Leicester City leva Premier League 2015/16: o tamanho da conquista

Curta a Página do Leicester City Brasil no Facebook

Ninguém esperava, nem mesmo a diretoria do Leicester City. O time de 12º elenco mais caro dentre os 20 clubes da Premier League (é avaliado em 95,2 milhões de libras, enquanto o mais caro é o do Manchester City, que custa 376,3 milhões de libras) surpreendeu ao levantar a taça da competição a duas rodadas do fim da temporada. São 77 pontos em 36 jogos, sete a mais que o segundo colocado Tottenham, que só pode chegar a 76.

Evidentemente, os torcedores do Leicester City já invadiram as ruas da cidade de quase 340 mil habitantes para comemorar o título antecipado, talvez o único que o clube vai conquistar na história da Premier League. Claro, tamanha surpresa não pode passar despercebido do Plano Tático, que cultua exatamente esse tipo de resultado.

Porém, o Plano Tático não vai homenagear a façanha do Leicester City abordando temas que a imprensa tradicional já debateu. A intenção é mostrar o quão fora da curva é essa campanha do Leicester City na Premier League 2015/16. Portanto, o Plano Tático convida você, caro leitor Apaixonado por Futebol Alternativo, a acompanhar como estava o Leicester City na tabela da Premier League com 36 rodadas disputadas nas temporadas anteriores. Boa leitura!

Campanha em 2015/16. 77 pontos em 36 jogos (22v, 11e, 3d), 64 gols a favor e 34 contra

—————————————————————–

O Leicester City na Premier League 2014/15

Depois de cinco temporadas na segunda divisão inglesa, o Leicester City retornou à Premier League, torneio que não disputava desde 2003/04. Evidentemente, a equipe brigou contra o rebaixamento, passando 21 das 38 rodadas na degola. A melhor colocação foi um sexto lugar, na primeira rodada da Premier League.

Mesmo contratando o veterano argentino Esteban Cambiasso (de graça) e seu compatriota Leonardo Ulloa (pagou 8 milhões de libras ao Brighton & Hove Albion), além do atacante croata Andrej Kramaric (custou 9 milhões de libras junto ao Rijeka/Croácia, está emprestado ao Hoffenheim/Alemanha), o Leicester City estava ameaçado a duas rodadas do fim…

Após a 36ª rodada, a vitória de 2 a 0 sobre o Southampton permitiu que o time respirasse um pouco na tabela da Premier League 2014/15, ficando na 15ª posição, três pontos acima do Hull City, que abria a zona de rebaixamento.

Campanha. 37 pontos em 36 jogos (10v, 7e, 19d), 41 gols a favor e 54 contra

Diferença. 40 pontos a menos, 23 gols anotados a menos e 20 sofridos a mais

O Leicester City levou de 3 a 2 do rebaixado QPR

Imagem de Amostra do You Tube

—————————————————————–

O Leicester City na Premier League 2003/04

Depois de ficar no meio de tabela na Premier League seis vezes seguidas no fim dos anos 1990, o Leicester City acabou rebaixado à segunda divisão, mas voltou em 2003/04. Sem muito dinheiro, a equipe contratou 12 jogadores, a maioria sem custos. Apenas o lateral-esquerdo galês Ben Thatcher, vindo do Tottenham, mereceu algum gasto: 300 mil libras.

Enquanto o Arsenal era campeão inglês pela última vez (somou 90 pontos), o Leicester City teve apenas uma vitória nas dez rodadas iniciais, ficou 13 partidas sem vencer no meio da temporada e acabou sucumbindo à segunda divisão. A duas rodadas do fim, o time empatou em 2 a 2 com o Charlton Athletic, fora de casa, e estava na lanterna da Premier League, a oito pontos do Manchester City.

Campanha. 30 pontos em 36 jogos (5v, 15e, 16d), 44 gols a favor e 62 contra

Diferença. 47 pontos a menos, 20 gols anotados a menos e 28 sofridos a mais

O Aston Villa fez 5 a 0 fora de casa em 2003/04

Imagem de Amostra do You Tube

—————————————————————–

O Leicester City na Premier League 1999/00

Antes do título em 2015/16, a melhor campanha do Leicester City na Premier League havia sido na temporada 1999/00. O último rebaixamento foi em 1994/95 e a equipe tinha um grande jogador em campo, revelado no clube. O atacante inglês Emile Heskey saiu no meio da temporada rumo ao Liverpool por 11 milhões de libras, e o elenco ainda tinha o turco Muzzy Izzet, da base do Chelsea.

A campanha começou  muito bem, com nove vitórias nas 16 primeiras rodadas, o que deixou o Leicester City na briga pela quinta posição. Com quatro derrotas seguidas, o time caiu para o meio da tabela e ficou por ali, sem risco de rebaixamento, terminando a temporada no oitavo lugar, a três pontos da Copa Intertoto – jogou a Copa da UEFA 2000/01 por ter ganhado a Copa da Liga Inglesa. A duas rodadas do fim, o time vinha de vitória de 2 a 1 sobre o Southampton, fora de casa, e ocupava a nona posição na tabela, ainda sonhando com vaga nos torneios europeus.

Campanha. 52 pontos em 36 jogos (15v, 7e, 14d), 52 gols a favor e 51 contra

Diferença. 25 pontos a menos, 12 gols anotados a menos e 17 sofridos a mais

O Leicester City fez 2 a 0 no Liverpool de Owen e Fowler

Imagem de Amostra do You Tube

—————————————————————–

O Leicester City na League One 2008/09

O pior momento recente do Leicester City em termos de divisões nacionais foi em 2008/09, quando o time disputou o terceiro nível do Campeonato Inglês. Com poquísismo dinheiro, as únicas contratações que não de atletas livres foram do búlgaro Alksander Tunchev (800 mil libras junto ao CSKA Sófia/Bulgária) e do galês Nick Adams (100 libras pagas ao Bury).

Claro, o Leicester City pegou dez jogadores emprestados, destaque para o meia inglês Tom Cleverley, revelado e emprestado à época pelo Manchester United (desde 2015 defende o Everton, aos 26 anos). Foi uma campanha de título e por isso o Plano Tático quer comparar os números com a temproada da taça da Premier League 2015/16.

O Leicester City sofreu apenas quatro derrotas, teve duas sequências de quatro vitórias e uma de cinco triunfos, dominando completamente a competição. Foram 96 pontos somados, sete acima do seugndo colocado, já que a terceira divisão contou com 24 participantes e 46 rodadas no total. Na altura do 36º jogo, o Leicester City goleou o Cheltenham Town por 4 a 0 em casa, abrindo vantagem de 11 pontos na liderança. Veja abaixo que não há tanta diferença entre as campanhas de títulos da Premier League e da League One nos números, mas é óbvio que em 2015/16 o Leicester City encarou adversários muito mais fortes.

Campanha. 78 pontos em 36 jogos (22v, 12e, 2d), 69 gols a favor, 29 contra

Diferença. 1 ponto a mais, cinco gols anotados a mais e cinco sofridos a menos

O Leicester City venceu o Cheltenham Town duas vezes

Imagem de Amostra do You Tube

É histórica a taça, não há como negar!

Parabéns, Leicester City!

Informações

- O dono do Leicester City é o empresário tailandês Vichai Srivaddhanaprabha, 58 anos. Ele é dono e fundador da King Power, empresa que trabalha no ramo dos free-shops, lojas localizadas no interior dos aeroportos nas quais os produtos são vendidos com isenção ou redução de impostos. Com patrimônio líquido avaliado em 2,9 bilhões de dólares (fevereiro de 2016), o empresário comprou o Leicester City em agosto de 2010 e, pouco menos de um ano depois, tornou-se o presidente do clube – seu filho, Aiyawatt Srivaddhanaprabha, é o vice.

- O Leicester City vai estrear na Champions League em 2016/17, mas a equipe inglesa já disputou tormeios europeus. A primeira participação foi na Copa dos Vencedores de Copa 1961/62, quando a equipe humilhou o Glenavon (Irlanda do Norte) por 7 a 2 em dois jogos na primeira fase, mas parou no Atlético de Madrid (1 a 1 na Inglaterra, derrota de 2 a 0 na Espanha).

- 36 anos depois, o Leicester City jogou a Copa da UEFA 1887/98, mas sucumbiu na primeira fase ao levar de 4 a 1 do mesmo Atlético de Madrid, que tinha Juninho Paulista e Christian Vieri. A última aparição europeia foi na Copa da UEFA 2000/01, com outra eliminação na primeira fase ao levar de 4 a 2 do Estrela Vermelha (Sérvia) em duas partidas.

Imagem de Amostra do You Tube

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede