Carta aberta a atletas, comissão técnica e povo jordaniano

Em 23 de julho de 2011, vocês começaram a caminhada nas eliminatórias 2014. 17 mil pessoas estiveram em Amã para acompanhar a goleada de 9 a 0 sobre Nepal. O confronto da segunda fase era fácil e a Jordânia avançou sem dificuldades. Mas os desafios a seguir eram maiores: encarar Iraque e China, que já disputaram Copa do Mundo.

Mas vocês venceram os adversários e conseguiram a classificação para a quarta fase. Agora, os oponentes seriam grandes seleções da Ásia, como Austrália e Japão. Mas o povo que vocês representam ficou eufórico com as incríveis vitórias sobre ambos, dentro de casa, algo que ninguém imaginava.

Nem mesmo na repescagem asiática, diante do Uzbequistão, a Jordânia era favorita. Mas, vocês jogadores, membros da comissão técnica e federação jordaniana superaram mais este obstáculo, chegando onde nem o mais otimista jordaniano poderia sonhar. É verdade que a Jordânia não teve chances contra o Uruguai, mas o momento ruim não é maior que o grande feito que alcançaram.

Povo da Jordânia, perdoem os sete atletas que se negaram a defender a pátria em Montevidéu, pois eles não fizeram isso por motivo próprio. Apenas sentiram que não eram dignos de vestir a camisa vermelha depois do primeiro jogo. Mas este não é momento de desistir e abaixar a cabeça, pois nova batalha está para começar!

A Jordânia tem grandes chances de se classificar para a Copa da Ásia 2015 e o time deve focar nesse objetivo! Para evoluir e um dia encarar de igual para igual o Uruguai e outras seleções de renome internacional, vocês devem jogar as grandes competições, começando pelo torneio asiático, para ir subindo degrau a degrau! O primeiro capítulo dessa história, nas eliminatórias 2014, não terminou bem… Mas o momento é de continuar trilhando o caminho do crescimento! Continuem firmes!

Matheus Cruz Laboissière, do Brasil

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede