Austrália vira jogo contra o Iraque nos minutos finais

A disputa no Grupo B das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo 2014 está toda embolada, tudo porque a Austrália conseguiu uma importante vitória diante do Iraque, jogando em Doha, capital do Catar – o Iraque não pode mandar partidas em casa. Antes do jogo, o técnico alemão dos australianos, Holger Osieck, 64 anos, sabia das dificuldades:

“A partida contra o Iraque não será fácil, precisamos estar prontos. Perdemos para a Jordânia [por 2 a 1, fora de casa] e os jogadores sabem que devem melhorar o desempenho. As condições do tempo não estão muito ruins e creio que não nos atrapalhará. Precisamos dos três pontos para recolocar nossa campanha nos trilhos”, afirmou.

O técnico brasileiro dos iraquianos, o ex-jogador Zico, 59 anos, utilizou o mesmo tom: “Esperamos uma partida difícil contra a Austrália, que é um time forte. Treinamos muito bem e tomara que possamos conseguir uma importante vitória. Conversei com os jogadores sobre a importância do jogo e eles sabem a necessidade dos três pontos. Temos de nos concentrar, possuímos bons jogadores e estamos prontos para fazer um bom jogo”, encerrou.

O jogo

O estádio Grand Hamad (30 mil lugares), em Doha, contou com pouquíssimo público de apenas 2.183 torcedores, justamente por não estar em campo a seleção catariana. E logo o time de maior qualidade técnica levou perigo… Em jogada individual, o zagueiro australiano Lucas Neill, 34 anos, do Al Wasl (Emirados Árabes Unidos), finalizou com força, mas mandou por cima do travessão do goleiro Noor Sabri, 28, do Al Naft (Iraque)!

Aos 28 minutos, o goleiro iraquiano trabalhou mais uma vez, ao esticar uma das mãos e cortar um perigoso cruzamento executado pelo atacante Tim Cahill, 32 anos, do New York Red Bulls (Estados Unidos), mandando para escanteio! A bola quase passou por toda a extensão da área do Iraque! Assim como nos jogos anteriores, os australianos dominavam as ações, mas não conseguiam transformá-las em situações claras de gol…

No segundo tempo, aos nove minutos, o meia Mile Jedinak, 28 anos, do Crystal Palace (Inglaterra), apareceu dentro da área a arrematou, mas a bola foi para fora! Pouco depois, a melhor chance dos visitantes. O meia Matt McKay, 29 anos, do Busan Park (Coreia do Sul), entrou na grande área adversária e apenas rolou para trás.

Lá estava o atacante Robbie Kruse, 24, do Fortuna Düsseldorf (Alemanha), que finalizou de dentro da pequena área, mas a bola passou raspando a trave de Noor Sabri! Que chance! Aos 12 minutos, o Iraque teve sua primeira boa chance, com o atacante Younis Mahmood, 29 anos, do Al Wakrah (Catar), que não conseguiu dar sequência ao lance, pois foi agarrado por Lucas Neill, punido com cartão amarelo! Ele ia entrando na área da Austrália – a cobrança de falta não deu em nada!

Aos 25 minutos, Robbie Kruse cruzou da esquerda, mas Tim Cahill falhou ao tentar cabecear dentro da área, perdendo uma boa chance para os visitantes. Dois minutos depois, o Iraque conseguiu um belo contra-ataque e abriu o marcador… Ainda no meio-campo, o meia Ahmed Yaseen, 21 anos, do Örebro (Suécia), lançou na esquerda Younis Mahmood, que se utilizou de toda a sua habilidade para servir de cabeça o atacante Alaa Abdul Zahra, 26, do Duhok (Iraque)!

Livre de marcação na entrada da área, o iraquiano dominou a bola, invadiu a grande área e tocou no canto direito do veterano goleiro Mark Schwarzer, 40 anos, do Fulham (Inglaterra)! Iraque 1 a 0! Porém, a vantagem dos donos da casa durou apenas oito minutos… Em cobrança de escanteio pela esquerda, Matt McKay colocou a bola na marca do pênalti, na cabeça de Tim Cahill, que finalizou sem precisar subir muito, jogando a pelota no canto direito de Noor Sabri! Ele não conseguiu reagir a tempo em razão do grande número de jogadores à sua frente! Iraque 1, Austrália também 1!

Aos 39 minutos, a Austrália virou o jogo. Pela esquerda, o meia Tommy Oar, 20 anos, do Utrecht (Holanda), ficou de frente para o gol, pela esquerda, e mandou a bola dentro da área. Lá estava o atacante Archie Thompson, 34 anos, do Melbourne Victory (Austrália), que apareceu na frente do zagueiro Hussan Kadhim, 25, do Al Naft, e teve liberdade para subir e cabecear no canto esquerdo de Sabri, que não teve culpa no lance! 2 a 1 Austrália

Os iraquianos ainda tiveram uma chance nos minutos finais, mas Mark Schwarzer mostrou segurança ao defender o chute do atacante Mustafa Kareem, 25 anos, do Arbil SC (Iraque)! 2 a 1 Austrália sobre o Iraque, de virada, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

O técnico alemão da Austrália, Holger Osieck, estava mais do que satisfeito: “Estou realmente muito feliz com o resultado, pois nos recuperamos na tabela. A vitória provou que podemos sim sonhar com a Copa do Mundo. É verdade que tivemos sorte de conseguir a virada nos minutos finais, mas dessa vez conseguimos criar as chances e balançar as redes, diferentemente do jogo contra a Jordânia”, comparou.

Já o brasileiro Zico… “Nossa situação agora está muito delicada, pois nos encontramos na lanterna do Grupo B. No entanto, ainda temos quatro partidas e tomara que consigamos voltar à disputa pelas vagas, apesar de que não será uma tarefa fácil. Jogamos bem, mas levamos azar. A chave ainda está embolada e todas as seleções têm chances de classificação ao Mundial”, encerrou.

A vitória alçou os australianos à segunda posição do grupo, com cinco pontos, exatamente a metade do que tem o Japão, líder isolado. Omã também tem cinco pontos e figura em terceiro, na zona de repescagem asiática. Completam a tabela Jordânia (quatro) e Iraque (dois) – todos têm quatro jogos disputados. Na próxima rodada, em 14 de novembro de 2012, o Iraque vai encarar a Jordânia, novamente “em casa”, enquanto a Austrália folga.

Veja todos os jogos das Eliminatórias Asiáticas já disputados!

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede