Bélgica na Copa do Mundo 2014 [Perfil]

Outras seleções

Grupo A: Brasil Croácia | Camarões |  México

Grupo B: Espanha | Holanda | Chile | Austrália

Grupo C: Colômbia | Grécia | Costa do Marfim | Japão

Grupo D: Uruguai | Costa Rica | Inglaterra | Itália

Grupo E: Suiça | Equador | França | Honduras

Grupo F: Argentina | Bósnia | Irã | Nigéria

Grupo G: Alemanha | Portugal | Gana | Estados Unidos

Grupo H: Argélia | Rússia | Coreia do Sul

A campanha

Os belgas talvez tivessem alguma dificuldade no Grupo A das Eliminatórias Europeias, já que enfrentariam Croácia e Sérvia. Mas não foi isso que aconteceu. Com muita tranquilidade, a Bélgica ficou com a vaga direta e volta a jogar a Copa do Mundo, depois da eliminação nas oitavas de final no Mundial 2002.

Após duas rodadas, os três candidatos principais da chave – que ainda tinha Escócia, País de Gales e Macedônia – estavam empatados em quatro pontos. Mas os 3 a 0 da Bélgica em cima dos sérvios, fora de casa, logo provou que a equipe era superior.

Mas ainda faltava a Croácia, que também vencia seus jogos e estava empatada com os belgas. Até a Croácia perder para a Escócia em casa, na sétima rodada. Assim, a Bélgica abriu três pontos, diferença que na partida seguinte subiu para cinco, em mais um tropeço croata, agora contra a Sérvia.

A vaga da Bélgica veio na penúltima rodada, com a vitória de 2 a 1 em cima da Croácia, fora de casa. Os belgas somaram 26 pontos e terminaram invictos no Grupo A, com 18 gols marcados e apenas quatro sofridos – a Croácia somou 17.

A tabela da Copa do Mundo 2014

Frases importantes

Marc Wilmots, técnico, 45 anos

“Sou profissional, perfeccionista e meticuloso com as coias. Aprendi isso nos seis anos em que fiquei na Alemanha. Gosto de pontualidade e regras e isso se aplica também aos times, desde o sub-17 até a seleção principal. Quem não segue as regras fica fora dos meus times, mas sei ser flexível também”

“Evoluímos muito nos últimos anos, tanto dentro como fora de campo, mas sei por experiência própria o quão difícil é passar da fase de grupos. Todo jogo em Copa do Mundo é uma final e tudo pode ir por água abaixo por causa de um pênalti ou erro do árbitro. Ficarei chateado se não chegar às oitavas de final, meu primeiro objetivo. Depois, veremos até onde podemos chegar”

A seleção

Estreia oficial: Bélgica 3×3 França (1 maio/1904)

Maior goleada a favor: Bélgica 9×0 Zâmbia (4 junho/1994) e Bélgica 10×1 San Marino (28 fevereiro/2001)

Maior goleada contra: Inglaterra 11×2 Bélgica (17 abril/1909)

Participações em Copa do Mundo: 12 edições (1930, 1934, 1938, 1954, 1970, 1982, 1986, 1990, 1994, 1998, 2002 e 2014)

Melhor resultado: quarto lugar (1986)

Jogos em Mundiais: 36 partidas (10v, 9e, 17d), com 46 gols a favor e 63 contra

Os adversários

Argélia: 1 vitória e 1 empate | último: 3×1 (12 fevereiro/2003)

Rússia: 2 vitórias e 1 empate | último: 2×0 (17 novembro/2010)

Coreia do Sul: 2 vitórias e 1 empate | último: 2×1 (5 junho/1999)

O time

Média de idade: 25,5 anos

Os caseiros: Sammy Bossut (Zulte Waregem), Anthony Vanden Borre (Anderlecht) e Laurent Ciman (Standard Liège) – 3 jogadores, ou 13% do elenco

Países dos “estrangeiros”: Inglaterra (11), Espanha (2), Rússia (2), Alemanha (2), Itália (1), Portugal (1) e França (1)

Jogos em Copas: Daniel Van Buyten (4)

Gols em Copas: ninguém

Mais convocações: Daniel Van Buyten (79 partidas)

Menos convocações: Sammy Bossut (nenhuma partida)

Times que mais revelaram: Genk (3), Ajax/Holanda (3), Anderlecht (3), Lille/França (3), Standard Liège (2), Gent (2) e Charleroi (2)

Jogos em 2014

05/03 | Bélgica 2×2 Costa do Marfim

01/06 | Suécia 0×2 Bélgica

07/06 | Bélgica 1×0 Tunísia

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede