Jogos inesquecíveis na Copa do Mundo [Holanda x México]

A terceira partida das oitavas de final da Copa do Mundo 2014 coloca em lados opostos duas seleções de desempenho positivo. A Holanda logo tratou de humilhar a Espanha e ficou com a primeira posição do Grupo B, enquanto o México segurou o Brasil e não deu chances à Croácia, sendo o segundo colocado do Grupo A.

É verdade que os holandeses são favoritos, não só pela maior qualidade técnica de seus jogadores, mas pelo vice-campeonato no Mundial 2010 e também em razão da sina que percorre os mexicanos: nas últimas cinco Copas do Mundo, o México foi eliminado nas oitavas de final.

No confronto entre as seleções há certo equilíbrio, com vantagem da Holanda, com três vitórias, uma a mais que o adversário. Entretanto, na única partida por Mundiais, o resultado de empate prevaleceu… Na Copa do Mundo 1998, Holanda e México fizeram parte do Grupo E, ao lado de Bélgica e Coreia do Sul – holandeses e mexicanos avançaram.

Na terceira e última rodada da chave, as equipes se enfrentaram e logo aos quatro minutos de jogo, a Holanda inaugurou o placar, com o meia Phillip Cocu, que recebeu lançamento longo, ficou cara a cara com o goleiro e tocou na saída sem problemas. Não demorou muito e, aos 18 minutos, o atacante Ronald de Boer recebeu bola dentro da área, dividiu com três zagueiros e ainda encontrou espaço para finalizar de carrinho, no canto do goleiro!

Ainda no primeiro tempo, o meia Marc Overmars teve apenas o goleiro à frente, mas errou na tentativa de tocar por cobertura… Parecia que o México sucumbiria facilmente, mas a equipe latina reagiu no segundo tempo. Depois de Cocu acertar o travessão, os mexicanos aproveitaram cobrança de escanteio e o atacante Ricardo Peláez acertou o alvo.

Já nos acréscimos da partida, aos 49 minutos, um lançamento longo no desespero resultou no empate do México… A bola encontrou o atacante Luis Hernández, que contou com falha do zagueiro Jaap Stam e mandou para as redes! Em 2014, o confronto promete emoções ainda maiores e o México quer muito encerrar a sina de ser eliminado sempre nas oitavas de final. Será que vão conseguir?

Holanda | México

Imagem de Amostra do You Tube

Os confrontos

Retrospecto geral: 3 vitórias da Holanda, 1 empate e 2 vitórias do México

Em Copas: 1 empate

Os times [1998]

Holanda: Edwin van der Sar, Michael Reiziger, Jaap Stam, Frank de Boer, Arthur Numan, Win Jonk, Ronald de Boer, Dennis Bergkamp, Phillip Cocu, Marc Overmars e Edgar Davids [Técnico] Guus Hiddink

México: Jorge Campos, Claudio Suárez, Joel Sánchez, Germán Villa, Duilio Davino, Ramón Ramírez, Alberto García Aspe, Cuauhtemoc Blanco, Luis Hernández, Salvador Carmona e Braulio Luna [Técnico] Manuel Lapuente

Curiosidades

- A Holanda de 1998 tinha os irmãos gêmeos Frank e Ronald de Boer em grande fase, com 28 anos na época e defendendo o Ajax. A dupla hoje tem 44 de idade e ainda trabalha junta, mas fora de campo. Frank de Boer é treinador do Ajax desde 2010 e Ronald é auxiliar-técnico do time de jovens.

- Em 1998, Ajax e PSV Eidhoven foram os times holandeses que mais cederam jogadores para a seleção, com três do time de Amsterdã e seis do PSV. Em 2014, o Ajax emprestou três atletas, o PSV dois e o grande destaque é o Feyenoord, com cinco jogadores na seleção.

- A Holanda de 1998 tinha jogadores de excelente qualidade técnica, como Edwin van der Sar, Dennis Bergkamp, Patrick Kluivert, Clarence Seedorf, Edgar Davids e Phillip Cocu, além dos irmãos De Boer. Mas estes tinham menos convocações para a seleção do que os atuais destaques da Laranja Mecânica: Wesley Sneijder tem mais de 100 jogos, enquanto Robin van Persie tem quase 90.

- O futebol mexicano evoluiu muito entre os Mundiais da França 1998 e do Brasil 2014. No torneio europeu, apenas o goleiro Jorge Campos não jogavam na liga local, defendendo o modesto Chicago Fire (Estados Unidos). Atualmente, são oito atletas atuando fora do país, com destaque para o atacante Javier Hernández, reserva no Manchester United.

- Patrick Kluivert fez dois gols na Copa do Mundo 1998, um deles nas semifinais contra o Brasil, e está no Mundial 2014. Mas acalme-se o Apaixonado por Futebol Alternativo que pensa que é dentro de campo. Kluivert é um dos auxiliares-técnicos de Louis van Gaal, ao lado de Danny Blind.

- Aliás, o zagueiro Danny Blind, o outro auxiliar de Van Gaal desde 2012, tem 52 anos e defendeu a seleção holandesa entre 1986/96, com 42 jogos e um gol. Ele tem a honra de poder dar dicas preciosas ao filho, o lateral-esquerdo Daley Blind, 24 anos, do Ajax. Ele tem 15 partidas pela Holanda e está no Mundial 2014 como titular.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede