Jamaica consegue vitória histórica contra os Estados Unidos

Pela terceira rodada do Grupo A das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014, as seleções de Jamaica e Estados Unidos começavam a definir pelo que brigariam nos jogos de volta da chave. O técnico alemão dos estadunidenses, Jürgen Klismann, 48 anos, desde 2011 à frente da equipe, deixara claro seus objetivos:

“Estamos esperando os jogadores chegarem para começarmos a treinar visando aos dois jogos pela competição. Claro que queremos o máximo de pontos, se possível. Vamos tentar deixar os jogadores concentrados para a partida contra a Jamaica e, quem sabe, conseguimos a vitória na casa deles. Estou ansioso!”, relatou.

O jogo

Os donos da casa também mal esperavam pelo início da partida, tanto que 25 mil torcedores estiveram presentes no estádio Independence Park (35 mil lugares), em Kingston, capital jamaicana, para acompanhar um jogo movimentado. Só que a desatenção inicial dos anfitriões custou à Jamaica o primeiro gol, logo a um minuto de partida.

Os Estados Unidos tocaram a bola pelo lado direito do ataque, que chegou para o atacante Herculez Gómez, 30 anos, do Santos Laguna (México). Já dentro da área, ele dividiu, ganhou do lateral Adrian Mariappa, 25, do Reading (Inglaterra), e tocou para o meio da área. Oportunista, o atacante Clint Dempsey, 29 anos, do Tottenham (Inglaterra), estava no lugar certo e apenas desviou para as redes! 1 a 0 Estados Unidos!

Após levar o gol, a Jamaica tentou se organizar e partir para cima, e teve maior posse de bola, mas não conseguia finalizar a contento, pela falta de um centro-avante afinado com as redes. Apenas aos dez minutos, o meia Jermaine Jones, 30 anos, do Schalke 04 (Alemanha), organizou o primeiro ataque dos visitantes após o gol, mas o cruzamento passou na frente do atacante Jozy Altidore, 22, do AZ Alkmaar (Holanda)!

Os estadunidenses tentavam deixar o jogo mais lento, enquanto os jamaicanos iam na base da disposição, impulsionados pelas irritantes cornetas vuvuzelas, mas ainda sem encaixar uma boa jogada. Aos 24 minutos, o meia Rodolph Austin, 27 anos, do Leeds United (Inglaterra), sofreu falta na entrada da área. Ele mesmo cobrou a falta e colocou a bola no canto esquerdo de Tim Howard, 33, do Everton (Inglaterra), que não tinha visibilidade por causa da barreira! Jamaica 1, Estados Unidos também 1, numa festa de Austin, que foi comemorar com a torcida!

Com o gol, os jamaicanos se animaram, enquanto os Estados Unidos perderam a importante vantagem do início, e tinham de entrar novamente na partida. Os visitantes tentaram um lance pela direita, com o lateral Michael Parkhurst, 28 anos, do Nordsjaelland (Dinamarca), que foi até perto da linha de fundo e cruzou rasteiro para Dempsey, que finalizou fraco, para fácil defesa do goleiro Dwayne Miller, 25, do Syrianska (Suécia).

No segundo tempo, a Jamaica ganhou uma falta na entrada da área, cobrada pelo meia Jason Morrison, 28 anos, do Aalesund (Noruega). Tim Howard preferiu não arriscar e apenas espalmou para escanteio, numa defesa de segurança. Aos 17 minutos, os donos da casa tiveram mais uma falta para cobrar… O bom atacante Luton Shelton, 26 anos, do Karabükspor (Turquia), bateu bem na bola e a colocou no canto direito de Howard, que se esforçou para tocar na bola, mas não conseguiu! 2 a 1 Jamaica, de virada!

Com o tempo, os Estados Unidos ficaram mais com a bola nos pés e até fizeram alguma pressão sobre a Jamaica, mas sem levar grande perigo para os donos da casa. Um lance de perigo a favor dos estadunidenses ocorreu aos 35 minutos, quando Herculez Gómez cobrou falta na direita, colocando a bola na marca do pênalti. Porém, Dwayne Miller estava atento e saiu dando um soco na bola e evitando um lance mais perigoso!

Dois minutos depois, o meia Brek Shea, 22 anos, do FC Dallas (Estados Unidos), foi até a linha de fundo pela esquerda e mandou a bola no meio da área, na cabeça de Clint Dempsey. Porém, o atacante do Tottenham se posicionou mal e perdeu grande chance, sozinho dentro da área! No final, a Jamaica soube segurar o resultado e levou os três pontos. 2 a 1 Jamaica, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

Após a primeira vitória da Jamaica sobre o Estados Unidos em toda a história, o técnico alemão Jürgen Klismann parabenizou o adversário: “Eles tiveram uma grande energia durante a partida e mereceram a vitória. A maior determinação e fome de bola dos jamaicanos é que os levou à somar três pontos. Em certas ocasiões, os jogadores precisavam ficar mais espertos, mas nos momentos de derrota aprende-se bastante. Devemos corrigir as coisas erradas e nos preparar para o próximo embate”, disse Klismann.

No ultimo dia 11 de setembro de 2012, as duas equipes voltaram a se enfrentar, desta vez nos Estados Unidos, com vitória dos anfitriões por 1 a 0. Agora, os Estados Unidos lideram a chave com sete pontos, mesmo número de Guatemala e Jamaica, que vêm a seguir na classificação. A laterna está com Antígua & Barbuda, que tem apenas um ponto.

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede