Estrangeiros Brasileiros – André Neles

2102402andre_neles_chega_ao_botafogo_sp_224_2991

Por Victor Domingos

André Moreira Neles é natural de Patrocínio (MG) nascido no dia 04/01/1978. Conhecido como André Neles ou também André Balada – um apelido autoexplicativo – o jogador atuou na seleção da Guiné-Equatorial por sua bisavó ter ascendência da nação africana.

Começando sua carreira profissional no Uberlândia em 1999, André foi contratado pelo Atlético Mineiro em 2000. Na sua primeira experiência em um clube de maior expressão, André foi uma grata surpresa no clube mineiro rendendo uma transferência para o Benfica em 2001.

Seu início no clube português em um amistoso contra o CSKA Moscou parecia promissor mas ao começar a atuar pelo campeonato português o jovem atacante desapontou passando longe do futebol esperado. Ao final da temporada 2000-01, André marcou apenas 1 gol em 10 partidas e estava descartado pela diretoria lisboeta. O atacante ainda passou por seis meses de empréstimo pelo Marítimo (também de Portugal), um ano de empréstimo pelo Vitória (o da Bahia, não o de Portugal) marcando expressivos 31 gols no ano e alguns meses no Internacional em 2003. Ao final de seu contrato, André foi contratado pelo Palmeiras.

Integrando o elenco do Palmeiras que disputou a Série B, André marcou 6 gols e ganhou alguma notoriedade ao confessar o vício em drogas ilícitas, convertendo-se ao evangelismo como forma de mudar seu modo de vida antigo. Retornando ao meio futebolístico, André Neles começou seu momento de andarilho no futebol em 2004 com passagens por Marítimo, Atlético Mineiro e Figueirense.

Em 2005 André assinou com o Fortaleza, tendo nesse período com o clube cearense uma passagem pelo Al-Ettifaq da Arábia Saudita e pelo Ipatinga por 2 meses.

André ainda teve seu último contrato assinado pelo Barueri no ano passado. Em 2009, André foi emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto e ao Ceará sem sequer cumprir todo o tempo de contrato em algum deles. Atualmente, André Neles não possui contrato com nenhum clube.

A convocação pela seleção da Guiné Equatorial veio em 2007 ao se descobrir que sua bisavó possuia ligação com o pequeno país da África. André atuou por 2 vezes pela seleção, sendo uma partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

  • 1 comentário - Não usa Facebook? Comente aqui!

    Últimas

    Assine Nossa Lista de E-mail!

    * indicates required