse de bola e partiu num rápido contra-ataque, com o meia Marvin Chávez, 28, do San Jose Earthquakes. Ele imprimiu grande velocidade ao lance, deixou o zagueiro Joel Colomé, 33 anos, do Ciudad La Habana (Cuba), para trás, e esperou Odisnel Ospina sair para tocar no canto direito do goleiro e fechar o placar! 3 a 0 Honduras sobre Cuba, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

Após a importante vitória, o técnico Luis Fernando Suárez se irritou com os repórteres: “Devemos pensar o que faz a seleção de Honduras, não o Panamá ou o Canadá [adversários diretos na briga pelo Hexagonal Final]. Vou pensar agora se vão haver mudanças no time titular”, limitou-se a dizer.

Os jornais cubanos destacaram as ausências importantes da equipe, mas criticaram a própria seleção, como o mais importante deles, o Granma: “Talvez pesaram algumas ausências, mas sem dúvida, a falta de gols, as falhas defensivas e a perícia do adversário, que não nos perdoou, também tiveram sua importância”.

Outro jornal, Juventud Rebelde, também lamentou: “A seleção de Cuba não fez o mínimo de dano a seu rival. Crescemos e crescemos, mas seguimos um passo atrás do pelotão. Agora devemos mudar a direção de nosso horizonte futebolístico, pois ainda teremos as Eliminatórias da Copa do Caribe 2012 [em outubro; Cuba está na 2ª Fase, no Grupo 8, ao lado de Suriname e mais dois adversários a serem definidos].

Na rodada seguinte, disputada em 11 de setembro de 2012, Honduras e Cuba voltaram a se enfrentar, desta vez na casa dos hondurenhos, que venceram por apenas 1 a 0 e chegaram aos sete pontos, na segunda colocação. Panamá, Honduras e Canadá vão brigar por duas vagas ao Hexagonal Final. Cuba já está matematicamente eliminada.

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede