Coreia do Norte na Copa da Ásia 2015 [Perfil]

A Coreia do Norte nunca fez parte das grandes seleções da Ásia, algo que dificilmente acontecerá. Mas isso não quer dizer que o país não tenha o que comemorar em solo internacional. Na Copa do Mundo 1966, a seleção foi até as quartas de final, vencendo e eliminando a Itália na fase de grupos e fazendo Portugal suar a camisa.

44 anos depois, a Coreia do Norte voltou a um Mundial, mas a campanha na África do Sul 2010 parou na fase de grupos, com três derrotas, incluindo um 7 a 0 a favor de Portugal, o maior revés da história norte-coreana. Em 2014, porém, a Coreia do Norte mostrou força nas seleções de base, conseguindo títulos continentais importantes e que levaram o país às Copas do Mundo de base. As jovens promessas não estarão na Copa da Ásia 2015, mas o futuro do futebol norte-coreano pode ser alentador.

Outras seleções

Curiosidades

Grupo A: Austrália | Omã | Kuwait | Coreia do Su

Grupo B: Uzbequistão | China | Arábia Saudita |

Grupo C: Catar | Emirados Árabes | Irã | Bahrein

Grupo D: Iraque | Japão | Palestina | Jordânia

A campanha nas eliminatórias

O caminho da Coreia do Norte foi diferente do das principais seleções. A equipe só alcançou a Copa da Ásia 2015 por ter disputado a AFC Challenge Cup 2012, torneio que reúne as piores seleções do continente. Nas eliminatórias da competição, a Coreia do Norte passou fácil por Nepal, Afeganistão e Sri Lanka, com três vitórias, sete gols marcados e nenhum sofrido.

Na fase final da AFC Challenge Cup, o desempenho norte-coreano no Grupo B foi ainda melhor: três vitórias diante de Filipinas, Tadjiquistão e Índia, com oito gols a favor e nenhum contra. Nas semifinais, a Coreia do Norte eliminou a Palestina (2 a 0) e faturou a taça e a vaga na Copa da Ásia 2015 ao superar o Turcomenistão (2 a 1).

A seleção

Estreia oficial: Coreia do Norte 1×0 China (7 de outubro/1956)

Maior goleada a favor: Coreia do Norte 21×0 Guam (11 de março/2005)

Maior goleada contra: Portugal 7×0 Coreia do Norte (21 de junho/2010)

Participações na Copa da Ásia: 4 edições (1980, 1992, 2011 e 2015)

Campanhas: 12 jogos (3v, 2e, 7d), 12 gols a favor e 19 contra

Melhor resultado: quarto lugar (1980)

Ranking FIFA: 150º lugar, 25º  na Ásia

Partidas depois do Mundial 2014 (2v, 2e, 2d)

31/10 | Coreia do Norte 0×1 Kuwait

02/11 | Bahrein 2×2 Coreia do Norte

06/11 | Catar 3×1 Coreia do Norte

13/11 | Coreia do Norte 2×1 Hong Kong (Copa do Leste Asiático)

16/11 | Coreia do Norte 5×1 Guam

19/11 | Taiwan 0×0 Coreia do Norte

Os adversários

Uzbequistão. 2 empates e 3 derrotas | último: derrota de 1 a 0 em 11/11/2011

Arábia Saudita. 1 vitória, 4 empates e 3 derrotas | último: empate de 0 a 0 em 11/2/2009

China. 5 vitórias, 4 empates e 9 derrotas | último: derrota de 2 a 0 em 8/6/2011

O time

Cada seleção pode levar até 23 jogadores, mas a Coreia do Norte é a única que não convocou todos que podia. O elenco é formado por 22 atletas, a maioria (18) atuando na obscura liga nacional, sendo que oito estão jogando no Rimyongsu – o April 25 é o segundo da lista, com seis jogadores.

O destaque fica por conta de dois jogadores que atuam na Europa: o zagueiro Cha Jong-ryok, do Wil (Suiça) e o atacante Pal Kwong-ryong, de apenas 22 anos, no Vaduz (Liechtenstein), time que disputa a primeira divisão suiça. Cha Jong e o goleiro Ri Myong-guk são os únicos que estiveram na Copa do Mundo 2010.

O time é bastante jovem, com apenas o meia Ryang Yong-gi, do Vegalta Sendai (Japão), acima dos 30 anos. Resultado da reformulação na equipe, pois alguns jogadores mais experientes, como o meia Pak Nam-chol (Sisaket/Tailândia) e os atacantes Jong Tae-se (Suwon Bluewings/Coreia do Sul) e Hong Yong-jo (April 25/Coreia do Norte) não foram convocados.

Média de idade: 24,3 anos

Mais convocações: Ri Myong-guk (58 partidas)

Menos convocações: Ri Chang-ho, Jang Kuk-chol, Ri Kwang-il, Ri Yong-jik e Choe Won (nenhuma)

Artilheiro do elenco: Pak Song-chol (11 gols)

O técnico. O desconhecido técnico norte-coreano Jo Tong-sop, 55 anos, é ex-jogador da seleção nacional na década de 1980. Ele foi auxiliar na Copa do Mundo 2010 e trabalhou nas seleções de base, mas já tem experiência na Copa da Ásia, pois comandou a Coreia do Norte na edição 2011.

Detalhe curioso é que Jo Tong-sop não era o técnico da seleção até o início de dezembro de 2014: ele só conseguiu o cargo porque o antigo treinador, Yun Jong-su, foi banido por um ano pela Confederação Asiática, após xingar a arbitragem na final dos Jogos Asiáticos, em que a Coreia do Norte perdeu para a Coreia do Sul nos acréscimos do jogo.

Jo Tong-sop sabe que o momento norte-coreano é positivo, mas que ainda precisa trabalhar com o elenco nos aspectos físico e tático: “Tivemos muito sucesso nos torneios asiáticos recentemente e estamos chamando a atenção. O povo norte-coreano é muito apaixonado por futebol e as pessoas estão confiantes numa boa campanha. Precisamos mostrar que evoluímos nossos pontos fracos de 2011 para cá”.

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede