Tag - futebol argentino - Plano Tático

Campeonato Argentino da 4ª divisão tem jogador atingido por garrafa

Jogo: Libertad Concordia 1×1 Colegiales Concordia

Competição: Campeonato Argentino da quarta divisão 2016

Data: 14 de agosto de 2016

Autor da violência: torcedor do Colegiales Concordia

Vítima da violência: Lucas Rivero, do Libertad Concordia

No futebol amador – e violento – do Campeonato Argentino, as agressões a árbitros e jogadores é constante. Infelizmente, mais um fato dessa natureza aconteceu, desta vez no Torneo Federal B, equivalente à quarta divisão nacional. E na primeira rodada!

No Grupo Litoral Sul, o Libertad Concordia estreava na 4ª divisão do Campeonato Argentino diante do Colegiales Concordia em casa, mas levou um gol do adversário. A partida estava se encaminhando para o final e é claro que os torcedores anfitriões queriam o empate.

E ele veio a cinco minutos do fim… Após cruzamento na área vindo da esquerda, o jogador do Libertad Concordia, Lucas Rivero, apareceu livre quase na linha da pequena área. Como nenhum adversário o marcava, o atleta teve tranquilidade para cabecear no meio do gol, surpreendendo o goleiro que saía meio desesperado!

Com o gol, os torcedores do Libertad Concordia comemoraram e fizeram muito barulho, todos felizes. Claro, Lucas Rivero também festejou, abraçando-se com seus companheiros. O problema (não deveria ser, mas o é no Campeonato Argentino) é que os jogadores anfitriões foram comemorar o empate justamente onde estava a torcida visitante.

E aí aconteceu o fato lamentável… Enquanto andava, Lucas Rivero sentiu um forte impacto na cabeça e caiu sentindo muitas dores! Um torcedor apareceu dentro do gramado e parecia que partiria para cima dos jogadores, mas desistiu no meio do caminho.

Mais tarde, Lucas Rivero percebeu que havia sido atingido por uma garrafa de plástico, bem dura! O árbitro quis recomeçar a partida, mas o jogador do Libertad Concordia não estava bem e precisou sair de maca rumo ao hospital, pois sentia fortes dores de cabeça.

Como faltava pouco tempo, o dono do apito decidiu encerrar o jogo e caberá à federação argentina punir os torcedores do Colegiales Concordia. Em entrevista à imprensa, Lucas Rivero opinou sobre as agressões:

“O jogador precisa estar psicologicamente preparado, porque depois de algo assim pode pensar duas vezes se quer continuar jogando. São situações como esta que fazem muito mal ao futebol e realmente preocupam”.

Que Lucas River e qualquer jogador profissional ou amador não passe mais por situações absurdas como essa, seja no Campeonato Argentino ou em qualquer torneio. O Plano Tático aguarda punição severa para os agressores, mas ainda bem que nada de mais grave aconteceu!

Imagem de Amostra do You Tube

Mais antigas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede