Iraque vence Jordânia e continua sonhando com a Copa do Mundo

Os iraquianos sabiam que uma vitória hoje deixava em aberto o Grupo B das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo 2014. Mas a pressão estava em cima dos comandados do técnico brasileiro Zico, 59, que caso não derrotassem a Jordânia, poderiam praticamente dizer adeus ao sonho do Mundial:

“A partida é definitivamente importante para ambos os times e quem vencer conseguirá crescer na chave. Depois de nossa derrota frente aos australianos, por 2 a 1, em casa (veja todos os detalhes), precisamos nos recuperar e alcançar a primeira vitória. Preparamo-nos bem para o jogo e tomara que consigamos um bom desempenho, mesmo sem alguns jogadores importantes, fora por contusão”, avaliou.

O técnico iraquiano da Jordânia, Adnan Hamad, 51, estava esperançoso por vencer a seleção de seu país: “Nossos treinamentos foram muito bons e estamos prontos para enfrentar o Iraque. Os jogadores têm de ser capazes de aprender algumas lições com as derrotas anteriores, para que possamos estar melhor hoje. Vamos consertar nossos erros no meio-campo e na defesa e estudamos bem os iraquianos. Tomara que possamos converter nossas chances e sair com os três pontos”, finalizou.

O jogo

O impedimento do Iraque de jogar em solo nacional, imposto pela FIFA, obrigou a equipe a atuar em Doha, capital do Catar, no estádio Grand Hamad (30 mil lugares). Por esta razão, apenas 1.755 torcedores compraram ingressos e acompanharam a disputada partida. A primeira boa chance do jogo foi da Jordânia, logo aos 13 minutos de bola rolando…

Houve cruzamento para a área de longa distância, mas mesmo assim o atacante Tha’er Bawab, 27, do Gaz Metan Medias (Romênia), teve muito tempo para marcar, mas errou o alvo, ao cabecear sozinho, de dentro da pequena área, mandando por cima do gol de Noor Sabri, 28, do Al Naft (Iraque). Pouco depois, o Iraque levou certo perigo.

Depois de cobrança de falta pela esquerda, o goleiro jordaniano Amer Shafia, 30, do Al Wahdat (Jordânia), saiu do gol e conseguiu tirar a bola de soco. Mas ela sobrou na entrada da área para o jovem zagueiro Ahmed Ibrahim, 20, do Arbil (Iraque), que finalizou dali mesmo. O chute rasteiro não tinha a direção do gol, mas Shafia não quis arriscar e fez a defesa no canto direito.

O jogo estava aberto e qualquer um dos dois times poderia abrir o placar. Aos 31 minutos, a classe do atacante Abdullah Deeb, 25, do Al Wahdat, quase resultou no primeiro gol da Jordânia. No primeiro lance, ele finalizou de dentro da área, mas a bola foi para fora! Três minutos depois, o bom atacante jordaniano recebeu passe na entrada da área, pela esquerda, e finalizou dali mesmo, obrigando Noor Sabri a saltar no canto esquerdo e espalmar para o lado!

No segundo tempo, o jogo continuou aberto, com chances para os dois lados. Aos sete minutos, Tha’er Bawab estava na marca do pênalti, mas errou o alvo na hora da finalização, perdendo um bom ataque. Aos 15 minutos, a figura de Noor Sabri apareceu para salvar a pele do Iraque…

O lateral Basem Fathi, 30, do Al Wahdat, fez boa jogada pelo lado e cruzou para a grande área. Dentro da pequena área, o meia Hasan Abdel Fattah, 30, do Al Khor (Catar), conseguiu o desvio leve, que entraria no gol, mas Sabri esticou uma das pernas e impediu a festa da Jordânia! Aos 27 minutos, o atacante Husam Ibrahim, 25, do Baghdad (Iraque) testou o goleiro Amer Shafia, que fez a defesa depois de um forte chute do adversário.

Nos minutos finais, a Jordânia pressionou muito o Iraque, mas acabou levando o golpe de misericórdia, já aos 41 minutos… Os donos da casa tocaram a bola calmamente, até que ela chegou para o atacante Hamadi Ahmed, 19, do Al Quwa Al Jawiya (Iraque). Ele estava de costas para o gol, na entrada da área, mas mostrou habilidade ao girar rapidamente e disparar um chute forte, que entrou no canto direito de Amer Shafia, que tocou de leve na bola, mas insuficiente para impedir a abertura do placar! 1 a 0 Iraque!

Faltando um minuto para o fim do jogo, a Jordânia ficou a poucos centímetros de empatar a partida, mas Noor Sabri foi o herói iraquiano! O atacante Hamza Al Dardour, 21, do Najran (Arábia Saudita), recebeu cruzamento da direita e dominou a bola dentro da grande área, só com o goleiro iraquiano à frente! Ele finalizou, mas Sabri conseguiu a defesa, e ainda teve tempo de erguer o braço direito e impedir que Hasan Abdel Fattah apenas rolasse para as redes, livre de marcação! Milagre em Doha, que assegurou o triunfo dos anfitriões! 1 a 0 Iraque sobre a Jordânia, PLACAR FINAL!

Imagem de Amostra do You Tube

Depois do apito

Zico estava muito feliz com a vitória do Iraque: “É um grande triunfo e brigamos para conseguir nossa primeira vitória. Sabia que este jovem elenco não tinha a experiência que talvez iríamos precisar, mas estava confiante na habilidade dos atletas. Falei aos jogadores que o que importa no futebol é o esforço e não  o fato de jogar em clubes grandes. Eles estiveram organizados e sabiam a hora certa de atacar e defender”, comentou o brasileiro.

A vitória deixou o Iraque na terceira posição, com cinco pontos em cinco partidas, atrás da Austrália, que também acumulou o mesmo número de pontos, mas tem um jogo a menos. A Jordânia não está fora da Copa do Mundo 2014, mas aparece com quatro pontos em cinco partidas, precisando ganhar os próximos compromissos. Na próxima rodada, em 26 de março de 2013, a Jordânia recebe o Japão, enquanto o Iraque vai folgar.

Veja todos os jogos das Eliminatórias Asiáticas já disputados!

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede