Cabo Verde vence Tunísia e faz história, mas é punido e fica fora

O Grupo B das Eliminatórias Africanas tinha apenas uma grande força, a Tunísia. Favorita, a equipe realmente começou sem dar chances aos adversários e até já tinha se classificado com um jogo de antecedência. Porém, Cabo Verde ganhou os pontos da partida diante de Guiné Equatorial, que sofreu punição da FIFA, e entrou na briga pela vaga.

A decisão ocorreria num confronto direto, com mando da Tunísia, o que animou o técnico local Nabil Maâloul: “Acho que estamos no caminho certo, mas não está nada decidido. Precisaremos de um total de 13 pontos para alcançarmos a terceira fase”, comentou. De fato, a Tunísia ainda poderia empatar com os cabo-verdianos que se classificaria, algo aparentemente fácil.

Tunísia 0×2 Cabo Verde

Até que o jogo começou melhor para os tunisianos, que tiveram chance da entrada da área, mas o atleta do time da casa errou o alvo, sem muito perigo para o goleiro Vozinha, do Progresso (Angola). Porém, os torcedores da Tunísia ficaram preocupados aos 28 minutos…

Numa grande jogada dos visitantes, um atleta de Cabo Verde apareceu bem no lado esquerdo e, mesmo com a marcação de dois adversários, conseguiu cruzar a bola na área. Ela chegou para o bom atacante Platini, do Omonia (Chipre), que aproveitou a antecipação errada de um zagueiro, dominou a bola e finalizou no contrapé do goleiro Moez Ben                 Cherifia, do Espérance de Tunis (Tunísia)! 1 a 0 Cabo Verde, resultado que classificava os visitantes!

Logicamente, os tunisianos se lançaram ao ataque, mas deixaram espaços na defesa, que os cabo-verdianos aproveitaram muito bem. Num rápido contra-ataque, um atleta dos visitantes trouxe a bola até perto da grande área, na direita, e percebeu o atacante Héldon Ramos, do Marítimo (Portugal), livre de marcação…

Dentro da área e só com Cherifia à sua frente, Hélder mostrou tranquilidade e tocou na saída do goleiro, aumentando a vantagem de Cabo Verde! 2 a 0 para os visitantes, num desespero geral no estádio! No segundo tempo, a Tunísia foi totalmente ofensiva e teve chances, como no chute cruzado que o meia Youssef Msakni, do Lekhwiya (Catar), se esticou todo, mas não alcançou. Os visitantes tiveram a chance de matar o jogo de uma vez por todas, mas falharam na hora da finalização!

Local: estádio Olímpico de Radès (65 mil lugares)

Gols: Platini/CBV (28’|1º) e Héldon Ramos/CBV (42’|1º)

Imagem de Amostra do You Tube

Classificação

É claro que o arquipélago de Cabo Verde fez muita festa após a partida, comemorando a classificação inédita para a fase final das eliminatórias africanas, meses depois de passar de fase na Copa Africana de Nações 2013! A federação tunisiana, provavelmente chocada com a eliminação, demitiu o técnico Nabil Maâloul e decidira apostar num treinador estrangeiro – o nome mais cotado é o holandês Ruud Krol. Porém, hoje, 12 de setembro/2013, a FIFA publicou comunicado em seu site oficial…

O zagueiro Fernando Varela, do Steaua Bucharesti (Romênia), foi expulso no jogo contra a Guiné Equatorial, em 24 de março/2013, sendo punido com quatro jogos de suspensão. Na partida contra a Tunísia, ele estaria cumprindo o terceiro. O problema é que a própria FIFA anulou a partida contra os guiné-equatorianos, razão pela qual Cabo Verde ganhou os pontos e entrou na briga pela classificação.

Por enquanto Cabo Verde está fora, mas a federação local deve recorrer da decisão, alegando que, como a expulsão ocorreu num jogo anulado, ela não teria efeito. Uma bagunça que poderia ter sido evitada, mas que pode ter novos capítulos! Por enquanto, a Tunísia soma 14 pontos e está classificada, cinco a mais que Cabo Verde – o sorteio dos confrontos da fase final será em 16 de setembro, data-limite para que se tome alguma decisão.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede