Estados Unidos eliminam Guatemala e se garantem na Fase Final

A vida dos Estados Unidos na última rodada do Grupo A da 3ª Fase das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo 2014 era relativamente fácil. Jogando em casa, bastava vencer a Guatemala e comemorar uma vaga no Hexagonal Final. Antes do jogo, o técnico alemão Jürgen Klinsmann, 48 anos, mostrava entusiasmo:

“Todo o nosso foco está no jogo contra a Guatemala. O time está perto e consciente das obrigações: devemos matar o jogo o mais rápido possível e classificar. Estamos muito felizes em saber que todos os ingressos foram vendidos! Estamos pronto para a partida!”, encerrou.

O experiente atacante guatemalteco Dwight Pezzarossi, 33 anos, do Comunicaciones (Guatemala), também estava confiante: “Os Estados Unidos são uma grande equipe, mas nós temos tentado de toda maneira chegar à Copa do Mundo, ficando perto da Alemanha, em 2006. Sabemos claramente que temos de ganhar ou empatar e vamos lutar pela classificação. Daremos tudo de nós para alcançar o Hexagonal Final”, avisou.

O jogo

O estádio Livestrong Sporting Park (18.467 lugares), em Kansas City, estava com quase todas as cadeiras ocupadas, isso porque alguns torcedores não devem ter podido acompanhar a partida do estádio. Sorte dos outros 16.947 apoiadores da seleção estadunidense, que viram um jogo cheio de emoção! Logo aos cinco minutos, no primeiro ataque com algum perigo, o meia Jose Contreras, 26 anos, do Comunicaciones (Guatemala), fez lindo lançamento do campo de defesa…

Ele encontrou o atacante Carlos Ruiz, 33 anos, do Veracruz (México), que dominou com total liberdade e esperou a definição do goleiro Tim Howard, 33, do Everton (Inglaterra), para driblá-lo com alguma facilidade e tocar para as redes vazias! 1 a 0 Guatemala, numa enorme surpresa! Porém, a alegria dos guatemaltecos, que estavam se classificando com o resultado, durou pouco…

Aos dez minutos, o meia Graham Zusi, 26 anos, do Sporting Kansas City (Estados Unidos), cobrou escanteio pela direita e colocou a bola na primeira trave. O atacante Clint Dempsey, 29, do Tottenham (Inglaterra), subiu e conseguiu um leve desvio de cabeça. Na pequena área, o lateral Carlos Bocanegra, 33 anos, do Racing Santander (Espanha), se esticou todo e mandou para as redes, sem chances para o goleiro Ricardo Jerez Jr! Estados Unidos 1, Guatemala também 1!

O gol acalmou os donos da casa, que aí sim dominaram as ações e pressionaram muito a Guatemala, que mal conseguia invadir o campo de defesa dos anfitriões. Aos 18 minutos, os Estados Unidos marcaram mais um gol. O zagueiro Steve Cherundolo, 33 anos, do Hannover 96 (Alemanha), lançou desde o campo de defesa o atacante Eddie Johnson, 28, do Seattle Sounders (Estados Unidos).

Aberto na direita, ele entrou na área e cruzou rasteiro, encontrando Dempsey dentro da pequena área! Ricardo Jerez Jr saiu do gol para tentar ficar com a bola, não a alcançou, e aí o atacante do Tottenham ainda teve de dar um carrinho e desviar a bola para as redes vazias! 2 a 1 Estados Unidos, de virada! E a Guatemala estava sendo eliminada… Perdendo, os visitantes tentaram ir para cima e até chegaram, como aos 20 minutos. Jose Contreras recebeu passe dentro da área, pela esquerda, e quis cruzar, mas a bola bateu num zagueiro e quase tomou o caminho do gol, com Tim Howard voando na bola e espalmando para o lado!

Aos 28 minutos, Graham Zusi apareceu na direita e da entrada da área cruzou. A bola foi até Eddie Johnson, na esquerda, dentro do retângulo guatemalteco, que não perdeu tempo e desviou de cabeça para o meio da área! O atacante Herculez Gomez, 30 anos, do Santos Laguna (México), estava dentro da pequena área e pronto para mandar para as redes, mas  Ricardo Jerez Jr saiu muito bem e deu um leve tapa na bola, tirando-a do estadunidense!

E só dava Estados Unidos! Aos 35 minutos, Graham Zusi tentou tocar para o meia Michael Bradley, 25 anos, da Roma (Itália), que não dominou, mas teve sorte. A bola ficou com Herculez Gomez, que tocou de primeira para Bradley, livre dentro da área, na direita! Ele foi esperto e tocou na saída de Jerez Jr., para desvio de Clint Dempsey, livre na pequena área! 3 a 1 Estados Unidos, e partida praticamente liquidada!

No segundo tempo, os donos da casa continuaram em busca de mais gols. Aos nove minutos, Steve Cherundolo fez tabelinha com Gomez, que devolveu ao lateral estadunidense, livre na direita. Cherundolo foi até a linha de fundo e cruzou, mas o zagueiro Rubén Morales, 25 anos, do Cobán Imperial (Guatemala), afastou de cabeça. A sobra ficou com o meia Danny Williams, 23 anos, do Hoffenheim (Alemanha), que disparou um petardo da entrada da área…

Ricardo Jerez Jr fez a defesa parcial, mas soltou a bola nos pés de Eddie Johnson, que finalizou em cima do goleiro guatemalteco, que aí sim ficou com a bola! Aos dez minutos, Herculez Gomez recebeu ótimo passe entre a defesa da Guatemala, girou sobre o zagueiro Elías Vásquez, 20 anos, do Comunicaciones, na entrada da área, e cruzou para Clint Dempsey, que por pouco não desviou de cabeça! Que lindo lance dos Estados Unidos!

Aos 15 minutos, a Guatemala quase diminuiu o prejuízo… Jose Contreras recebeu passe na esquerda, já dentro da área, e cruzou procurando no atacante Minor López, 25 anos, do Deportes La Serena (Chile). Tim Howard falhou no lance, mas conseguiu o desvio com o pé, suficiente para tirar o guatemalteco da jogada, que chegou atrasado!

Quatro minutos mais tarde, Graham Zusi estava na direita do ataque, e tocou para Michael Bradley. Dentro da área, ele driblou Carlos Ruiz, que tentou desarmá-lo, mas acabou derrubando o estadunidense dentro da área! O árbitro panamenho Roberto Moreno nada marcou, mas pareceu pênalti num primeiro momento! No replay, ficou clara a simulação de Bradley! E não há tempo para mais nada! 3 a 1 Estados Unidos sobre a Guatemala, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

Vitorioso, o alemão Jürgen Klinsmann fez vários agradecimentos: “Quero parabenizar a sensacional torcida que esteve hoje, aqui, com pessoas participando do jogo e nos ajudando! Foi fenomenal! Até os jogadores que atuam na Europa, acostumados com isso, se entusiasmaram. Tomamos o primeiro gol, mas não desistimos e poderíamos até ter marcado um quarto gol. Mas estou feliz com tudo”, encerrou.

O atacante Carlos Ruiz estava bem chateado, no ato de sua aposentadoria: “Esse foi meu último jogo pela seleção, quero agradecer a todos, torcedores, família, jogadores, pelo apoio. Dói eu não ter conseguido levar a Guatemala à uma Copa do Mundo como jogador, mas vou tentar ajudar a seleção de outras maneiras. É hora de utilizar os jovens”, finalizou, visivelmente triste.

A vitória deixou os Estados Unidos na liderança, com 13 pontos em seis jogos, com a Jamaica, também classificada, em segundo lugar, com dez pontos. A Guatemala também somou dez, mas levou desvantagem no saldo de gols (3 contra 1). Na lanterna, Antígua & Barbuda ficou com apenas um ponto. As datas do Hexagonal Final serão sorteadas em 7 de novembro de 2012.

Veja a classificação de todos os grupos das Eliminatórias Concacaf

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede