Panamá devolve derrota para o Canadá e assume liderança

Os panamenhos vinham fazendo uma campanha irretocável, até serem derrotados pelo Canadá, na casa do adversário, por 1 a 0 (veja o gol aqui). Por isso, uma vitória em casa contra o mesmo adversário era necessária, para que o Panamá não ficasse em má situação no Grupo C das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014. Para os canadenses, não perder em território panamenho seria um grande resultado, como explicou o técnico Stephen Hart, 52 anos, natural de Trinidad & Tobago:

“Falei aos jogadores que eles podem vencer o Panamá fora de casa. Tomara mesmo que possamos jogar bem, mesmo diante do barulho dentro e fora de campo dos torcedores panamenhos, além das condições climáticas. Os jogadores estão focados apenas no futebol, e a presença de torcida adversária é normal, temos de saber lidar com isso”, afirmou.

O jogo

O espaçoso estádio Rommel Fernández (32 mil lugares), na Cidade do Panamá, capital do país, contava com um bom público, de 20 mil torcedores, entusiasmados com a possibilidade de o Panamá atingir a Fase Final das Eliminatórias Concacaf. Numa demonstração de patriotismo, os jogadores foram recepcionados com uma linda festa, que envolveu um bandeirão, papel picado e cada atleta carregou uma bandeira do país!

E a energia vinda das arquibancadas logo levou o Panamá ao ataque. Com 50 segundos de bola rolando, o meia Amílcar Henríquez, 29 anos, do Independiente Medellín (Colômbia), fez boa jogada pela esquerda, tabelando com o bom atacante Blas Pérez, 31, do FC Dallas (Estados Unidos). Henríquez recebeu a devolução dentro da área e foi até a linha de fundo, cruzando para trás. No momento certo, apareceu um canadense, que isolou a bola para a linha lateral!

Pouco depois, aos sete minutos, Armando Cooper fazia outra jogada pela esquerda e chegou a cruzar, mas os refletores do estádio se apagaram neste momento, e o árbitro salvadorenho Elmer Bonilla teve de interromper a partida. Depois de 15 minutos de paralisação, o jogo foi retomado, e o Canadá quase inaugurou o marcador. O lateral Marcel de Jong, 25 anos, do Augsburg (Alemanha), recebeu passe na esquerda e cruzou…

Na segunda trave estava o meia Atiba Hutchinson, 29, do PSV Eidhoven (Holanda), que se esticou todo a fim de rolar a bola para as redes, mas não a alcançou. Àquela altura, o Canadá já estava sem o bom atacante Dwayne de Rosario, 34 anos, do DC United (Estados Unidos), que deixara o campo aos sete minutos, contundido.

O Panamá também teve uma chance, em passe do meia Armando Cooper, 24 anos, do Godoy Cruz (Argentina), que serviu Amílcar Henríquez, na entrada da área. Ele se desvencilhou da marcação de dois canadenses e emendou um chute forte de pé direito, que o goleiro Lars Hirschfeld, 33 anos, do Valerenga (Noruega), deu sorte de conseguir espalmar! Na sobra, o lateral Eduardo Dasent, 23, do Tauro (Panamá), conseguiu mandar a bola para a área da direita, que saiu em tiro de meta.

Os donos da casa começaram a dominar a partida e a perder chances de marcar. Numa delas, o meia Gabriel Gómez fez tabelinha com um companheiro na entrada da área, que rolou para ele finalizar de fora. O chute saiu torto, rumo à linha de fundo, sem perigo para o Canadá. Aos 22 minutos, Armando Cooper cobrou escanteio pela direita e encontrou a cabeça do atacante Rolando Blackburn, 22 anos, do FK Senica (Eslováquia). Ele ganhou dos zagueiros no alto e cabeceou no canto direito de Lars Hirschfeld, levando os torcedores à loucura! 1 a 0 Panamá!

No segundo tempo, a primeira chance foi dos visitantes. O meia Patrice Bernier, 33 anos, do Montreal Impact (Canadá), cobrou falta da entrada da área, pela esquerda, e colocou a bola na segunda trave. Quando a bola ia saindo, Marcel de Jong conseguiu tocá-la para trás. Porém, o goleiro panamenho Jaime Penedo, 31, do Municipal (Guatemala), estava atento no lance, e se antecipou ao atacante Tosaint Ricketts, 25, do Valerenga (Noruega), que teria amplas condições de fazer o gol!

Aos 12 minutos, o Panamá é quem balançou as redes! Numa linda jogada pela esquerda do meia Alberto Quintero, 24 anos, do Chorrillo (Panamá), ele tabelou com um companheiro e recebeu de volta. Depois de deixar o zagueiro David Edgar, 25, do Burnley (Inglaterra), no chão, Quintero trouxe a bola até a linha de fundo, dentro da área, e esperou a saída de Lars Richfeld para apenas tocar para trás. Ali estava Blas Pérez, que pegou de primeira, chutando no alto e saindo para comemorar! 2 a 0 Panamá! Que espaço deu a defesa do Canadá, não é mesmo?

Com o prejuízo de dois gols, o Canadá tentou atacar, mas apenas conseguia chegar à área panamenha por meio de cruzamentos e chutes de fora da área, que não incomodaram a defesa adversária, que até poderia ter feito mais um gol, mas ficou só nisso! Panamá 2 a 0 sobre o Canadá, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

O técnico trinitino do Canadá, Stephen Hart, criticou a postura de seus atletas: “Não tem desculpa, fomos piores em tudo, desde desarmes até posse de bola. Creio que o fator psicológico de termos levado um gol ainda no primeiro tempo pesou sobre os jogadores, que sentiram o placar adverso e não conseguiram reagir”, lamentou.

Como não poderia ser diferente, o astral do técnico panamenho Julio Dely Valdés, 45 anos, ex-atacante da seleção (1990-05), era completamente outro: “Demos um passo importante para alcançar o Hexagonal Final. Não podemos pensar que estamos classificados, mas estamos perto disso. Quando eu assumi a seleção, disse aos jogadores que objetivo era ser um dos grandes da região, o que não seria fácil, e ainda mais difícil seria se manter neste patamar. Depois de algum tempo estamos entre os melhores, depois de México e Estados  Unidos”, comemorou.

Após quatro rodadas, o Panamá voltou à liderança do Grupo C, com nove pontos, dois de vantagem para Honduras e Canadá, ambos com sete pontos. Os hondurenhos levam vantagem sobre os canadenses no saldo de gols (2 contra 0), enquanto Cuba, já matematicamente eliminada, ainda não pontuou. Na penúltima rodada, o Canadá recebe os cubanos, enquanto o Panamá jogará em casa diante de Honduras, podendo assegurar a classificação para a Fase Final.

O jogo completo

Imagem de Amostra do You Tube

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede