Zâmbia e Gana vencem e disputam vaga na fase final

O Grupo D contava três boas forças e um saco de pancadas (Lesoto), tinha disputa que prometia ser acirrada. Porém, o Sudão perdeu três pontos contra Zâmbia, por escalar um atleta irregular, e ficou para trás na classificação. Na rodada, Gana chegou a levar o empate dos sudaneses, mas balançou as redes adversárias no segundo tempo e somou três pontos.

Diante do fraco Lesoto, e ainda jogando em seus domínios, Zâmbia não tomou conhecimento do adversário, também conseguiu a vitória e tem vantagem de um ponto na tabela de classificação. Veja a partir de agora os melhores lances das duas partidas.

Classificação das Eliminatórias Africanas

Zâmbia 4×0 Lesoto

Os zambianos foram alçados ao rol das grandes seleções do continente depois do título da Copa Africana de Nações 2012, e o novo status traz responsabilidade aos comandados do técnico francês Hervé Renard de classificar a equipe para a Copa do Mundo 2014. O ministro do interior, Chishimba Kambwili, exigiu em entrevista que os Chipolopolo carimbem o passaporte para a competição, diferente do treinador, que adjetivou a possível classificação como “segundo milagre”.

A equipe de Renard vem promovendo testes em todas as regiões do país, em busca de jovens promessas para o futuro, enquanto atletas importantes, como o meia Felix Katongo e Joseph Musonda, foram deixados de lado. Já o técnico de Lesoto, Leslie Notsi, sabia que a partida seria difícil, mas esperava vencer, tarefa bastante improvável, dada a qualidade dos times. Ao contrário do que Notsi afirmou, o futebol de Lesoto ainda está longe de ser conhecido pela qualidade.

Num jogo de um time só, como era de se esperar, o primeiro gol zambiano surgiu aos 36 minutos, marcado pelo atacante Jacob Mulenga, do Utrecht (Holanda), numa linda finalização acrobática de dentro da área. No segundo tempo, o atacante Christopher Katongo, do Henan Jianye (China), ampliou a vantagem. Dois minutos depois, Mulenga chutou forte e o goleiro Mohau Kuenane, do Lioli (Lesoto), não conseguiu defender.

Já no final da partida, o atacante Collins Mbesuma, do Orlando Pirates (África do Sul), cabeceou forte e fechou o placar, num jogo que Lesoto atacou muito pouco, sem grande perigo para o goleiro Kennedy Mweene, do Free State Stars (África do Sul). Houve festa no país após a partida, mas um triste fato comoveu a população: um motorista sem carteira invadiu o passeio durante as comemorações e atropelou seis pedestres, entre eles uma menina de oito anos, que acabou falecendo, além de outra pessoa.

Katongo concedeu entrevista à imprensa e agradeceu o apoio da torcida, provocando os sudaneses ao dizer que Zâmbia vai conquistar os seis pontos de junho de 2013. Já Leslie Notsi sabe que está eliminado, mas jogará as duas partidas restantes pelo orgulho da nação.

Local: estádio Levy Mwanawasa (44 mil lugares)

Público: 36 mil torcedores

Gols: Jacob Mulenga/ZAM (36’|1º) e 18’|2º), Christopher Katongo/ZAM (16’|2º) e Collins Mbesuma/ZAM (38’|2º)

 Sudão 1×3 Gana

Os ganeses são grandes na África, mas a perda do título continental em 2013, caindo nas semifinais para Burquina Fasso, causou preocupação no país. Antes do torneio, o auxiliar-técnico ganês, Maxwell Konadu, apontava que os Estrelas Negras iriam longe nas eliminatórias 2014. Porém, os erros admitidos pelo próprio treinador, Kwesi Appiah, na CAN 2013 (ele disse em entrevista que errou a montagem tática do time e que esperava ter aprendido com as dificuldades), a classificação à fase final do qualificatório ficou em dúvida.

Por esta razão, a partida contra o combalido Sudão, que chegou a reclamar na Corte Arbitral do Esporte contra a perda dos três pontos diante de Zâmbia, mas não teve êxito, era de tamanha importância. E mesmo jogando fora de seus domínios, Gana alcançou os três pontos. O primeiro gol dos visitantes surgiu aos 20 minutos, depois de muita confusão na área…

O goleiro sudanês Ehab Mohammed, do Al Merreikh (Sudão), salvou o chute do atacante Richmond Boakye, do Sassuolo (Itália), enquanto um zagueiro impediu finalização de outro ganês. Na terceira tentativa, a bola caiu nos pés do atacante Asamoah Gyan, do Al Ain (Emirados Árabes Unidos), que dominou e chutou no ângulo, abrindo o marcador.

Pouco depois, o zagueiro Richard Boateng, do Mazembe (República Democrática do Congo), cometeu pênalti a favor do Sudão, e acabou expulso. O atacante Mudather El Tahir, do Al Hilal Omdurman (Sudão), cobrou com tranquilidade e empatou. No segundo tempo, mesmo com um atleta a menos, Gana pulou à frente no placar mais uma vez. Asamoah Gyan apareceu na área e cabeceou livre, acertando o alvo. No final da partida, o conhecido meia Suleyman Muntari, do Milan (Itália), cobrou escanteio e Ehab Mohammed aceitou, mandando a bola para as próprias redes ao tentar fazer a defesa!

Local: estádio de Khartoum (15 mil lugares)

Público: 3.211 torcedores

Gols: Asamoah Gyan/GAN (20’|1º), Mudather El Tahir/SUD (26’|1º), Asamoah Gyan/GAN (12’|2º) e Suleyman Muntari/GAN (38’|2º)

Imagem de Amostra do You Tube

Classificação

A disputa no Grupo D está acirrada. Zâmbia lidera com dez pontos, mas a vantagem para Gana é de apenas um, faltando dois jogos para o fim – as equipes se enfrentam na última rodada, em setembro de 2013, em Gana. Matematicamente eliminados, Lesoto (dois) e Sudão (um) apenas cumprem tabela.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede