Tag - Liga dos Campeões da África 2013 - Plano Tático

Espérance tenta quarta final consecutiva na Liga dos Campeões da África

O maior vencedor do Campeonato Tunisiano, com 25 títulos (atual tetracampeão), 13 a mais que o rival Club Africain, vem mostrando muita força na África nas últimas temporadas. A série de finais consecutivas na Liga dos Campeões da África, maior torneio do continente, começou na edição de 2010, ainda na fase preliminar.

A equipe encarou o East End Lions (Serra Leoa), empatando em 2 a 2 na casa do adversário, depois de estar perdendo a dois gols. Na volta, o resultado de 3 a 2 só foi possível aos 43 minutos do segundo tempo, dois minutos depois do empate do time de Serra Leoa. Na primeira fase, os confrontos diante do ASFA Yennega (Burquina Fasso) foram bem mais fáceis para o Espérance de Tunis, que venceu por 4 a 1 (casa) e 3 a 1 (fora).

Na decisão da vaga na fase de grupos da competição, o Al Merreikh (Sudão) era considerado um oponente forte, mas o triunfo dos tunisianos por 3 a 0, dentro de casa, tratou de colocar fim à disputa – houve empate por 1 a 1 na partida de volta. Garantida no Grupo A, o Espérance teve como adversários TP Mazembe (República Democrática do Congo), Sétif (Argélia) e Dynamos (Zimbábue).

O único time capaz de vencer os tunisianos foi o Mazembe, o que não impediu o Espérance de terminar na liderança da chave, após seis rodadas, com 13 pontos (4v, 1e, 1d), dois a mais que o rival. O oponente nas semifinais foi o poderoso Al Ahly (Egito), que venceu o jogo de ida por 2 a 1. Porém, o gol fora de casa foi suficiente para o time da Tunísia, que fez o placar mínimo na volta e chegou à final, contra o TP Mazembe. Num confronto atípico, os democrático-congoleses golearam por 5 a 0, em casa, tornando fácil a disputa da taça, já que os tunisianos conseguiram apenas um empate a um gol, no jogo de volta.

O troféu

Pré-classificado à primeira fase, o Espérance não teve nenhuma dificuldade para alcançar a fase de grupos em 2011. Com goleadas sobre ASPAC (Benin), por 5 a 2 (dois jogos), e Diaraf (Senegal), por 6 a 0, os tunisianos participaram do Grupo B, ao lado de Wydad Casablanca (Marrocos), Al Ahly (Egito) e Alger (Argélia).

Os jogos foram difíceis e o Espérance só venceu duas vezes, com quatro empates, mas se manteve invicto, somando dez pontos, três a mais que marroquinos e egípcios, este último eliminado. Nas semifinais, duas vitórias contra o Al Hilal Omdurman (Sudão) levaram a equipe à decisão, contra o Wydad Casablanca. Os tunisianos seguraram o empate sem gols fora de casa, e fizeram 1 a 0 em seus domínios, suficientes para o segundo título africano na história.

Chance de recorde

Mais uma vez agraciado com pré-classificação para a primeira fase, o Espérance Tunis sobrou nas fases de qualificação. O empate contra o Brikama United (Gâmbia) por 1 a 1 no primeiro jogo se transformou em vitória de 3 a 1. Na disputa por vaga na fase de grupos, a goleada de 6 a 0 sobre o Dynamos (Zimbábue) na partida de ida decidiu o confronto.

No Grupo A, o Espérance teve a companhia do compatriota Étoile du Sahel, além de Sunshine Stars (Nigéria) e ASO Chlef (Argélia). Durante as disputas, o clássico tunisiano, na casa do Étoile, teve briga de torcidas, que a federação africana decidiu punir com a desqualificação do Étoile du Sahel. Assim, o Espérance terminou em primeiro, com três vitórias em quatro jogos.

Nas semifinais, a revanche contra o TP Mazembe, com 1 a 0 no placar agregado. Porém, a decisão do título não foi boa para o time da Tunísia, que até saiu do Cairo com um bom resultado diante do Al Ahly (1 a 1), mas foi derrotado em casa, por 2 a 1.

Além da derrota, o Espérance viu a oportunidade de bater o recorde do adversário na história da competição (19 partidas invicto) cair na fase de grupos, na derrota para o ASO Chlef, por 1 a 0 (também conseguiu 19 jogos de invencibilidade, entre as edições 2011 e 2012). Pelo menos os tunisianos jogaram a final pela terceira vez seguida.

Enfraquecimento

Espérance comemora título continental de 2011

Imagem de Amostra do You Tube

Na temporada 2013, o Espérance sofreu baixas no elenco. Ao final do ano anterior, o bom meia tunisiano Oussama Darragi, 26 anos, rumou para o Sion (Suiça), que também tirou da equipe o atacante camaronês Yannick N’Djeng, 23. A grande joia da seleção da Tunísia, o meia-atacante Youssef Msakni, 22 anos, também deixou o time, indo para o Lekhwiya (Catar). Outro homem de frente, o tunisiano Khaled Ayari, foi parar no Angers (França).

Nem o técnico tunisiano Nabil Maâloul foi poupado. Graças ao bom desempenho, ele foi convidado e aceitou comandar a seleção de seu país, substituindo o local Sami Trabelsi, que realmente não agradou à frente da equipe. Para suprir as ausências, o Espérance Tunis contratou o artilheiro da Liga dos Campeões da África 2012, o ganês Emmanuel Clottey, já retratado em matéria no Plano Tático.

Porém, a contratação de 1,5 milhão de dólares ainda não surtiu o efeito desejado, pois Clottey não balançou as redes no torneio continental. Nas fases eliminatórias, o Espérance sentiu dificuldades contra Primeiro de Agosto (Angola) – 2 a 0 em dois jogos – e JSM Béjaïa – 1 a 0 em duas partidas –, resultado das substanciais mudanças no elenco.

Mesmo com bons atletas no elenco, como o zagueiro argelino Antar Yahia, que jogou a Copa do Mundo 2010, além dos locais Khalil Chemmam e Sameh Derbali (zagueiros da seleção), além do ganês Harrison Afful, da seleção de seu país, e o francês Jean David Beaugel, 21, vindo do Toulouse (França), a equipe deve enfrentar dificuldades no Grupo B.

Diante de Coton Sport (Camarões), Recreativo do Libolo (Angola) e Sewé Sport (Costa do Marfim), o jovem time do Espérance tem condições de alcançar as semifinais, mas ainda não é possível cravar mais uma final para o time, como nas temporadas anteriores.

Informações

- O time camaronês é vice-campeão da Liga dos Campeões da África de 2008, enquanto angolanos e marfinenses jogam o torneio pela segunda vez. Ambos caíram nas fases de qualificação em 2010 e 2007, respectivamente. No Grupo A, os egípcios Al Ahly e Zamalek brigam com o Orlando Pirates (África do Sul) por duas vagas, enquanto o Léopards (Congo), que já surpreendeu na Taça das Confederações Africanas 2012, ao ser campeão, corre por fora. Os jogos acontecem entre 19 de julho e 22 de setembro de 2013.

- No Campeonato Tunisiano 2012-13, o Espérance venceu o Grupo A, somando 29 pontos em 14 jogos (9v, 2e, 3d), vantagem no número de vitórias sobre Club Africain e Athletique Bizertin, este último eliminado. No quadrangular final, o Étoile du Sahel lidera com nove pontos, seguido por Sfaxien (sete) e Espérance Tunis (seis) – o Club Africain é lanterna, com um. Faltam duas rodadas para o fim e a temporada termina em 28 de maio de 2013.

- A péssima campanha da Tunísia na Copa Africana de Nações 2013, eliminação na primeira fase, atrás de Costa do Marfim e Togo, causou a demissão de Sami Trabelsi. Como se não bastasse, o atacante Hamdi Harbaoui, cria do Espérance e atualmente no Lokeren (Bélgica), criticou a todos: “O nível do time é fraco. Trabelsi nem conseguia escrever na planilha as táticas, nem mesmo a localização dos atletas em campo. Alguns jogadores não poderiam estar na seleção, eles dormiam às quatro da manhã do dia do jogo. Nota zero para a equipe médica e os treinos foram um desastre, sem nenhuma disciplina”, reclamou.

Jogos Espérance LC da África (26v, 14e, 6d)

2010

Qualificação

13/02 | East End Lions 2×2 Espérance

26/02 | Espérance 3×1 East End Lions

20/03 | Espérance 4×1 ASFA Yennega

03/04 | ASFA Yennega 1×3 Espérance

23/04 | Espérance 3×0 Al Merreikh

08/05 | Al Merreikh 1×1 Espérance

Grupos

16/07| Sétif 0×1 Espérance

31/07 | Espérance 1×0 Dynamos

15/08 | Mazembe 2×1 Espérance

28/08 | Espérance 3×0 Mazembe

11/09 | Espérance 2×2 Sétif

18/09 | Dynamos 0×1 Espérance

Semifinais

03/10 | Al Ahly 2×1 Espérance

17/10 | Espérance 1×0 Al Ahly

Final

31/10 | Mazembe 5×0 Espérance

13/11 | Espérance 1×1 Mazembe

2011

Qualificação

19/03 | Espérance 5×0 ASPAC

03/04 | ASPAC 2×0 Espérance

23/04 | Espérance 5×0 Diaraf

08/05 | Diaraf 0×1 Espérance

Grupos

16/07 | Alger 1×1 Espérance

30/07 | Espérance 1×0 Al Ahly

14/08 | Wydad Casablanca 2×2 Espérance

27/08 | Espérance 0×0 Wydad Casablanca

10/09 | Espérance 4×0 Alger

16/09 | Al Ahly 1×1 Espérance

Semifinais

02/10 | Al Hilal 0×1 Espérance

15/10 | Espérance 2×0 Al Hilal

Final

06/11 | Wydad Casablanca 0×0 Espérance

12/11 | Espérance 1×0 Wydad Casablanca

2012

Qualificação

24/03 | Brikama 1×1 Espérance

06/04 | Espérance 3×1 Brikama

28/04 | Espérance 6×0 Dynamos

13/05 | Dynamos 1×1 Espérance

Grupos

08/07 | Sunshine Stars 0×2 Espérance

20/07 | Espérance 3×1 ASO Chlef

02/09 | Espérance 1×0 Sunshine Stars

14/09 | ASO Chlef 1×0 Espérance

Semifinais

07/10 | Mazembe 0×0 Espérance

20/10 | Espérance 1×0 Mazembe

Final

04/11 |Al Ahly 1×1 Espérance

17/11 | Espérance 1×2 Al Ahly

2013

Qualificação

17/03 | Primeiro de Agosto 0×1 Espérance

06/04 | Espérance 1×0 Primeiro de Agosto

20/04 | JSM Béjaïa 0×0 Espérance

04/05 | Espérance 1×0 JSM Béjaïa

Mais antigas

Personagens

Internacionais

Nacionais

Vídeos

Bola na Rede