Angola goleia Libéria, mas ambos estão eliminados

Fora da briga pela vaga do Grupo J na fase final das Eliminatórias Africanas, Angola e Libéria só entraram em campo para decidir quem não terminaria a segunda fase da competição na lanterna da chave. Atuando em casa, os angolanos tiveram pouco apoio dos torcedores, mas somaram os três pontos diante de uma Libéria cheia de problemas.

Em 7 de setembro, dia do jogo, a FIFA anunciou punição à federação liberiana, por má conduta dos torcedores na partida diante de Senegal, em 16 de junho/2013. A entidade foi multada em 21 mil dólares, com prazo de pagamento em 30 dias. Não foi a primeira vez que a FIFA teve de intervir. Já eliminada, os liberianos chegaram à Angola com 17 atletas locais e apenas um que atua no exterior, o meia Prince Boley, do Stallion FC (Filipinas).

Angola 4×1 Libéria

Mais preparada, Angola não demorou a inaugurar o placar. Logo aos dois minutos, um atleta dos donos da casa cobrou escanteio na direção do atacante Mabululo, do Petro Luanda (Angola), que conseguiu um leve desvio. Ele deu sorte, pois a bola encontrou o atacante Guedes Lupapa, do Sagrada Esperança (Angola), que desviou de meio-voleio! 1 a 0 Angola!

Esperava-se que os angolanos fizessem mais gols num curto período de tempo, mas não foi o que aconteceu. O segundo só foi anotado no início da etapa final. Aos três minutos, Mabululo aproveitou o imenso espaço deixado pela defesa liberiana e avançou com a bola dominada para dentro da área, pela esquerda.

Ele poderia ter chutado, mas viu um companheiro livre no meio da área e fez o passe. Este tinha pela frente somente o goleiro Nathaniel Sherman, do Nimba United (Libéria), conseguiu driblá-lo com facilidade e tocou na direção das redes. O zagueiro Trokon Zeon, do LISCR (Libéria), tocou de leve e tirou a bola da direção do gol, mas Mabululo estava por ali e completou para as redes vazias… 2 a 0 Angola!

Aos 16 minutos, Angola só teve de trocar passes para alcançar os 3 a 0 no marcador. O atacante Guilherme Afonso, do FC Vaduz (Liechtenstein), fez tabela com Guedes Lupapa e recebeu na frente, já dentro da área. Com muito espaço, ele pegou bem na bola e mandou para as redes! 3 a 0! Apenas três minutos depois, os anfitriões cobraram escanteio e a bola foi na cabeça do zagueiro Abdul, do Petro Luanda, que subiu sozinho e tocou no contrapé de Sherman! 4 a 0 Angola!

Aos 34 minutos, a Libéria se despediu das eliminatórias com um gol de honra, marcado pelo meia Marcus Macauley, do LISCR, que recebeu passe na entrada da área e finalizou bonito, encontrando o canto direito do goleiro Hugo Marques, do Primeiro de Agosto (Angola), que não teve chance de defesa! Angola 4 a 1 em cima da Libéria, PLACAR FINAL! Detalhe que os visitantes ainda terminaram com um a menos, graças à expulsão direta do meia Gideon Williams, do LISCR, aos 43 minutos.

Local: estádio Nacional Tundavala (25 mil lugares)

Público: 3 mil torcedores

Gols: Guedes Lupapa/ANG (2’|1º), Mabululo/ANG (3’\2º), Guilherme Afonso/ANG (16’|2º) e

Imagem de Amostra do You Tube

Classificação

A primeira e única vitória de Angola na segunda fase das eliminatórias deixou a equipe na penúltima posição, com sete pontos, três a mais que a lanterna Libéria. Uganda ficou em segundo lugar, com oito, enquanto o líder Senegal somou 12 pontos e vai encarar a Costa do Marfim na fase final, mata-mata que vale a participação na Copa do Mundo 2014.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede