Tag - futebol sul matogrossense - Plano Tático

Ubiratan está de volta aos holofotes no futebol de Mato Grosso do Sul

O Ubiratan, da cidade de Dourados, no interior do Mato Grosso do Sul, foi fundado em 1947 e é um dos mais tradicionais times do estado. Dono de três títulos no Campeonato Sul Matogrossense (1990, 1998 e 1999), o clube também tem dois vice-campeonatos (1988 e 2000), mas perdeu a briga contra os grandes Operário (dez títulos) e Comercial (oito). Por um simples motivo…

Mesmo após o título estadual de 1999 de maneira invicta e de ficar com a segunda posição no ano seguinte, ao levar de 4 a 1 do Comercial na decisão do título, o Ubiratan não aguentou as dificuldades financeiras e pediu licenciamento das competições profissionais. Talvez a saída de cena durasse pouco tempo, mas não foi o que aconteceu…

O Ubiratan ficou inativo por longos 12 anos, que terminaram com a confirmação do retorno em 2013, na segunda divisão: “Estamos buscando retornar ao futebol profissional por meio de pessoas interessadas em investir no clube. Confirmei com o presidente [Francisco Cezário] a nossa vaga, agora vamos procurar meios de colocar um bom time em campo no segundo semestre”, disse o presidente do Ubiratan, Joaquim Soares, ao site Dourados News.

Volta com título

Com a participação de dez times divididos em três grupos, o Ubiratan enfrentou Guaicurus e União na chave A, com jogos de ida e volta. Após as quatro partidas, a equipe de Dourados confirmou o favoritismo e terminou com 100% de aproveitamento, oito gols marcados e apenas um sofrido.

Na segunda fase, o Ubiratan teve de encarar outro tradicional time do Mato Grosso do Sul, o Operário, que também não havia perdido na competição. Mesmo diante do desafio maior, o clube se deu bem e novamente venceu os quatro jogos disputados – o Coxim completou o grupo –, confirmando o sonhado acesso à elite do Campeonato Sul-Matogrossense 2014!

Na disputa do título com o Costa Rica, o Ubiratan jogou a primeira partida em casa e começou ganhando, mas levou a virada ainda no primeiro tempo. A reação na etapa final deixou o Ubiratan com vitória parcial de 3 a 2, mas eis que o Costa Rica alcançou nova virada e acabou vencendo por 4 a 3.

A derrota tirava a vantagem do Ubiratan de jogar por dois empates, obrigando a equipe a vencer o Costa Rica na casa do adversário. Aos 22 minutos, o time visitante mandou a bola para as redes e segurou o ímpeto do Costa Rica, atingindo o título inédito da segunda divisão!

Futuro promissor

Em 2014, a diretoria do Ubiratan tinha objetivos ambiciosos: além do quarto título no Mato Grosso do Sul, o clube também pretendia ficar com uma das vagas na Copa do Brasil 2015. Para isso, a diretoria agiu rápido e renovou os contratos de 90% do elenco, só não segurando quatro atletas, que rumaram principalmente para o futebol paulista.

A estreia do Ubiratan no estadual 2014 foi com empate diante do Sete de Dourados, rival citadino, mas logo o time mostrou que brigaria pela classificação às quartas de final, com um triunfo de 3 a 0 sobre o Naviraiense, na casa do adversário.

Na quarta rodada, o Ubiratan liderava o Grupo B com oito pontos e um jogo a mais que os adversários, mantendo a primeira posição (11 pontos) quando Naviraiense (dez pontos) e Águia Negra (nove) ficaram com o mesmo número de jogos. Aos poucos se percebeu que a classificação do Ubiratan estava bastante próxima, já que quatro times iam às quartas de final e a diferença para o quinto colocado era de cinco pontos, na metade das 14 rodadas.

A goleada de 5 a 0 sobre o rival Sete de Dourados deu muito ânimo à equipe, mas derrotas no confronto direto com Naviraiense e Águia Negra impediram que o Ubiratan ficasse com a liderança da chave. Porém, o terceiro lugar, com 21 pontos em 12 jogos (6v, 3e, 3d), a cinco do  líder Naviraiense, foi encarado como positivo.

Nas quartas de final, o Ubiratan teve confronto complicado diante do CENE, campeão estadual duas vezes nas últimas três temporadas. A decisão do semifinalista se deu no jogo de ida, com o adversário vencendo por 3 a 0 – na volta, o CENE voltou a vencer, agora por 2 a 0. Em entrevista exclusiva ao Plano Tático, o atacante Tiago Loquete, já entrevistado pelo Plano Tático, analisou as derrotas para o adversário:

“O resultado dos jogos não condiz com o que foram as partidas. O CENE joga no contra-ataque e soube aproveitar as oportunidades nos momentos cruciais”, explica Tiago Loquete, que lamenta a eliminação nas quartas de final: “Fizemos uma boa campanha, mas poderia ter sido melhor em razão do elenco que tínhamos”.

Opinião semelhante à do presidente Joaquim Soares: “É lógico que imaginávamos ainda estar na competição disputando uma vaga na Copa do Brasil, mas, pelas circunstâncias de ser o ano da volta, acredito que deixamos boa impressão para 2015”, disse ao globoesporte.

Ainda em 2014, o Ubiratan pretende disputar o estadual nas categorias de base, que dá vaga na Copa São Paulo de Juniores 2015. O planejamento para o ano que vem também deve começar, e Tiago Loquete até já está apalavrado com o Ubiratan para a próxima temporada. Mas por enquanto o momento é de incertezas:

“Sabemos que palavras voam com o tempo. Até o momento só tenho especulações, por causa da Copa do Mundo 2014. Para os jogadores de divisões inferiores o Mundial é um desastre por causa da paralisação do calendário. Mas quem está preocupado em resolver nossos problemas?”, questiona.

Informações

- Os jogos de ida das semifinais já foram disputados. Ivinhema e Águia Negra empataram sem gols, enquanto o CENE superou o Naviraiense por 1 a 0, fora de casa. A volta ocorre no próximo dia 30 de março. O campeão garante vaga na Série D 2015. O CENE, atual vencedor, é o representante sul-matogrossense na quarta divisão de 2014.

- Quatro times foram rebaixados para a segunda divisão do Mato Grosso do Sul 2015. Maracaju e Aquidauanense, que se destacou na Copa SP, caíram no Grupo A, enquanto no B Itaporã e Urso perderam vaga na elite.

- O estádio Douradão (28 mil lugares) é um dos maiores do Mato Grosso do Sul e voltou a ganhar notoriedade com a participação do Ubiratan na elite estadual. O Governo Federal deve enviar R$ 1,8 milhão para reformas no local, que precisa se adequar às exigências da federação sul-matogrossense para ter capacidade completa. Porém, em 18 de março, o Ministério Público interditou o estádio até que o Ubiratan cumpra a obrigação de contratar seguranças particulares. Como o time não foi às semifinais, não há mais jogos a fazer.

- O Ubiratan é tradicional, mas a falta de público nos jogos do time em Dourados foi preocupante. O melhor foi na derrota de 3 a 0 para o CENE, nas quartas de final (1.201 torcedores), com total de 4.810 pessoas nos sete jogos disputados – média de 687 por jogo. O lucro líquido do Ubiratan no estadual 2014 ficou em R$ 2.562,44.

Jogos Ubiratan em 2014

1ª Fase

19/01 | Ubiratan 1×1 Sete de Dourados

26/01 | Naviraiense 0×3 Ubiratan

29/01 | Itaporã 0×0 Ubiratan

02/02 | Ubiratan 4×0 Ivinhema

05/02 | Ubiratan 2×0 Urso

12/02 | Águia Negra 1×0 Ubiratan

16/02 | Sete de Dourados 0×5 Ubiratan

19/02 | Ubiratan 1×2 Naviraiense

23/02 | Ubiratan 3×0 Itaporã

26/02 | Ivinhema 1×1 Ubiratan

01/03 | Urso 1×2 Ubiratan

09/03 | Ubiratan 0×1 Águia Negra

Quartas de final

16/03 | Ubiratan 0×3 CENE

19/03 | CENE 2×0 Ubiratan

Mais antigas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede