Nigéria na Copa do Mundo 2014 [Perfil]

Outras seleções

Grupo A: Brasil Croácia | Camarões |  México

Grupo B: Espanha | Holanda | Chile | Austrália

Grupo C: Colômbia | Grécia | Costa do Marfim | Japão

Grupo D: Uruguai | Costa Rica | Inglaterra | Itália

Grupo E: Suiça | Equador | França | Honduras

Grupo F: Argentina | Bósnia | Irã

Grupo G: Alemanha | Portugal | Gana | Estados Unidos

Grupo H: Bélgica | Argélia | Rússia | Coreia do Sul

A campanha

Os nigerianos não sobraram na segunda fase das Eliminatórias Africanas, mas também não tiveram tanta dificuldade. No Grupo F, ao lado de Malaui, Quênia e Namíbia, a Nigéria começou bem, mas dois empates seguidos (Malaui e Quênia) deixaram a equipe com cinco pontos, empatada com os malauianos.

A Nigéria ainda empataria com a Namíbia, fora de casa, mas Malaui não soube aproveitar os tropeços e também empatava. Na última rodada, a Nigéria sediou o confronto direto e tinha dois pontos de vantagem. Venceu Malaui por 2 a 0 e confirmou vaga na fase final.

Na disputa pela vaga na Copa do Mundo, os nigerianos mediram força com a Etiópia. No primeiro jogo, na casa do adversário, os etíopes começaram ganhando, tiveram um gol anulado erroneamente e sofreram a virada, com um gol de pênalti aos 45 minutos do segundo tempo. Na volta, a Nigéria marcou duas vezes e confirmou vaga no Mundial 2014.

A tabela da Copa do Mundo 2014

Frases importantes

Stephen Keshi, técnico, 52 anos

“Como todo técnico, nosso objetivo é sermos melhores do que na vez anterior. E por extensão levantarmos o título, o que seria inigualável para os nigerianos. Daremos 120% em cada jogo e precisamos encarar cada partida de uma vez. O resto está nas mãos de Deus”

Aminu Maigari, presidente da federação nigeriana

“Não quero afirmar até onde a Nigéria poderá ir na Copa do Mundo, mas sei que faremos um ótimo trabalho. A Nigéria vai chocar o mundo e estou otimista que possamos reescrever a história do futebol africano. O time cresceu muito nos últimos dois anos e vamos deixar orgulhoso o nosso continente”

Curiosidade nº1: no final de 2013, o técnico Stephen Keshi passou aperto. Seu salário estava atrasado em oito meses (aproximadamente R$ 400 mil) e ele precisou ir à imprensa reclamar. Enquanto isso, começaram rumores de que Stephen Keshi poderia ser demitido antes da Copa do Mundo, o que a federação local negou e o próprio treinador nem se mostrou preocupado. Não era só Keshi que não recebia salários, e o governo federal da Nigéria precisou intervir, pagando as dívidas no início de abril/2014. Mal se sabe se o contrato dele será renovado – Keshi é especulado nas seleções de África do Sul e outras cinco, segundo ele.

Curiosidade nº2: como se sabe, as seleções africanas sempre se envolvem na polêmica dos bônus. Por isso, a federação local elaborou um código de conduta. Os jogadores não podem discutir bônus enquanto estiverem nos treinamentos. No início de todo ano, a federação passará o planejamento dos bônus e outros prêmios a cada jogador, que não pode negociá-los novamente após aceitar os termos até o início do ano seguinte. Jogadores também não têm direito à porcentagem do dinheiro a ser repassado à federação ou ao governo. Cada um dos 23 jogadores irá receber 10 mil dólares por jogo na primeira fase, enquanto Keshi leva 20 mil dólares. O valor aumenta a cada etapa que a Nigéria superar, pode chegar a 100 mil dólares para cada atleta se os africanos vencerem o Mundial 2014.

Curiosidade nº3: por causa do alto custo da Copa do Mundo, a federação nigeriana pediu dinheiro na imprensa, pois o governo só aprovou R$ 16 milhões e a entidade precisava de quase o dobro. Alguns patrocinadores apareceram e ajudaram a fechar a conta, assim como o governo da Nigéria.

Curiosidade nº4: a federação nigeriana também proibiu os jogadores de levarem esposas e namoradas para a Copa do Mundo, assim como fazer sexo: “Essa é a única oportunidade que os atletas têm de fazer os torcedores felizes e eles não devem ter distrações. É um sacrifício que os jogadores farão pela nação”, disse um membro da entidade. Depois, Stephen Keshi permitiu esposas e noivas, mas namoradas não.

Curiosidade nº5: a federação local queria contratar um auxiliar-técnico estrangeiro para ajudar Stephen Keshi, que rejeitou. O treinador queria profissionais nigerianos, especialmente Sylvanus Okpala. Mas aí a entidade rejeitou, pois Okapala havia sido demitido por insubordinação. Ficou por isso mesmo, com o staff que já tinha.

Curiosidade nº6: como se pode perceber, federação nigeriana e Stephen Keshi não têm bom relacionamento. Até na lista provisória para o Mundial houve problemas. A entidade queria que Keshi escolhesse 40 atletas, mas ele afirmou que só optaria por 30 jogadores e quando estivesse pronto. O técnico ainda foi acusado de viajar de férias mesmo sem ser liberado e de não comparecer a um evento de patrocinadores. A federação negou que tivesse problemas com o técnico e seu presidente pediu que todos se concentrassem na preparação para o Mundial.

Curiosidade nº7: a federação nigeriana negou as alegações de um cingapuriano de que teria vendido resultados dos jogos da Copa do Mundo 2010. O amistoso contra  Escócia, este ano, que terminou 2 a 2, também foi envolto em suspeitas. Ogenyi Onazi foi acusado de participar do esquema, que pagava por cartão vermelho, amarelo, entre outros, mas negou. A federação local acionou a Justiça contra os autores da denúncia.

A seleção

Estreia oficial: Serra Leoa 0×2 Nigéria (8 outubro/1949)

Maior goleada a favor: Nigéria 10×1 Benin (28 novembro/1959)

Maior goleada contra: Gana 7×0 Nigéria (1 junho/1955)

Participações em Copa do Mundo: 5 (1994, 1998, 2002, 2010 e 2014)

Melhor resultado: oitavas de final (1994 e 1998)

Jogos em Mundiais: 14 partidas (4v, 2e, 8d), com 17 gols a favor e 21 contra

Os adversários

Argentina: 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas | último: 1×3 (6 setembro/2011)

Bósnia: nunca se enfrentaram

Irã: vitória | 1×0 (28 janeiro/1998)

O time

Média de idade: 25,3 anos

Os caseiros: Ejike Uzoenyi (Enugu Rangers), Azubuike Egwuekwe (Warri Wolves), Kunle Odunlami (Sunshine Stars) e Chigozie Agbim (Gombe United) –          4 jogadores, ou 17,3% do elenco

Países dos “estrangeiros”: Inglaterra (6), Bélgica (2), Turquia (2), Israel (2), Ucrânia (1), Escócia (1), Rússia (1), França (1) e Holanda (1)

Jogos em Copas: Joseph Yobo (6), Vincent Enyeama (4) e Peter Odeminwgie (2)

Gols em Copas: ninguém

Mais convocações: Joseph Yobo (95 partidas)

Menos convocações: Ramon Azeez (duas partidas)

Times que mais revelaram: Kaduna United (2)

Jogos em 2014

05/03 | México 0×0 Nigéria

28/05 | Nigéria 2×2 Escócia

03/06 | Grécia 0×0 Nigéria

07/06 | Estados Unidos 2×1 Nigéria

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede