México na Copa do Mundo 2014 [Perfil]

Outras seleções

Grupo A: Brasil Croácia | Camarões

Grupo B: Espanha | Holanda | Chile | Austrália

Grupo C: ColômbiaGrécia | Costa do Marfim | Japão

Grupo D: UruguaiCosta Rica | Inglaterra | Itália

Grupo E: SuiçaEquadorFrança | Honduras

Grupo F: Argentina | Bósnia | Irã | Nigéria

Grupo G: AlemanhaPortugal | Gana | Estados Unidos

Grupo H: Bélgica | Argélia | Rússia | Coreia do Sul

A campanha

A campanha dos mexicanos nas Eliminatórias Concacaf começou na segunda fase, na qual a equipe não teve nenhuma dificuldade. No Grupo B, o México venceu todas as seis partidas, contra Costa Rica, El Salvador e Guiana, marcando 15 gols e levando apenas dois. O problema ocorreu no Hexagonal Final.

Nos três primeiros jogos, o México foi muito mal, empatando com Jamaica (0 a 0, em casa),  Honduras (2 a 2, fora de casa) e Estados Unidos (0 a 0, em casa). Na partida contra a Jamaica, adiantada por causa da participação mexicana na Copa das Confederações 2013, o México venceu por 1 a 0 e assumiu a liderança, mas a tranquilidade foi momentânea.

A sequência de empates e a falta de vitórias em casa, no outrora temido estádio Azteca, tirou do México a liderança do Hexagonal Final, deixando-o no terceiro lugar, com oito pontos, cinco atrás dos Estados Unidos. Após a humilhante derrota para Honduras, mais uma vez em casa, o técnico José Manuel de la Torre foi demitido, quando o México ficou na zona da repescagem.

Luis Fernando Tena foi contratado, mas ficou só um jogo, na nova derrota para os Estados Unidos. Os mexicanos estavam sendo ultrapassados pelo Panamá, ficando no quinto lugar e fora da Copa do Mundo. No confronto direto, já sob o comando de Víctor Manuel Vucetich, o México venceu, mas voltou a ficar ameaçado de nem chegar à repescagem…

Na rodada final, o México perdeu para a Costa Rica e estava vendo o Panamá se classificar até os 47 minutos do segundo tempo, quando os Estados Unidos empataram e viraram o jogo, eliminando os panamenhos. Na repescagem diante da Nova Zelândia, a federação local contratou Miguel Herrera, que utilizou só jogadores atuantes na liga nacional e goleou duas vezes, placar agregado de 9 a 3.

A tabela da Copa do Mundo 2014

Frases importantes

Miguel Herrera, técnico, 46 anos

“Quando era jogador, eu atuei durante todas as eliminatórias, mas não estive na lista final para a Copa do Mundo 1994. Sofri muito por perder o Mundial naquela época, e agora aqui estou eu, indo para a Copa do Mundo no último minuto. Estou emocionado com tudo que conquistei como técnico. Quero estar não só no Brasil, como também na Rússia 2018”

Se eu não for para a Copa do Mundo pensando em vencê-la, seremos apenas mais uma seleção eliminada precocemente. E isso não é o México. Nosso objetivo é vencer o Mundial 2014 e temos infraestrutura e jogadores para isso. Olhando a história, é natural pensarmos em alcançar as quartas de final, e será motivo de felicidade para os mexicanos se formos além. Vamos alcançar as quartas de final e aí ver quem poderá nos impedir de ir adiante”

A seleção

Estreia oficial: Guatemala 2×3 México (1 janeiro/1923)

Maior goleada a favor: México 13×0 Bahamas (28 abril/1987)

Maior goleada contra: Inglaterra 8×0 México (10 maio/1961)

Participações em Copa do Mundo: 15 edições (1930, 1950, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1978, 1986, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014)

Melhor resultado: quartas de final (1970 e 1986, ambas disputadas no México)

Jogos em Mundiais: 49 partidas (12v, 13e, 24d), com 52 gols marcados e 89 contra

Os adversários

Brasil: 10 vitórias, 6 empates e 21 derrotas | último: [D] 2×0 (19 junho/2013)

Croácia: 1 vitórias e 2 derrotas | último: [V] 1×0 (3 junho/2002)

Camarões: 1 vitória | [V] 1 a 0 (22 setembro/1993)

O time

Média de idade: 26,8 anos

Os caseiros: 15 jogadores | José Corona (goleiro, Cruz Azul), Francisco Rodríguez (goleiro, América), Carlos Salcido (zagueiro, Tigres UANL), Rafael Márquez (zagueiro, León), Miguel Layún (zagueiro, América), Marco Fabián (meia, Cruz Azul), Raúl Jiménez (atacante, América), Alan Pulido (atacante, Tigres UANL), Alfredo Talavera (goleiro, Toluca), Miguel Ponce (zagueiro, Toluca), Isaác Brizuela (meia, Toluca), Oribe Peralta (atacante, Santos Laguna), Carlos Peña (meia, León), Paul Aguilar (zagueiro, América) e José Vázquez (meia, León) – 65,2% do elenco.

Países dos “estrangeiros”: Espanha (3), Portugal (2), França (1), Alemanha (1) e Inglaterra (1)

Jogos em Copas: Rafael Márquez (12), Carlos Salcido (8), Javier Hernández (4), Andrés Guardado (4), Giovani dos Santos (4), Héctor Moreno (2) e Paul Aguilar (1)

Gols em Copas: Javier Hernández (2) e Rafael Márquez (2)

Mais convocações: Carlos Salcido (122 partidas)

Menos convocações: José Vázquez (4 partidas)

Times que mais revelaram: Chivas Guadalajara (6), Atlas (3), América (3) e Pachuca (2)

Jogos em 2014

29/01 | México 4×0 Coreia do Sul

05/03 | México 0×0 Nigéria

02/04 | Estados Unidos 0×0 México

28/05 | México 3×0 Israel

31/05 | México 3×1 Equador

03/06 | México 0×1 Bósnia Herzegovina

06/06 | México x Portugal

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede