Bósnia Herzegovina na Copa do Mundo 2014 [Perfil]

 

Outras seleções

Grupo A: Brasil Croácia | Camarões |  México

Grupo B: Espanha | Holanda | Chile | Austrália

Grupo C: Colômbia | Grécia | Costa do Marfim | Japão

Grupo D: Uruguai | Costa Rica | Inglaterra | Itália

Grupo E: Suiça | Equador | França | Honduras

Grupo F: Argentina | Irã | Nigéria

Grupo G: AlemanhaPortugal | Gana | Estados Unidos

Grupo H: Bélgica | Argélia | Rússia | Coreia do Sul

A campanha

A Bósnia sonhava em disputar sua primeira Copa do Mundo na história e teve sorte ao cair no Grupo G das Eliminatórias Europeias, ao lado de Grécia, Eslováquia, Lituânia, Letônia e Liechtenstein. Os principais adversários na teoria eram gregos e eslovacos, mas estes últimos não se confirmaram na prática e ficaram para trás.

E a Bósnia superou a Grécia no confronto direto. A marca dos bósnios na competição foram as sonoras goleadas, como os 8 a 1 diante de Liechtenstein e os 4 a 1 e 5 a 0 contra a Letônia. Após três rodadas, os três candidatos ficaram empatados em sete pontos, graças ao empate entre bósnios e gregos. Por pouco tempo.

A Grécia despachou a Eslováquia na partida seguinte e continuou com o mesmo número de pontos que a Bósnia até 22 de março de 2013, quando a equipe venceu os gregos (3 a 1) e disparou na liderança. Um susto ocorreu quando a Bósnia foi derrotada pela Eslováquia, em casa, o que permitiu a chegada da Grécia no número de pontos.

Porém, o saldo de gols bósnio era infinitamente maior que o dos gregos, e foi justamente isso que fez a diferença no fim das dez rodadas. Com 25 pontos, a Bósnia teve 24 gols de saldo, contra apenas oito da Grécia, que teve a mesma pontuação.

A tabela da Copa do Mundo 2014

Frases importantes

Safet Sucic, técnico, 59 anos

“Temos uns dez bons jogadores, mas os que estão no banco não estão no mesmo nível. Estamos com força máxima e podemos complicar a vida dos adversários, mas isso muda se perdermos um ou dois atletas. Temos atacantes excepcionais, mas é certo que teremos problemas contra times mais fortes”

“Não há nenhum técnico ou seleção que vai para a Copa do Mundo dizendo ‘vamos ver o que acontece’. O objetivo é passar da fase de grupos, o que não significa que vai acontecer só porque queremos”

Curiosidade: o técnico Safet Susic conhece muito bem um de seus convocados. Trata-se de seu sobrinho, o jovem meia Tino-Sven Susic, 22 anos, do Hadjuk Split (Croácia). E ele sabe da pressão extra: “Já provei que estou no time não por causa do parentesco com meu tio e aprendi a viver com isso”. Tino-Sven Susic só soube da convocação pela internet, pois na Croácia não houve a transmissão da coletiva do tio: “Eu fiquei emocionado, é um sonho de criança se tornando realidade. Eu trabalhei muito para alcançar isso”.

A seleção

Estreia oficial: Albânia 2×0 Bósnia (30 novembro/1995)

Maior goleada a favor: Bósnia 7×0 Estônia (10 setembro/2008) e Liechtenstein 1×8 Bósnia (7 setembro/2012)

Maior goleada contra: Argentina 5×0 Bósnia (14 maio/1998)

Participações em Copa do Mundo: estreante

Melhor resultado: estreante

Jogos em Mundiais: estreante

Os adversários

Argentina: 2 derrotas| último: 2×0 (18 novembro/2013)

Irã: 1 empate e 4 derrotas | último: 2×3 (12 agosto/2009)

Nigéria: nunca se enfrentaram

O time

Média de idade: 26,5 anos

Os caseiros: Asmir Avdukic (Borac Banja Luka) – 1 jogador, ou 4,3% do elenco

Países dos “estrangeiros”: Alemanha (7), Turquia (5), Inglaterra (2), Itália (2), Croácia (2), China (1), Ucrânia (1), Áustria (1) e Hungria (1)

Jogos em Copas: ninguém

Gols em Copas: ninguém

Mais convocações: Zvjezdan Mismimovic (82 partidas)

Menos convocações: Jasmin Fejzic (nenhuma partida)

Times que mais revelaram: Celik Zenica (2) e Zeljeznicar (2)

Jogos em 2014

05/03 | Bósnia 0×2 Egito

30/05 | Bósnia 2×1 Costa do Marfim

03/06 | México 0×1 Bósnia

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede