Tag - futebol argentino - Plano Tático

Copa América 2015: jogos inesquecíveis de Argentina x Paraguai

Argentinos e paraguaios fizeram parte do Grupo B da Copa América 2015 e empataram a dois gols, numa partida que parecia ter vitória da Argentina, que cedeu o empate aos 44 minutos da etapa final, depois de estar vencendo por 2 a 0.

Ambos classificados, o Paraguai encarou o Brasil e superou o adversário pela segunda vez consecutiva no torneio sul-americano, também nas penalidades máximas. Antes, a Argentina também havia precisado dos pênaltis para superar a Colômbia, que ofereceu muita mais resistência do que os brasileiros diante do Paraguai.

Apesar de a Argentina ser muito superior e ampla favorita a alcançar a final da Copa América 2015, não se pode menosprezar o entusiasmo dos paraguaios, que realmente não têm nada a perder e já foram mais longe do que se esperava.

Portanto, a partida da próxima terça-feira, às 20h30, em Concepción, poderá ganhar contornos emocionantes se o Paraguai resistir à pressão adversária ou até marcar um gol. Mas o objetivo do Plano Tático é abordar os jogos passados entre as seleções participantes no âmbito da Copa América, apontando curiosidades interessantes.

Certamente há muitas histórias esquecidas ao longo do tempo que valem a pena ser resgatadas durante a edição 2015. Portanto, até 4 de julho, data da final da Copa América 2015, o Plano Tático convida você, Apaixonado por Futebol Alternativo, a viajar pelo passado de 99 anos da competição regional. Boa viagem e boa leitura!

Página Principal da Cobertura Copa América 2015

Argentina | Paraguai

Argentina x Paraguai na fase de grupos

Argentina x Paraguai na Copa América

Como era de se esperar, a Argentina domina amplamente os confrontos diante do Paraguai, com 58 vitórias, 15 dos paraguaios e 30 empates. Na história da Copa América, as duas seleções já se enfrentaram em 23 oportunidades, já contabilizado o embate pela fase de grupos da Copa América 2015, com 18 vitórias da Argentina, nenhuma do Paraguai e cinco empates. Foram 70 gols anotados pelos argentinos e apenas 19 por parte dos paraguaios.

As partidas de Argentina x Paraguai na Copa América

Não foi a primeira vez que Argentina e Paraguai se encontraram na fase de grupos da Copa América, que começou a ter equipes divididas em chaves na edição de 1975, inicialmente com três participantes em cada uma delas. Desde então, argentinos e paraguaios se enfrentaram três vezes em fase de grupos do torneio sul-americano, com duas vitórias e um empate. A Argentina foi campeã em uma oportunidade, exatamente quando o torneio foi no Chile, enquanto nas outras vezes o Brasil acabou com o título.

Argentina 4×1 Paraguai (Copa América 1991). O primeiro embate aconteceu na Copa América 1991. Em 12 de julho, na chave A, no estádio Concepción, o mesmo das semifinais da Copa América 2015, a Argentina tinha Gabriel Batistuta (22 anos), na época no Boca Juniors, Diego Simeone (21), do Pisa (Itália), e Claudio Caniggia (24), da Atalanta (Itália), que marcaram um gol cada um, enquanto o Paraguai teve apenas o atacante José Cardozo indo às redes, em seu primeiro de 25 gols pela seleção paraguaia. Detalhe que ele é ídolo do Toluca (México), no qual jogou entre 1995 e 2005, com 249 gols em 332 partidas, sendo o maior artilheiro da história do clube. Ele é o técnico do Toluca desde 2013, seu segundo trabalho na função.

Imagem de Amostra do You Tube

A Argentina foi líder do Grupo A ao fim das quatro rodadas da primeira fase, com oito pontos (100% de aproveitamento, pois cada vitória valia dois pontos), enquanto o Paraguai terminou na terceira posição, com quatro pontos, sendo eliminado. A Argentina venceu a Copa América ao superar a Colômbia por 2 a 1.

Paraguai 1×1 Argentina (Copa América 1997). Quase seis anos depois, em 17 de junho, a Copa América da Bolívia também teve um Argentina e Paraguai na fase de grupos. Pela chave A, as duas seleções encerraram suas participações na primeira etapa com empate de 1 a 1. O lendário goleiro Chilavert converteu penalidade máxima aos 28 minutos do segundo tempo, ele que encerrou a carreira no Vélez Sarsfield em 2004 e defendeu a seleção de seu país em 74 partidas, com oito gols anotados.

Em cima dos 45 minutos, o meia-atacante Marcelo Gallardo, ídolo do River Plate, no qual foi revelado e teve três passagens (1993/99, 2002/06 e 2009/10), além de ser o atual treinador, desde 2014, empatou para a Argentina, também de pênalti.

Imagem de Amostra do You Tube

Com o empate entre argentinos e paraguaios, o Equador ficou com a liderança do Grupo A ao somar sete pontos em três jogos, enquanto a Argentina foi segunda colocada, com cinco. O Paraguai terminou no terceiro lugar, com quatro pontos, mas avançou como o melhor terceiro colocado. Ambos caíram nas quartas de final: a Argentina sucumbiu diante do Peru (2 a 1), enquanto o Paraguai foi eliminado pelo Brasil (2 a 0).

Argentina 1×0 Paraguai (Copa América 2007). Em 5 de julho daquele ano, a cidade de Barquisimeto, na Venezuela, recebeu outro confronto entre Argentina e Paraguai, válido pela última rodada do Grupo C. A partida teve apenas um gol, anotado pelo volante Javier Mascherano, aos 34 minutos do segundo tempo.

Na época, o atleta defendia o Liverpool e tinha 23 anos, sendo um dos poucos jogadores argentinos a disputar a Copa América 2007 e estar presente na Copa América 2015. Os outros são Fernando Gago, Carlos Tevez e Lionel Messi, o que comprova a sequência de trabalho na seleção argentina. Por outro lado, o Paraguai teve Justo Villar, Roque Santa Cruz e Paulo da Silva na Copa América 2007 e agora na Copa América 2015.

Imagem de Amostra do You Tube

Com a vitória de 1 a 0, a Argentina findou a primeira fase com 100% de aproveitamento nos três jogos¸ três pontos à frente do Paraguai, segundo colocado. Só que os paraguaios sucumbiram logo nas quartas de final, levando de 6 a 0 do México. Já a Argentina eliminou Peru (3 a 0) e México (3 a 0), mas perdeu pelo mesmo placar para o Brasil, na final.

Informações

- Chilavert costumava cobrar faltas e pênaltis durante sua carreira, tendo oito gols com a camisa do Paraguai. Curiosamente, a Argentina foi a maior vítima do goleiro paraguaio: dos oito gols, Chilavert superou os goleiros argentinos em três oportunidades, contando com a bola nas redes durante a Copa América 1997. As outras duas ocorreram nas eliminatórias para as Copas do Mundo 1998 e 2002. Foram mais dois diante de Peru e Colômbia e um contra a Bolívia.

- A seleção paraguaia na Copa América 1997 era comandada por Paulo César César Carpegiani, que convocou três jogadores de times brasileiros: o lateral Francisco Arce (Grêmio), de 26 anos na época, o zagueiro Carlos Gamarra (Internacional), também de 26, e o volante Estanislao Struway (Portuguesa), de 28 anos.

- A Argentina da Copa América 2007 tinha um jovem Lionel Messi, com apenas 20 anos, mas vários outros jogadores importantes, como Juan Román Riquelme, Javier Zanetti, Juan Sebastián Verón, Esteban Cambiasso, Pablo Aimar, o goleiro Roberto Abbondanzieri e o atacante Hernán Crespo. Realmente os argentinos sempre revelam talentos.

Mais antigas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede