Champions League: 3 gols brasileiros e 2 alternativos comemorando [2ª rodada]

A fase de grupos da Champions League 2016/17 está na segunda rodada e dois times alternativos somaram pontos. O desempenho do Copenhagen (Dinamarca) foi exemplar, com goleada que o coloca na briga por vaga nas oitavas de final. O Rostov (Rússia) também merece menção pelo ponto conquistado em casa. Já os outros três times alternativos perderam na Champions League e já estão longe do mata-mata. Boa leitura!

Outros textos da Champions League 2016/17

Lincoln Red Imps | Os estreantes | 1ª fase preliminar

Ida da 2ª fase preliminar | Volta 2ª fase preliminar

Ida da 3ª fase preliminar | Volta da 3ª fase preliminar

Ida dos Playoffs | Volta dos Playoffs

Fase de Grupos. 1ª rodada

Gols brasileiros

Natanael Pimenta, do Ludogorets

O Ludogorets Razgrad (Bulgária) está doido para surpreender na Champions League e teve chance diante do PSG, em casa. Logo aos 16 minutos, a equipe teve falta na entrada da área, mais à direita, e o lateral-esquerdo brasileiro Natanael Pimenta, 25 anos (Cuiabá/MT, Atlético Paranaense) foi o responsável pela cobrança. Num chute no cantinho esquerdo do goleiro, Natanael abriu o placar, mas o Ludogorets levou o empate no fim do primeiro tempo e a virada em quatro minutos na etapa final. Mais detalhes ao longo do texto.

Imagem de Amostra do You Tube

Fernandinho, do Manchester City

No primeiro jogo entre os dois times na história, esperava-se vitória fácil do Manchester City, mesmo fora de casa. Só que o Celtic (Escócia) mostrou força e ficou no comando do placar por três vezes, embora tenha levado o empate em todas elas. Depois de inaugurar o marcador aos três minutos, o Celtic sofreu um gol aos 12…

Com uma camisa simplesmente horrível (laranja e roxo nunca vão combinar, que coisa horrível, Manchester City!), os ingleses empataram após um erro de posicionamento da defesa do time escocês. Na entrada da área, um jogador do Manchester City percebeu o volante Fernandinho (Atlético Paranaense) no meio do bolo de jogadores e fez o passe. O brasileiro dominou em posição legal, ficou de frente para o goleiro e tocou no canto!

Imagem de Amostra do You Tube

Daniel Alves, da Juventus

A Juventus não tomou conhecimento do Dinamo Zagreb (Croácia) mesmo fora de casa e humilhou o adversário com goleada de 4 a 0. Já aos 40 minutos da etapa final, o brasileiro Daniel Alves (Bahia, Sevilla, Barcelona) fechou a contagem para os italianos.

Numa cobrança de falta frontal ao gol adversário, Daniel Alves chutou de pé direito e queria acertar o canto esquerdo, mas a bola bateu no ombro de um adversário e foi para o outro lado. O goleiro do Dinamo Zagreb ainda se esticou todo para tentar salvar e tocou na pelota, mas ela já estava nas redes!

Imagem de Amostra do You Tube

O desempenho dos alternativos

Copenhagen 4×0 Club Brugge | Grupo G

O Copenhagen domina o confronto diante do Club Brugge (Bélgica) com três vitórias, dois empates e um triunfo do adversário. Porém, os dinamarqueses foram humilhados em 6 de novembro de 2014, quando os visitantes belgas golearam por 4 a 0 na fase de grupos da Liga Europa 2014/15 – o Brugge avançou com a liderança, o Copenhagen sucumbiu com a lanterna.

O Copenhagen queria devolver o resultado e manter a invencibilidade de sete partidas em torneios europeus. Por sua vez, o Club Brugge estava há seis jogos sem vencer, mas só tinha perdido uma de sete partidas contra dinamarqueses fora de casa. Bem melhor para o Copenhagen, que passou o primeiro tempo em branco, mas abriu o placar logo aos oito minutos numa lambança do zagueiro, que foi tirar a bola de carrinho e a mandou para as prórias redes!

Muito mais ativo no ataque, o Copenhagen ampliou num golaço de fora da área de Thomas Delaney, encaminhando a vitória. Ainda deu tempo de mais dois gols, resultado dos dez chutes dentre 17 no alvo. O Club Brugge só finalizou duas vezes na direção do gol e acumula duas derrotas, nenhum gol anotado e sete contra. Os belgas esperaram 11 anos para voltar à fase de grupos da Champions League e devem estar tristes com o retorno.

Imagem de Amostra do You Tube

Rostov 2×2 PSV Eindhoven | Grupo D

O novato FC Rostov (Rússia), estreante na Champions League, já havia eliminado o poderoso Ajax nas fases preliminares e queria somar pontos diante do PSV Eindhoven (Holanda) em casa. A favor dos russos havia a sequência de 24 partidas sem perder em seus domínios (todas as competições), enquanto os holandeses não venciam fora de casa há seis partidas em torneios continentais.

Num jogo equilibrado e com muitas chances (os dois chutaram quatro vezes no gol), o FC Rostov abriu o placar logo aos oito minutos com o desconhecido Dmitry Poloz (três jogos na seleção principal), mas o adversário empatou aos 14. Com 37 minutos, Poloz emendou um chute de primeira da entrada da área e acertou o canto do goleiro.

Era a vitória russa, mas o PSV Eindhoven empatou nos acréscimos do primeiro tempo com Luuk de Jong, que fez o 100º gol do time em 100 jogos na Champions League. Os visitantes ainda perderam um pênalti na etapa final e acertaram a trave, o que valoriza o empate do FC Rostov. O problema é que ambos somam um ponto e devem brigar pela vaga na Liga Europa, já que o grupo ainda tem Bayern Munique e Atlético de Madrid.

Imagem de Amostra do You Tube

Sporting Lisboa 2×0 Legia Varsóvia | Grupo F

A fase do Legia Varsóvia (Polônia) não está nada boa. Antepenúltimo colocado na liga nacional com dez pontos em dez jogos (três acima do lanterna), o time fez acordo com o antigo treinador, que deixou o cargo para Jacek Magiera, 39 anos, ex-jogador da equipe entre 1997 e 2006. Ele chegou em 20 de setembro e vai ficar dois anos no comando do Legia Varsóvia, se conseguir a recuperação pelo menos no Campeonato Polonês.

Na Champions League, a situação já é muito complicada. Depois de levar de 6 a 0 do Borussia Dortmund em casa, o time mediu forças com o Sporting Lisboa em Portugal e perdeu de novo – os times já se enfrentaram duas vezes, com empate de 2 a 2 na Polônia e vitória de 1 a 0 em Lisboa, com gols portugueses nos minutos finais.

Com 40 mil torcedores apoiando, o Sporting Lisboa resolveu o jogo no primeiro tempo, resultado da pressão sobre os poloneses, que sequer chutaram na direção do gol em seis tentativas. O Legia Varsóvia até começou assustando, mas os portugueses tomaram as rédeas da partida e marcaram com o costa-riquenho Bryan Ruiz e o holandês Bas Dost, que estão em boa fase. Será que os poloneses vão somar pontos na Champions League?

Imagem de Amostra do You Tube

Ludogorets 1×3 PSG | Grupo A

Os búlgaros do Ludogorets Razgrad estavam ansiosos por enfrentar o poderoso PSG, que realmente perdeu força com a saída de Zlatan Ibrahimovic. Muito unidos e companheiros também fora de campo, os oito brasileiros do elenco (Marcelinho é naturalizado búlgaro) estavam felizes por enfrentar compatriotas conhecidos, como Lucas Moura e Thiago Silva.

E foi de um brasileiro o primeiro gol da partida, do lateral-esquerdo Natanael. Sem perder há nove jogos (seis vitórias) por todas as competições, o Ludogorets esperava conseguir segurar o triunfo e por isso deu a bola ao adversário, que teve mais posse (59%) e finalizou bem mais: sete chutes no alvo em 17 tentativas, contra quatro na direção do gol em oito chances dos búlgaros.

O problema para o Ludogorets é que o PSG empatou na hora certa. No toque de bola, Matuidi recebeu ótimo passe na área e tocou na saída do goleiro aos 41 minutos do primeiro tempo, dando a tranquilidade necessária ao PSG.

Aos 11 da etapa final, Edinson Cavani fez as vezes de Ibra e virou para os franceses, que ainda tiveram um pênalti contra, mas o Ludogorets perdeu. Quatro minutos após os 2 a 1, Cavani recebeu cruzamento de Lucas Moura e mandou para as redes, murchando a esperança búlgara de vez. Ainda não dá para o Ludogorets encarar a Champions League.

Imagem de Amostra do You Tube

Dinamo Zagreb 0×4 Juventus | Grupo H

Na Champions League 2015/16, o Dinamo Zagreb (Croácia) encerrou 16 anos sem vitórias na fase de grupos do torneio ao bater o Arsenal por 2 a 1 em casa. Porém, ainda falta o objetivo de ir além desta etapa, algo que os croatas falharam nas últimas 12 tentativas, incluindo Liga Europa e Copa da UEFA.

Com quase 24 mil torcedores na capital Zagreb, os donos da casa esperavam o mesmo equilíbrio do confronto (três jogos, 1v para cada lado e um empate) em campo, mas isso esteve de longe de ocorrer. Com apenas quatro finalizações para fora e uma bola na trave, o Dinamo Zagreb teve 34% da posse de bola e viu a Juventus chutar 16 vezes, seis na direção do gol.

Os italianos pressionavam de todas as formas, mas só abriram o placar em lambança de um zagueiro, que tentou tirar de cabeça e deu a bola nos pés de Miralem Pjanic, que tocou na saída do goleiro. O gol aos 24 minutos deu tranquilidade a Juventus, que ampliou aos 31 com Gonzalo Higauín – lançamento, bola no peito e nas redes com tranquilidade.

No segundo tempo, chutaço de fora da área de Paulo Dybala e gol de falta de Daniel Alves encerraram a goleada da Juventus, que volta a brigar por vaga nas oitavas da Champions League. Ao Dinamo Zagreb, resta apenas tentar somar algum ponto e, para isso, a equipe acaba de anunciar o técnico búlgaro Ivaylo Petev, que foi demitido da seleção de seu país após 38,4% de aproveitamento – dois anos de contrato. Detalhe que o time é 11 vezes seguidas campeão nacional, mas está em terceiro lugar após dez rodadas em 2016/17, quatro pontos atrás do líder Rijeka.

Imagem de Amostra do You Tube

Últimas

Assine Nossa Lista de E-mail!

* indicates required

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede