Costa Rica humilha Guiana e confirma vaga na Fase Final

Os costa-riquenhos já estavam praticamente classificados, pois só perderiam a vaga se El Salvador vencesse o México, na casa do adversáio (veja o resumo da partida), eles perdessem para Guiana, dentro de seus domínios. Derrotando Guiana por apenas 1 a 0, já bastava para a Costa Rica terminar na segunda posição do Grupo B da 3ª Fase das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014. Antes do jogo, o técnico local de Guiana, Jamaal Shabazz, queria uma despedida com dignidade:

“Meu desejo é que possamos fazer o nosso melhor. Durante a campanha, vivemos altos e baixos, mas estamos determinados por nos desperdimos bem das eliminatórias. Vimos que podemos competir a esse nível, mas precisamos de disciplina tática, por exemplo”, analisou.

O jogo

27.500 torcedores acompanharam a partida direto do estádio Nacional (35.100 lugares), localizado na capital da Costa Rica, San José. E o passeio dos donos da casa começou logo aos três minutos de jogo, quando o meia Cristian Bolaños, 28 anos, do Copenhagen (Dinamarca), teve a chance de finalizar pela direita, mas isolou!

Guiana até conseguiu atacar, como aos sete minutos, quando o atacante Gregory Richardson, 30 anos, do Puerto Rico Islanders (Porto Rico), tentou finalizar, mas a bola foi interceptada pelo zagueiro Giancarlo Gonzalez, 24, do Valerenga (Noruega). Aos nove, Cristian Bolaños fez boa jogada pelo meio e serviu o atacante Álvaro Saborío, 30 anos, do Real Salt Lake (Estados Unidos)…

Dentro da área, ele tentou finalizar cruzado, mas pegou muito mal e até caiu no gramado! Sorte da Costa Rica que a finalização resultou num passe sem querer para o atacante Randall Brenes, 29 anos, do Cartaginés (Costa Rica), que na linha da pequena área se esticou e mandou para as redes! 1 a 0 Costa Rica! Aos 14 minutos, os donos da casa ampliaram, em mais uma jogada de Cristian Bolaños.

Ele estava marcado por dois adversários, mas percebeu o deslocamento do lateral Gamboa Luna, 22 anos, do Rosenborg (Noruega), pelo meio. Ele fez a tabelinha com o companheiro, que recebeu livre de marcação, entrou na área pela direita e disparou um lindo chute, que entrou no canto direito do goleiro Derrick Carter! 2 a 0 Costa Rica! Aos 20 minutos, os donos da casa viram Randall Brenes cabecear perto da trave, para fora!

Aos 33 minutos, foi a vez de Gregory Richardson tentar mais uma finalização por Guiana, mas saiu para fora, sem perigo. Foi um chute forte, mas sem direção. Aos 41 minutos, a Costa Rica acertou a trave… O meia Michael Barrantes, 29 anos, do Aalesund (Noruega), emendou um arremate forte, que explodiu na trave e voltou ao campo de jogo. Brenes e Saborío tentaram pegar o rebote, mas não conseguiram!

No minuto seguinte, Álvaro Saborío finalizou, mas Derrick Carter fez a defesa parcial. No rebote, o meia Allen Guevara, 23 anos, da Alajuelense (Costa Rica), teve outra chance de marcar o terceiro, mas o goleiro guianense apareceu de novo e salvou os visitantes! No segundo tempo, os anfitriões ampliaram logo aos três minutos. Álvaro Saborío recebeu passe na direita, dentro da área, e cruzou para o meio dela, onde estava totalmente livre de marcação Randall Brenes. Na pequena área, ele desviou tranquilamente para as redes, de cabeça! 3 a 0 Costa Rica!

Aos seis, o zagueiro guianense Walter Moore, 28 anos, do Caledonia AIA (Trinidad & Tobago), derrubou Álvaro Saborío dentro da área e acabou sendo expulso pelo árbitro hondurenho Héctor Rodríguez! Na cobrança, o mesmo jogador correu para a bola e tocou no canto esquerdo de Carter, que escolheu o direito! 4 a 0 Costa Rica!

Aos 16 minutos, é mais um gol da Costa Rica, claro! Cristian Bolaños recebeu passe pela direita, invadiu a área e mesmo sem muito ângulo finalizou forte, num chute que ainda desviou na perna do zagueiro Colin Nelson, 21 anos, do Caledonia AIA, enganando Derrick Carter! 5 a 0 Costa Rica! Aos 25 minutos, outra rede balançada…

O lateral Cristian Gamboa fez tabelinha com o meia Jose Cubero, 25 anos, do Herediano (Costa Rica), e recebeu o passe dentro da área, pela direita. Junto à linha de fundo, ele tocou para o meia Celso Borges, 24 anos, do AIK (Suécia), que estava na primeira trave, e viu o companheiro finalizar no alto, sem chances para o goleiro de Guiana! 6 a 0 Costa Rica! O último gol da histórica goleada aconteceu aos 32 minutos…

Michael Barrantes cobrou escanteio na esquerda e colocou a bola na segunda trave! Impressionante a falha da defesa de Guiana, que deixou um atacante perigoso como Álvaro Saborío livre de marcação, e ele só pulou e meteu a cabeça na bola! Derrick Carter ainda tocou nela, mas não conseguiu segurar! 7 a 0 Costa Rica!

Aos 36 minutos, os donos da casa ainda poderiam ter marcado mais um, quando o zagueiro Charles Pollard, 39 anos, do North East Stars (Trinidad & Tobago), derrubou o atacante Joe Campbell, 20, do Real Bétis (Espanha), dentro da área! O pênalti foi marcado, mas dessa vez Carter defendeu a cobrança de Álvaro Saborío, em dois tempos! Costa Rica 7 a 0 sobre Guiana, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

A vitória colocou a Costa Rica na segunda posição, com dez pontos, oito atrás dos mexicanos, que acumularam 100% dos pontos. El Salvador ficou com apenas cinco pontos, enquanto Guiana terminou com um, na lanterna, com cinco gols marcados e 24 contra, a pior defesa da 3ª Fase. As datas do Hexagonal Final serão sorteadas em 7 de novembro de 2012.

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede