Coreia do Sul na Copa do Mundo 2014 [Perfil]

Outras seleções

Grupo A: Brasil Croácia | Camarões |  México

Grupo B: Espanha | Holanda | Chile | Austrália

Grupo C: Colômbia | Grécia | Costa do Marfim | Japão

Grupo D: Uruguai | Costa Rica | Inglaterra | Itália

Grupo E: Suiça | Equador | França | Honduras

Grupo F: Argentina | Bósnia | Irã | Nigéria

Grupo G: Alemanha | Portugal | Gana | Estados Unidos

Grupo H: Bélgica| Argélia | Rússia

A campanha

Os sul-coreanos não tiveram muitos problemas em avançar na terceira fase das Eliminatórias Asiáticas, onde enfrentaram Kuwait, Líbano e Emirados Árabes Unidos. Um pequeno susto durante os seis jogos foi a derrota para o Líbano (2 a 1), fora de casa, que deixou o adversário empatar em número de pontos (dez), com o Kuwait ficando dois atrás.

Porém, na última rodada, a Coreia do Sul venceu os kuwaitianos em casa e confirmou a primeira posição, com 13 pontos, três de vantagem para o Líbano. Na fase final, contra seleções de maior qualidade, os sul-coreanos tiveram mais problemas.

A campanha no Grupo A começou bem, com duas vitórias, sobre Catar (4 a 1) e Líbano (3 a 0). O empate com o Uzbequistão não foi de todo ruim, mesmo porque deixou a Coreia do Sul com sete pontos, contra quatro do Irã. Entretanto, no confronto direto, os iranianos sediaram, venceram a partida (1 a 0) e chegaram aos mesmos sete pontos – os uzbeques ficaram no terceiro lugar, com cinco.

O empate com o já praticamente eliminado Líbano (1 a 1), fora de casa, foi um péssimo resultado, mas pelo menos a Coreia do Sul venceu o Uzbequistão (1 a 0, com gol contra do adversário no final do primeiro tempo). Na última rodada, a Coreia do Sul foi superada novamente pelo Irã, em casa, enquanto o Uzbequistão goleou o Catar por 5 a 1, também em seus domínios.

A vaga direta da Coreia do Sul só ocorreu porque os uzbeques deixaram de marcar dois gols, o que os colocaria na segunda posição, jogando os sul-coreanos para a repescagem asiática. Uma eliminatória de baixo nível técnico, mas que a Coreia do Sul teve dificuldades para superar.

A tabela da Copa do Mundo 2014

Frases importantes

Hong Myung-Bo, técnico, 45 anos

“A Copa do Mundo é um evento único no qual você precisa se preparar meticulosamente. Descrever minha experiência como atleta aos jogadores mais jovens não é fácil, já que eles vão atuar na competição pela primeira vez. O mais importante é estar bem preparado e espero que meus atletas entrem na Copa do Mundo cheios de confiança”

Wanderley Pessoa, preparador físico

“Na liga local, a maioria joga no sistema 4-2-3-1 e a seleção nacional também adota este estilo, alterando às vezes para o 4-4-2. Pela minha experiência na Coreia do Sul, o que os adversários certamente verão será um time muito aplicado taticamente e correndo muito, disputando cada jogada com muita vontade e também lealdade”

“Da seleção atual, eu não colocaria nenhum jogador como destaque individual, e sim um conjunto, pois foi basicamente formada por jogadores que disputaram as últimas Olimpíadas [Londres 2012]. A Coreia do Sul teve reformulação muito grande em relação ao Mundial 2010”

Curiosidade nº1: quem classificou a Coreia do Sul para a Copa do Mundo 2014, mesmo aos trancos e barrancos, foi o técnico local Choi Kang-hee, de 55 anos. Logo após a confirmação da vaga, no entanto, ele pediu para deixar a seleção e voltou ao Jeonbuk Motors. Hong Myung-Bo assumiu o time e vai comandar a seleção asiática no Mundial.

Curiosidade nº2: o veterano meia Park Ji-Sung, que teve bons momentos com a camisa do Manchester United, se aposentou da seleção em 2011. No início de 2014, Hong Myung-Bo deu sinais de que poderia convocá-lo para a Copa do Mundo, mas o jogador declinou o convite: “Não há possibilidade de eu voltar à seleção. Estou agradecido pelo técnico me querer mesmo após três anos de minha aposentadoria, mas não quero tomar o lugar de ninguém”. Em maio de 2014, o jogador se aposentou definitivamente dos gramados.

A seleção

Estreia oficial: Coreia do Sul 5×3 México (2 agosto/1948)

Maior goleada a favor: Coreia do Sul 16×0 Nepal (29 setembro/2003)

Maior goleada contra: Coreia do Sul 0×12 Suécia (5 agosto/1948)

Participações em Copa do Mundo: 8 edições (1986, 1990, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014)

Melhor resultado: quarto lugar (2002)

Jogos em Mundiais: 28 partidas (5v, 8e, 15d), com 28 gols a favor e 61 contra

Os adversários

Bélgica: 1 empate e 2 derrotas| último: 1×2 (5 junho/1999)

Argélia: 1 vitória | 2×0 (13 dezembro/1985)

Rússia: 1 derrota | 1×2 (19 novembro/2013)

O time

Média de idade: 25,7 anos

Os caseiros: Jung Sung-Ryong (Suwon Bluewings), Lee Keun-Ho (Sangju Sangmu), Lee Yong (Ulsan Hyundai), Kim Shin-Wook (Ulsan Hyundai), Kim Seung-Gyu (Ulsan Hyundai) e Lee Bum-Young (Busan IPark) – 6 jogadores, ou 26% do elenco

Países dos “estrangeiros”: Alemanha (5), Inglaterra (4), Japão (3), China (3), País de Gales (1) e Arábia Saudita (1)

Jogos em Copas: Park Chu-Young (5), Ki Sung-Yueng (4), Lee Chung-Yong (4) e Jung Sung-Ryong (4)

Gols em Copas: Lee Chung-Yong (4) (2) e Park Chu-Young (1)

Mais convocações: Park Chu-Young (64 partidas)

Menos convocações: Lee Bum-Young (nenhuma partida)

Times que mais revelaram: Ulsan Hyundai (5), FC Seoul (4), Jeju United (2) e Busan Ipark (2)

Jogos em 2014

25/01 | Costa Rica 0×1 Coreia do Sul

29/01 | México 4×0 Coreia do Sul

01/02 | Estados Unidos 2×0 Coreia do Sul

05/03 | Grécia 0×2 Coreia do Sul

28/05 | Coreia do Sul 0×1 Tunísia

09/06 | Gana 4×0 Coreia do Sul

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede